segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Vídeo 20: o último do ciclo. Vamos usar a gratidão a nosso favor?!

Boa noite, queridas(os)!

Chegamos ao nosso vigésimo vídeo em menos de um mês!! E essa era a minha meta! Abordar assuntos que geraram impacto positivo na minha vida para que também possam, quem sabe, ajudar um outro alguém a ter uma vida mais leve...

Falamos sobre tudo?!? Claro que não, né! Acho que essas "trocas" nunca se esgotam.

Nesses 28 dias, o canal no youtube recebeu 4.236 visualizações de pessoas que somaram 16.792 minutos ouvindo essa mensagem de força, fé e esperança! 83% do público são mulheres e 17% homens. E além do Brasil, tivemos pessoas acompanhando da França, Paraguai, Portugal e Japão!! Uhuu!

E hoje, nesse vigésimo vídeo, falaremos sobre a gratidão.




A gratidão vai além do nosso estado de alegria ao acontecer algo extraordinário conosco (efeito)! A gratidão também pode ser usada como "causa": eu escolho ser grata, e a gratidão que enche meu coração me faz feliz, apesar de algumas situações em que vivo...

Peço desculpas pela marca d'agua nesse vídeo, mas tentei fazer algo diferente e acabei perdendo o arquivo original, e esse conteúdo é lindo demais para ser descartado por questões estéticas...

Nesses vinte vídeos, gravei alguns sem batom, as vezes descabelada na correria do dia a dia, sem me importar em vestir uma personagem ou ficar bonita porque meu foco era unicamente o de levar essa mensagem que um dia mudou a minha vida, sem nenhum tipo de "máscara"!

Encerramos mais um ciclo aqui...

Os vídeos vão continuar?  Sim, depois de uma pequena pausa.

Estou com um probleminha de saúde e agora é hora de cuidar de mim... Talvez algumas de vocês saibam o que é uma crise de hérnia de disco. A dor chega perto do insuportável, e ficar sentada piora o quadro.

Aproveite esse tempo para rever os vídeos, ler os links sugeridos, e sobretudo aplicar o que couber em sua vida...

Se esses vídeos te ajudaram, divulgue a outras pessoas, compartilhe suas experiências nos comentários, leve essa ajuda adiante...

É isso, gente! Um grande beijo! Fique com Deus!

25 comentários:

  1. Poly, parabéns pelo seu trabalho e pela repercussão. Com certeza você ajuda muitas pessoas. Se cuida. bj Fernanda.

    ResponderExcluir
  2. Olá...tudo bem. Primeira vez que comento aqui mas já entrei para ler muitas vezes. Adoro o blog e queria deixar a ideia de fazermos um grupo no Whatsapp para que possamos compartilhar nossas historias. Acredito que não são poucas e só nós nos entendemos. O que você acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo , vejam bem sou assistente social pós graduado em DQ.Caso queira uma ajuda meu contato é (22)998483365.Trabalho com planta da Amazonia que tira abstinência.

      Excluir
  3. Gratidão por ter você, mesmo você não sabendo quem sou. Gratidão pelo blog, que não me deixou sozinha muitas noites das quais estava chorando. Gratidao pela vida, a familia, pela saude, por estar viva enfim. Ana C

