segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O fim do fim...



Três meses se passaram desde a separação, e desde ontem estava pensando o que eu iria postar...

Pensei em falar dos meus conflitos, de como estou me sentindo, como foi esse tempo, e tal e tal...

Pensei em falar das dificuldades e das superações...

Da saudade...

De como estou orgulhosa de mim mesma...

Pensei em falar tanta coisa...

Mas hoje recebi a notícia de que ele está em um novo relacionamento... 

Daí ‘petecou’ tudo! Os sentimentos se misturaram, e nem sei o que postar...

“Mas, já Poly?!”
Sim, já...

De certa forma eu já previa, já esperava, já imaginava que aconteceria, mas sei lá por que ainda doeu tanto...

Foram nove anos e dois meses de história até aqui...

Vocês acompanharam boa parte dessa história...

E se alguns ainda apostavam nela, eu afirmo: acabou!

A cada dia que passa, tenho ainda mais a certeza de ter tomado a decisão certa. Talvez não fosse a decisão que o meu coração pedia, mas foi a melhor para mim e para os meus filhos...

Esse ciclo doloroso fez sentido durante muito tempo para mim, mas não faz mais sentido...




Quanto a mim:
Não me entrego à dor. Nunca me entreguei, e agora não será diferente.

Cortei os cabelos hoje. Fiz as unhas. Nesta semana, retornarei ao trabalho, após 30 dias de licença em razão da cirurgia. Aos poucos, o médico está liberando as atividades físicas. Tenho novos projetos profissionais. Quero fazer o meu mestrado de Direitos Humanos. Sobretudo, amar e educar os meus filhos... e ser feliz!

Sigo a cada dia mais apaixonada pelo meu trabalho na luta contra as drogas... Quanto mais elas me tiram, quanto mais as perdas doem, com mais vontade e garra eu trabalho nessa causa!

Parece uma questão de honra, sabe? Não sei se me entendem... Coisa de maluco mesmo!

Querid@s, quando estiverem na dor, não se entreguem, lembrem-se de que as tristezas superadas se transformam em força!

E é isso que desejo a tod@s vocês: força!

Para quem está na metade do caminho, para quem está começando, ou para quem já está quase no finalzinho dele... Força a tod@s nós!!

E digo mais: Eu, Polyanna, sou movida a sonhos, e não vou permitir que isso mude!!

Fiquem bem!
Poly.


37 comentários:

  1. Nossaa....
    Me identifiquei em tudo no seu blog.
    Parabéns pela força e principalmente pela coragem.
    Há quase 9 anos convivo com um dependente, nos amamos muito, nunca tive dùvidas quanto ao amor dele por mim, é extrememente carinhoso. E é exatamente isso que torna tudo mais difícil.
    Não aguento mais, já foi internado duas vezes mas em nenhuma concluiu o tratamento, sempre saia da clinica e voltava a fazer tudo de novo. Já teve vários empregos e sempre encontra motivos para sair.
    Me dói taanto ver ele se acabando, tão jovem, tão lindo, tão doce.
    Sempre que ele ficava pelo menos uma semana sem usar me pedia perdão e dizia que nunca mais iria cair, eu sempre acreditando.... Mas estou cansada, dedicando tantos anos de minha vida a ele, e parece afundar cada vez mais, nao sei mais o que fazer, nunca quis abandona-lo com medo do que pudesse acontecer com ele, de certa forma me sinto responsavel por ele, amo tantoo. Mas preciso criar forças e pensar na-minha felicidade ,quero construir uma familia, tenho tantos sonhos, e ele parece cada vez mais proximo da maldita droga...
    Agora, madrugada, nao sei onde ele esta e comecei a procurar na net algo para me-encorajar a emcontrar a minha felicidade, e ai encontrei este-blog....
    Obrigada Poly...
    Lendo seus textos passei a nao me sentir tao só, vou em busca da minha felicidade, mas torcendo sempre pela dele.
    Boa noite!

