sábado, 12 de maio de 2018

Importante lembrar!



Postagem feita em 09/03/2013, após a morte do Chorão, sobre sua esposa e sobre todas nós!


Inicialmente pensei em não escrever nada sobre o caso do Chorão, mas diante dos acontecimentos, vi que é interessante sim abordar alguns pontos.
Quando cheguei no trabalho ontem, três pessoas disseram ter lembrado de mim ao ver os relatos da Graziela, ex-mulher de Chorão, em um jornal da Globo.
Eu não tinha visto o relato ainda.
Quando vi suas palavras de dor, e até mesmo de codependência, doeu. Deu medo. Fiquei assustada. Até mesmo porque é a mesma droga de uso do meu esposo. Mas, não tive opção a não ser entregar o amanhã nas mãos de Deus, e confiar que meu esposo se manterá nessa nova vida, um dia de cada vez, e sempre.
Mas, o que me levou a fazer esse post foram dois acontecimentos principais: “Chorão passava por depressão após a separação da mulher”, diz o R7, e as palavras de um colega de trabalho a mim: “o negócio é não desistir, Poly, senão a coisa desanda...”
Vocês percebem? A sociedade alimenta a nossa codependência. A depressão do cantor era por sua doença, que é crônica, e fatal se não tratada. Como culpar sua esposa por tê-lo deixado? Vemos suas palavras ainda tão cheias de amor, mas só nós sabemos quando é a hora de deixar o barco, ou de morrer afogadas junto.
E as palavras do meu colega queriam dizer que, quando não conseguimos mais ficar ao lado de nossos adictos, eles se perdem. Meu Deus, e nós? E nossos limites? E nossas vidas?
Queridas, mais uma vez vou colocar aqui a terceira tradição de Narcóticos Anônimos, para que não nos esqueçamos: “Um adicto que não queira parar de usar não vai parar de usar. Pode ser analisado, aconselhado, pode se rezar por ele, pode ser ameaçado, surrado ou trancado, mas não irá parar até que queira parar”.
Não há nada que possamos fazer. O caminho só se abre a nós, quando eles querem. Não está nas nossas mãos. Não estava nas mãos da Graziela.
A sociedade precisa entender isso, nós precisamos entender isso, e parar de alimentar a nossa doença. Infelizmente, não podemos!!!
Só Deus pode... Só eles podem...
Eu não era fã do Charlie Brown Jr. Não conhecia suas músicas. Mas, imagino a dor da família e a sensação de derrota. Espero que eles descubram que não são culpados... Que não existem culpados... Dependência química é uma doença. Uma triste doença que pode sim levar à morte. Só.
Vendo tudo isso, fortaleço o pensamento que defendo de que o primeiro passo que nós familiares precisamos dar é o de nos cuidar, nos tratar.
Até para se separar de um adicto é preciso preparação psicológica, porque pode ser que dê certo, e ele busque ajuda, ou infelizmente, pode ser que dê errado. Então o importante é conseguirmos tirar a culpa de nós. Entender que somos humanos e que temos limites. Que não podemos salvar ninguém. E que nossos amados são responsáveis por suas escolhas. Somente assim seremos livres das amarras da codependência.
Termino esse post com o texto que a Graziela escreveu para o Chorão... Chorei... Que Deus conforte a família dele, e tantas outras que sentem hoje a mesma dor...
Que Deus dê força e uma história bem diferente aos nossos amados...
E que Deus nos dê serenidade, coragem e sabedoria, só por hoje.

"Hoje sou em quem vai te homenagear, meu amor.
As palavras faltam nesses momentos.
O que pode ser dito que teria o poder de sanar tamanha dor, de curar tamanha saudade?
Meu pensamento se volta para Deus para agradecer o privilégio Dele ter me proporcionado viver um grande amor e de dividir minha vida com você por quase 20 anos. Quantas histórias, quantas conquistas, quanta luta!!
Quanto amor, em toque e calor, verso e prosa, que você me deu!
O que ficou está gravado para sempre no meu coração e na memória.
Não só minha, como também na de milhares de fãs.
Através das suas músicas você transformou as nossas histórias em histórias para outros tantos casais Brasil afora.
Não existe forma mais generosa e bonita de se eternizar um sentimento.
Você também falou "vamos viver nossos sonhos, temos tão pouco tempo"!
Foi pouco mesmo, meu amor. Tão pouco...
Obrigada por tudo que você compartilhou comigo, por toda parceria, por ser meu melhor amigo, por ser meu grande amor infinito!
Como você me disse da última vez que nos falamos, eu também vou te amar para sempre, sempre, sempre, sempre...
Da sua, Grazon"






Confira aqui como participar do sorteio de 7 anos do Blog:


Inscrições: 09/05 a 18/05/2018.

Etapa 1: Enviar um e-mail para polyp.escritos@gmail.com com o assunto “Sorteio de 7 anos”. Dentro do e-mail deve constar seu nome e cidade, a quanto tempo você acompanha o blog, e uma frase que resuma o blog Amando um Dependente Químico pra você. Pronto! Viu como é fácil?

Etapa 2: Divulgação do resultado. O resultado será divulgado em 20/05/18, domingo, por meio de vídeo divulgado aqui no blog e nas redes sociais (facebook e youtube). Aproveita e curta a nossa página no Face e se inscreva em nosso canal no Youtube. Ok?

Etapa 3: A sorteada ou sorteado receberá em sua casa um livro Amando um Dependente Químico com dedicatória da Poly, acompanhado de um kit maravilhosooo da Hinode (Hidratante Luar + Esfoliante Luar + Creme para mãos Luar). Daí você se cuida por dentro e por fora!! Vocês merecem!! 






Queridas(os), e tem mais presentinho!! Até o dia 22/05 (dia do meu aniversário), quem entrar na lojinha Love Yourself Hinode da Poly e adquirir QUALQUER ITEM, basta enviar o comprovante do pagamento para o e-mail gi.amorproprio@gmail.com que receberá um ebook exclusivo da segunda edição do livro Amando um Dependente Químico (livro completo que só está disponível em versão impressa), totalmente gratuito!


Sugestão de produto a adquirir na lojinha:



Sabonete íntimo Liz. Ma-ra-vi-lho-so. Gente, esses itens que tenho indicado pra vocês, são os que eu uso no meu dia-a-dia. Esse, por exemplo, não dá pra ficar sem. Além da higiene com sensação refrescante, ele aumenta a defesa natural, protegendo a barreira de defesa primária da pele, ou seja, nos livra daquelas bactérias indesejadas. Testado e 100% aprovado por Dermatologistas. Para adquirir, clica no link da lojinha, e acessa "higiene íntima". 

Amores, pode parecer que esse campo da lojinha não tem nada a ver com o propósito do Blog, mas pode acreditar que tem sim... Tem tudo a ver... Aos poucos quero ajudar cada uma que vem aqui pensando "no outro" a pensar e cuidar de si mesma!
Super beijo!




Nenhum comentário:

Postar um comentário