    ResponderExcluir
  4. É massacrante demais ver alguém que você ama tanto estar caminhando para a morte,e estar cego e não ouvir ninguém. Tive um relacionamento que completaria 2 anos agora dezembro com uma pessoa que vivia em altos e baixos há 10 anos. È inacreditável como tudo aconteceu. Nos conhecemos em 2015, ficamos um tempo nos conhecendo e logo depois iniciamos um namoro,que foi muito intenso pra mim, durante seis meses,eu que nunca havia me apaixonado por ninguém,era tipo a durona independente,me envolvi a ponto me apaixonar por alguém que havia me dito estar liberto, pois estava em outro estado ajudando outros por 2 anos! Depois de 6 meses ,ele voltou para vida de lixo, mentiu pra mim, eu perdoei, acreditava que era sincero, e sempre me enganava e eu também por estar cega por um sentimento e ter um coração justo o ajudava e era enganada novamente, até que depois de 4 meses de sofrimento mandei ele sumir pois não agüentava mais sofrer. Ele sumiu mesmo, não me procurou, se jogou de vez,e como doía,aquelas juras de amor se tornando mentira. Depois de 1 mês ele se internou novamente sendo a quarta internação, foi sozinho,pediu ajuda e ficou lá como cozinheiro, mandou pessoas me procurarem ,eu não quis visitar, nos dias de ligação à principio não liguei,pois ainda estava machucada. Ele começou me escrever cartas, a mãe dele me trazia quando ia as visitas e eu comecei a responde-las. Pareciam sinceras de alguém que estava sofrendo, e lutando de verdade,me disse que lá dentro teve uma experiência com Deus ou poder superior. Se passaram 03 meses como cozinheiro e ativo nas aulas e ele foi “promovido” a monitor dentro dessa clínica, estava totalmente diferente, começou a vir em casa ,e nós reatamos, ele estava com uma postura diferente e parecia estar feliz e realizado de verdade. Fez 6 meses na Clinica, foi contratado, passou a receber salário e se apaixonar por tudo que fazia lá dentro, virou conselheiro em dep.quimica nas reuniões de Pós,estava ajudando muitos, se tornando padrinho e era notório a alegria que ele tinha de viver.Ele dizia se amar e se aceitar como nunca tinha acontecido. Vivemos momentos maravilhosos de trilhas, passeios , cinema, riamos tanto juntos, restaurantes, todos os meses comemorávamos em algum lugar especial mais um mês juntos,churrascos,lemos livros juntos sobre rejeição,(algo que ele havia dito que contribuiu para o vício),ele se envolveu com amigos de verdade, fez uma família na Clinica e também na igreja em qual congregávamos juntos,dizia se sentir em casa e aceito na igreja, e realmente eu via isso, estava sincero ,tudo me contava, me aconselhava, era meu amigo de verdade, meu companheiro para tudo. Minha família o ama, pois é uma pessoa maravilhosa,voltou a participar dos eventos La e casa, eu estive doente e ele cuidou de mim de uma forma tremenda.A família dele, que sempre teve resistência pois ele já havia ido e voltado inúmeras vezes em 10 anos, estava surpresa e muito feliz, o pai de tornou um amigo, a família toda se envolveu com ele, voltaram a fazer churrasco, momentos em família, e eu e todos víamos ele Pleno! E vivendo uma alegria real. Ele se afastou de tudo do mundo, sempre que via as velhas companias só dava jóia e me dizia nunca mais iria sofrer como antes e que hoje era feliz de verdade como nunca foi,me dizia ter prazer em comer, e em estar em casa e em viver de verdade. Eu sempre ia receber com ele no banco, trazia todos os compromissos anotados para pagar, com muita responsabilidade, eu vi ele prosperar, comprou suas roupas novas, celular,comprou livros,fez cursos,literalmente tinha prosperado,tinha meses que pagávamos todas as contas e ainda sobrava de uma inexplicável!