    ResponderExcluir
  2. ola Polly comecei a acompanhar seu blog recentemente ,fiquei bem triste por ter se separado, mais o que for pra ser será, estou na mesma que você, tbm me relacionei com um adicto quando o conheci nao sabia, ele passou 2 anos limpo o ano passado que voltou a usar e dai pra ai minha vida virou um inferno, nao conhecia sobre drogas, nao sabia nada, estava na luta a 1 ano , mais decidi vinr embora , ele não quer saber de mudar de vida , estou a 1 semana separada, não tenho nem noticias dele , acho que esta totalmente nas drogas, estou sofrendo muito tambem , mais resolvi entregar nas mãos daquele que tudo sabe!
    sucesso pra vc

    ResponderExcluir
  3. Deus escreve certo por linhas tortas né...imagino a sua dor...a decepção...como dizem tudo passa...e com certeza vc vai dar a volta por cima

    Um mega beijo fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus escreve certo por linhas certas. Deus é perfeito em tudo. Pense nisso!

      Excluir
    2. Deus escreve certo por linhas certas. Deus é perfeito em tudo. Pense nisso!!!!!

      Excluir
  4. De todas as dores que a gente passa com eles sei que essa é a pior...uma vez fiquei separada 3 meses dele e quando vi no facebook dele ele falando em morar com outra eu simplismente surtei...no fim voltamos e nos casamos e temos um filho...mas a luta continua...ele recai todo mes e faz muito estrago financeiro...sem falar que quando ta pra recair eu ja percebo pois começa a me odiar e falar mil coisas pra me humilhar e eu manda-lo sair...eu não faço isso mas já sei que ta arrumando briga pra usar mesmo...sinceramente tambem já to no meu limite...não sei mais até quando vou aguentar....força aí Polly pois vc tomou a decisão certa....viver com um adicto é muito sofrido e dificil mesmo...beijos

    ResponderExcluir
  5. Polly querida, fica em paz!
    Deus sabe de todas as coisas e nenhuma vírgula dessa história é ou será em vão.
    Um grande amor é tão complicado de se esgotar e se desfazer (sei bem o que é isso), mas tudo se faz novo na vontade de Deus e o que importa é a sua felicidade.
    Esqueça adicção e tente apenas aceitar o fato de que mais um grande relacionamento chega ao fim, como tantos outros e que Deus esteja ao seu lado em cada passo do seu novo caminho e rumo a felicidade.

    Sinta-se abraçada.

    ResponderExcluir
  6. É minha querida, somos duas, três, milhares... (se ele já tem outra nem me interessa, quem tem outro sou EU)!!!! Chega de adição na minha vida e do meu pequeno I. Claro que essa decisão não foi tomada do dia para a noite, ainda dói, mas lembre-se a dor é inevitável mas o sofrimento é opcional! Mega beijos e sinta-se abraçada sempre.

    ResponderExcluir
  7. Sei como se sente. Também amei muito um dependente químico, fiquei um ano com ele e terminei, não por não ter sentimentos, mas porque simplesmente não aguentava essa situação. Na época ele estava se tratando, mas, mesmo assim, não suportei. A questão do dependente químico não é só a droga. Mas todo um comportamento junto. São egoístas, manipuladores, nunca se sabe o que esperar deles.
    Faz mais de um ano que estamos separados, ele se internou em um CT novamente e, quando saiu, me deletou do face, o que doeu muito. Ainda sinto falta dele, mas o meu amor próprio em primeiro lugar. Eu, sinceramente, não quero um dependente químico na minha vida. Queria ter tido, na época, o conhecimento que tenho hoje. Se eu soubesse "a fundo" como é, JAMAIS teria me metido nessa "canoa furada".
    Pelo que percebo, é praticamente impossível ser verdadeiramente feliz ao lado de um dependente químico. Quando estão recaídos, é o caos que todas nós conhecemos. Quando estão limpos, ficam nervosos, ansiosos e com o comportamento complicado "vindo à tona". Sem contar as inúmeras internações. Muito difícil mesmo!
    Eu leio muito sobre dependência química e, o que observo, é que são casos raros que deixam a droga!!!! E aqueles que deixam ainda tem essas questões de comportamento.
    Sinceramente, não dá para viver com medo da recaída do outro! Não dá para viver pensando em perder tudo de uma hora para outra!
    Poly, parabéns pela sábia decisão. E nós conseguiremos deixar para sempre esse passado de tristeza para trás e que nos sirva apenas de aprendizado, não mais de dor!!!
    Abraço querida.-