    ResponderExcluir
  5. Continuando...Ele só andava de ônibus para evitar muitas coisas,e onde estava me avisava, me ligava. Me chamava de gatinha,de garotinha, éramos muito amigos,tínhamos uma intimidade que não da pra explicar. Então mediante a tudo isso, faz uma semana que ele recaiu, disse estar no pós e foi parar num lugar longe de sua casa com desconhecidos,a te então era só um “lapso” como é dito na dep. Química, ele ligou pro pai ir buscar, disse que iria prosseguir no trabalho da clínica, e que não iria perder tudo e que não queria aquela sensação de dor de novo. Então conversei com ele e a familia ,e com uma das donas da clinica, e achei melhor não tomar nenhuma decisão à principio e continuar caminhando com ele. Na segunda feira,já fazendo uma semana do ocorrido, fui na casa dele levar um dinheiro com ele para os pais ,fiquei lá conversando com a mulher tão maravilhosa e tão sonhada por mim como sogra, enquanto ele foi pro futebol. Parecia uma despedida, ali eu já estava fria, me abri muito mais uma vez com ela,e disse que estava cansada de sofrer, pois estava doendo muito, mas não terminei, fui para casa, tomei meu banho e resolvi dormir. Não tive coragem de ficar olhando meu celular , e ainda assim passei a noite em claro,esperando o pior. Quando foi as 6 da manhã, peguei o telefone e descobri que ele havia chegado 1:30 da manhã, que a mãe e um pastor foram buscar ele na rua e ele estava no meio daquelas pessoas da ativa, ficaram até 2:40 o aconselhando e tal. E ele me mandando mensagem implorando pra ficar, e ao mesmo tempo tentando me culpar por tudo, dizendo frases do tipo: “ bem que você falou ,quando brigávamos,que eu poderia voltar” “ eu sou essa pessoa que você dizia ter medo de eu voltar ser “...enfim,dolorido demais! Eu entrei em choque, mas parece que estou anestesiada, desliguei meu celular, não disse nada a ele! Então logo que acordou dessa noite, ele entrou na minha casa pela manhã,eu estava no banho,pegou os cartões Dele,e abriu minha carteira e pegou um dinheiro que era justamente pra pagar umas contas que tínhamos feito,nem esperou pra falar comigo. Está sumido a 2 dias, ninguém tem notícias,brigou com a mãe e disse que nunca mais voltava lá e foi. Eu estou tentando me reerguer,não chorar,to com uma dívida no meu cartão de 700,00 reais de roupas e sapatos que ele fez,e para ajudar na época emprestei o cartão. Mas amém, vou seguir mesmo doendo, tenho evitado os pensamento s de saudades, de momentos ,e lutado mais uma vez contra a rejeição e abandono que ferem como um punhal no meio do peito. Aquela pessoa que parecia estar tão feliz se foi,e eu realmente não entendo mais nada. Estava cheia de planos, meu aniversário é semana que vem, tem o natal , o ano novo,e só me resta tentar esquecer esse pesadelo.Bom esse foi o desfecho dessa parte da minha história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amiga! Li toda sua história! Estou lutando ao lado do meu marido faz 4 anos, quando dentro do casamento é que vim a descobrir o seu problema de DQ! Disse que só vou desistir dele no dia em que ele bater em todas as portas e ele decidir se quer ou não continuar! Temos uma linda filha de 10 anos! Mas a minha condição para a relação continuar é ele largar tudo e zerar! Mas hoje por exemplo estoh arrasada; descobri pelo extrato dele que ele andou recaindo e quandi recai é em casa de prostituição! Estou arrasada! Para mim juro por Deus e pelo amor a minha filha que se ele dissesse "vou sumir e fazer o que quiser com minha vida" eu daria graças a Deus! Não sabes o tamanho empenho; dinheiro e toda minha fé depositei nesse novo momento de vida; mas ele me traiu novamente! Hoje em dia já estou anestesiada já não cabe mais nada dentro de mim! Nem dor; nem raiva; nem nada! Sou católica fervorosa e pela minha fé perdoo! Mas sinceramente fiquei desesperançosa! Esse é o pior sentimento! Nós não podemos mudar eles querida! A decisão é deles! Por mais que lutemos ao lado deles!
      Um dos primeiros médicos que fomos juntos disse "ele ama a família; só que o cérebro doente por causa da droga ama o vício"!
      A cereja do bolo agora por último foi ela mandar um whats para minja melhor amiga convidando ela para sair! E ela coitada me mostrou e ficou indignada pela ousadia dele! E detalhe querida "eu é quem sustento a casa"!
      Então eu queria sim que ele subisse! E não ter que ter mais uma conversa desgastante que vai acabar não dandi em nada! Porque eles mentem e são manipuladores! A verdade é Essa!
      Desejo que não sofras! Não amargura teus dias por alguém que não cuida nem mesmo dele!
      Desejo a nós 2 coragem para vivermos um vida melhor! Mais digna! Força!

      Excluir
    2. Olha eu passei poucas e boas com um dependente químico!
      Tentei ajudar! Dei quase minha vida! Chorei lágrimas de sangue!
      ...eu não sabia o que era este problema, até conviver com um! ...participei de internações, tratamentos, remédios, igrejas, tentativas de fazer esporte, tentativas de ajudar a pessoa trabalhar!!!!
      Mas sempre eles arrumam um jeitinho de te manipular e te sugar a alma! ...manipulam pra tudo! Para sair (não vou pq não tenho roupa) aí vc compra a roupa ... vamos caminhar! ( mas não tenho um tênis) ...vamos sair vamos ver o sol! Vamos VIVER! Mas eu não to trabalhando! Não tem como eu ir! ...
      resumindo...
      NADA NA VIDA DELES VAI ESTAR BOM!
      Nada nada NADA!
      Eu sei disso porque eu tentei viu!
      Se eu ganhasse na MEGA e desse um milhão na mão dele, não estaria feliz! Porque? Porque o cérebro deles só ficam felizes usando drogas!
      INFELIZMENTE PASSEI POR ISSO NA MINHA VIDA!
      ô vida infeliz do câo é ser co dependente!!!
      Não culpo e nem xingo eles os ADCTOS
      Porque são DOENTES , e doença é doença!
      Bem que da vontade de soltar uns ( preguiçoso!, vagabundo! , vai trabalhar, manipulador do krlh)
      Mas Temos que respeitar este diagnóstico que é PARA O RESTO DA VIDA!
      Eu pensei que podia o curar!
      Eu o amei mais do que a mim mesma!
      Eu fiz dívidas de ***** 5 dígitos para ajudar!
      Eu pensei que indo na igreja dava certo!
      Eu pensei que um casamento mudaria isso!
      Eu pensei que filhos e família mudaria isso!
      Enfim
      EU PENSEI!
      Eu SÓ PENSEI!
      Porque nada adiantou!
      Quem sou eu?
      Se meu pensamento ajudasse não existia nem drogas no mundo!
      Agora só eu para me reerguer e curar minhas feridas!
      Coisas muito estranhas no mundo existem!
      Essa doença é uma delas!
      Muito difícil!
      Eu acredito em dias melhores!
      Este blog pelomenos nos consola um pouco
      Nós co dependentes, que nem sabemos o porquê
      MAS SOMOS!
      Deus abençoe a luta de cada um de vcs!

      Excluir
    3. Estou aqui lendo os depoimentos de vcs e me encontro em tantas falas. Namoro ha 8 meses um adicto. No início ele disse q estava limpo ha 1 ano, frequentando as reuniões, apadrinhando e sendo o namorado mais maravilhoso e companheiro do mundo. Com 2 meses de namoro veio o sumiço e eu, q nunca havia passado por nada parecido, nem sabia o q fazer, o q tinha acontecido...com 15 dias na ativa ele pediu para ser internado. Ficou dias num hospital tratando depressão. E saiu. Perdoei, visitava todos os dias, dava comida na boca! Aos poucos as verdades foram aparecendo. É usuário de drogas ha 14 anos, de alcool há 26 anos. Qdo tem recaída vai usar em motel com travesti. Segundo ele, está ha 3 meses limpo. O q duvido muito. Há 1 mês é outra pessoa comigo. Totalmente indiferente. Não faz a menor questão de ligar, sair, nada. Só quer dormir. Estou achando q ele sai de madrugada para usar.Estou arrasada. Dei um prazo a mim mesma de que se ele não aparecer em 1 semana, vou ter a consideração de ir no trabalho dele apenas para terminar. Eu o amo, mas me amo primeiro.

      Excluir
    4. Obrigada! Desejo o mesmo a você querida! E como aprendi, não podemos amar o outro, se não nos amamos, como posso fazer "de tudo" por alguém e por mim não fazer o mínimo,que é me respeitar, me deixar se cuidada, poder descansar a noite....por isso optei por nunca mais olhar pra tras! E como vc falou, não podemos mudar o outro e nada do que fizermos irá os convencer, acredito que com muita dificuldade podemos mudar só a nós mesmos e assim nos tornarmos melhores e até influenciáveis...Ninguem nos respeita se nós não nos respeitamos! Enfim,que Deus te abençõe e te ilumine a tomar a melhor decisão por vc! Bjos e muita força! Não estás sozinha!

      Excluir
    5. Hoje vou rezar para q vc consiga sair dsso, desculpa, mas não acredito mais na mudança de dq, acreditei, lutei, perdoei, ajudei e só tive coisas ruins em troca... São realmente doentes, não tem a menor condição de manter um relacionamento saudável com eles. Claro q as companheiras adoecem na codependencia, impossível manter uma saúde mental, emocional vivendo esse inferno, de medo, manipulação, mentiras, traições, pena, amor, revolta, prejuizos materiais e preconceito q passamos a sentir na pele tbrm.
      Eu saí dsso, hj tnho paz, mas sei o qto é difícil sair...
      Vou rezar por vcs todas! A sensação de paz é a melhor coisa do mundo!!!!
      Vcs não são responsáveis por eles!! São responsáveis por vcs, então cuidem_ se e saiam dsso.
      Bjs
      L

      Excluir
  6. Poly
    Venha conhecer meu blog, fiz inspirada em você que tanto me ajudou e ainda me ajuda!
    https://adependenciaquimica.blogspot.com.br/
    Beijos Neusinha Brotto

    ResponderExcluir
  7. Eu achava que não poderia viver sem ele, mesmo com tanto sofrimento,e com gotinhas de alegria e companheirismo no meio daquele mar de dor, eu achava que não conseguiria viver sem ele! Na verdade, no fundo eu sabia que da pra viver sem outra pessoa, mas o medo de enfrentar o "luto" e o misto de sentimentos do término, me prenderam por 2 anos em uma relação que só destruiu meus sonhos! Claro, vivi momentos maravilhosos, onde me descobri e tive experiências que me fizeram crescer, mas a dor que vinha quando ele com suas atitudes machucava nossa relação e me machucava, fazia os momentos bons serem só momentos... momentos que todo ser merece viver,sem ter esse medo que acabe! Hoje depois de quase 3 meses da separação, a dor tem passado e aos poucos tenho descobrido um novo eu surpreendente! Dói, as vezes sinto falta, mas nada paga a paz, a dignidade, e eu ter entendido que a pessoa que tinha as qualidades nais sonhadas por mim,era a mesma que escolhia viver em função das drogas, e as duas coisas não combinam! E há vida depois do "chega"! há novos sonhos, novas pessoas, novos sentimentos,e um amor que posso hoje sim passar a frente, pois aprendi a amar e a respeitar a pessoa mais importante da minha vida: Eu mesma! Desejo o melhor a todas vocês!

    ResponderExcluir
  8. A cocaína é um extrato das folhas da coca, planta comum na Cordilheira dos Andes e que é usada há milhares de anos para manter a saúde dos habitantes em grandes altitudes, servindo como substância estimulante para a sobrevivência dos povos andinos.

    Em sua fórmula concentrada, no entanto, torna-se uma droga estimulante, que tanto pode ser aspirada quanto injetada, provocando instantaneamente no usuário de cocaína uma sensação de grandiosidade, de euforia, de extremo poder e de excitação, com consequente aceleração do pensamento, provocando agitação.

    Os efeitos da cocaína trazem alteração do humor, fazendo com que o usuário tenha a fala acelerada, com pupilas dilatadas. Além disso, um efeito constante ao usar cocaína é a coriza, com entupimento das vias nasais.

    A sensação provocada pelo uso da cocaína duram pouco tempo, exigindo que o usuário passe a consumir quantidades cada vez maiores da droga para permanecer no estado provocado pelo seu uso.

    ResponderExcluir
  9. Iremos buscar respostas por todos os lugares e a única que será certeira é...Cuida da tua vida e deixa o outro viver a dele como quiser

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Cada um vive como quer
      Mas quando o adicto é um parente,
      Que te suga
      Que rouba dentro de casa?
      Sim!
      Cuidamos da nossa vida
      Mas tem coisas que não tem como sair fora!
      Adictos sempre vai ser peso
      Ou sugar
      Pra família
      Para os amigos
      Afinal onde eles estiverem!!!
      Nunca tem dinheiro, mesmo trabalhando! Estão sempre pedindo as coisas!
      Eh horrível isso!!!

      Excluir
  10. Eu namoro uma pessoa que já está limpo e em recuperação a 10 anos, já o conheci assim, mas ao longo desse tempo, ele tinha momentos o qual ficava calado, mudava de humor, se irritava, era impaciente, me levava do seu ao inferno em questão de minutos, em datas importantes arranjava motivos para brigar e sumir, era angustiante. No tempo normal um namorado atencioso, mas eu sempre com medo e pisando em ovos no que falar e fazer para ele não surtar. Achava q era dele mas hj percebo que é essa doença maldita. Me sinto esgotada, sem brilho, apática, sem vontade de nada. No momento terminamos mais uma vez por motivos que considero irrelevantes. Estou cansada mas o amo, sei hj que sou co-dependente e que preciso mudar isso. É uma montanha russa que hoje percebo que não vai mudar nunca pelo que li por aqui... Estou aliviada por saber q não sou culpada de nada e ao mesmo tempo com raiva dessa doença que está matando nosso relacionamento. Não sei o que fazer...

    ResponderExcluir
  11. E quando a pessoa é limpa em recuperação há 13 anos e tem as mesmas características em certos momentos, de irritação, mudança de humor, surtos, compulsões, te faz pisar em ovos, te manipula, termina e volta com vc frequentemente, dando a impressão que está fazendo isso pra ficar sozinho, se isola, não faz questão de estar presente em nada, pode mudar? Tudo que li é tão próximo do que eu vivo, e mesmo estando limpo reage praticamente da mesma forma. É desanimador e exaustivo. Estou sem esperanças de que poderia ter com ele uma vida sem estar numa montanha russa.! Estou sendo vencida por uma doença que descobri agora e que está acabando com nosso amor. É muito triste...

    ResponderExcluir
  12. Os comportamentos não mudam quando estão limpos há 10 ou 15 anos. Mudam de humor facilmente, são arrogantes, egocêntricos, se irritam com qualquer bobagem e surtam, terminam e voltam o relacionamento o tempo todo, tem pensamento negativo sempre, sugam sua energia pq vc tem q a todo instante pisar em ovos pra manter tudo sob controle, e com isso vc acaba não sendo vc... conheci a pessoa q estou limpo há muitos anos e sempre achei as reações dele estranhas, hj através do seu blog vejo q é essa doença maldita q faz isso. Tudo clareou pra mim agora, pq agora sei o pq das coisas, e estou aliviada por não ser culpada da nada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que vc contou ele não está limpo querida... Cuidado, dq são convincentes e manipuladores, eles mentem o tempo todo qdo estão em uso e ele sabe q vc o ama.
      Vc vai odiar peloo q vou lhe dzer, mas saia dessa história já, agora... A história não muda como vc pode ver e será só sofrimento e cada vez será mais difícil sair dsso... Hora se fazem total de vítimas e hora são agressivos, ofendem sem a menor piedade. Ingratidão é o nome deles!
      Tnha força e saia dsso. Ele é responsável pema vida dele, com vc ou sem vc ele vai usar qdo qser!
      Bjs

      Excluir
  13. Infelizmente, a cocaína é hoje uma droga bastante comum, sendo usada constantemente em festas e baladas, por grupos de pessoas ou isoladamente. É comum que o usuário de cocaína se utilize de substâncias com efeitos totalmente contrários ao da cocaína pra tentar controlar os efeitos desagradáveis provocados pela droga, sendo também de conhecimento público a automedicação com ansiolíticos e antidepressivos.

    A combinação de substâncias tão diferentes, no entanto, podem provocar sérios danos à saúde física e mental. Para ter como parar de usar cocaína, o usuário deve valer-se de muita força de vontade, precisando, em grande parte dos casos, do apoio de uma clínica de reabilitação.

    As consequências físicas e psicológicas e a mudança do comportamento social relacionadas aos efeitos da cocaína são logo percebidas pela família. Ao notar mudança no comportamento de um familiar, é necessário buscar as causas, saber identificar os sinais e sintomas apresentados e procurar ajuda, mesmo que o usuário de cocaína não admita estar usando ou quando não demonstra qualquer vontade de ser ajudado.

    ResponderExcluir
  14. Vc me ajudou tanto... acompanho seu blog ha 6 anos.. saudades das. postagens onde fakava dele. confesso

    ResponderExcluir
  15. Poly, cadê vc? No último post escreveu sobre dar uma parada e cuidar da sua saúde, mas estou achando o tempo longo...espero que tenha corrido tudo bem. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  16. Olá boa noite. Conheci esse blog a uns 6 anos atrás quando estava em um relacionamento com um aspecto. Acabei de ler todos os comentários desse pos e gostaria de dizer que tudo é absolutamente igual, sempre me pergunto se me envolvi com a doença ou com a pessoa porque o comportamento das pessoas com essa doença são sempre os mesmos, ao ler os comentários parecia q tinha sido escritos por mim, eles são absolumetente iguais, tanto na fase boa Quanto na recaída, e eu escolhi a minha vida, foi difícil, sofri muito,mas coloquei na minha cabeça q não era essa vida q eu queria para mim, fui firme e forte e não olhei pra trás, hj vejo q foi a melhor decisão q eu poderia ter tomado, pensem nisso, se escolham, a história se repete, e o final é sempre o mesmo, não joguem a vida de vcs pelo ralo, vai ser dolorido no início, mas vai passar a minha dor não durou meses, e sim anos, se não querer tomar essa decisão por vcs pensem nas pessoas q as amam, eu pensei na minha mãe, não queria q ela tivesse o desgosto de ver a sua filha se acabar aos poucos, uma mãe não merece essa dor. Que Deus abençoe e de sabedoria para cada um q passar por isso tomar a decisão certa. Nada é por acaso.

    ResponderExcluir
  17. Olá gostei muito de seu blog estou passando por uma situação parecida

    ResponderExcluir