    ResponderExcluir
  8. Olha querida, se eu pudesse hoje dar um conselho a todas as mulheres, meu conselho é este: arrume qualquer namorado, ficante, marido, amante ou coisa parecida! Mas jamais tenha envolvimento afetivo ou amoroso com um dependente químico! É dor, sofrimento, perda e frustração na certa.
    Você merece e vai conseguir alguém muiiiiiiiiito melhor!!!
    Força e beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Polly, tive esta mesma sensação que você e me pergunto Por quê está doendo tanto... Vi pelo facebook dele que está em um relacionamento sério com uma dependente quimica de crack em recuperação... Que partcipa do NA junto com ele. Fiquei super triste pois ele me pediu a separção legal e me disse que tinha encontrado a mulher da vida dele, que eu o esquecesse... Fiquei pensativa... 8 anos dedicados,muitas lutas e agora ele me diz que não represntei nada.. E o pior através de uma reportagem descobri que a mulher morou na rua, traficou, se prostitui e é usuaria de crack em recuperação, assim como ele. Hoje eu percebi que em todos esses anos ele nunca serviu pra mim. Vou seguir em frente e acredito que tem um belo futuro me esperando sem as angustias, incertezas e dores de conviver com um dependente quimico. Força para nós!!!!

    ResponderExcluir
  10. Homens são assim mesmo, eles não conseguem viver sozinhos. meu ex, já namorou umas 10 depois de mim. Mas, todos esses namoros duraram pouquíssimo tempo. Nenhuma delas aquentou muito tempo. Eu que, às vezes me odeio, por ter perdido tanto tempo da minha vida vivendo numa bosta de relacionamento. Mas, já tem 3 anos que deixei de ser trouxa e estou muito feliz.

    ResponderExcluir
  11. Poly, levante as mãos para o céu e agradeça a Deus por esse livramento! Não há motivo para sofrer, acredite. Foi a melhor coisa que aconteceu na sua vida. No futuro vc vai ter a plena consciência disso. Hoje a coisa que eu mais queria era me libertar do meu namorado dependente químico. Ele me chantageia, me maltrata e me tortura psicologicamente com ameças de se matar, sair do emprego, ter uma overdose e etc. São aproximadamente um ano e cinco meses de inferno, e três de relacionamento. E eu ainda não criei forças suficientes para me libertar dessa prisão. Rogo a Deus esse livramento pra mim. Não vale a pena lutar por quem não quer ajuda, não vale a pena se envolver com pessoas que não querem a luz. Cada um faz suas escolhas, e muito em breve vou fazer a minha, aconteça o que acontecer. E esse recado serve para todos vocês que estão sofrendo por essas pessoas. Fujam enquanto é tempo, libertem-se. Não há amor, não existe amor nesse tipo de relação. E nós merecemos ser felizes. Só nos resta essa vida e o tempo está passando. Cada um com suas escolhas!!

    ResponderExcluir
  12. Estou desapontada, eu sou casa há 5 anos e 9 meses, meu marido era usuário de cocaina, esta limpo desde 27 de janeiro desse ano. Mas o comportamento agressivo sempre vem quando a vontade de usar bate, não teve nenhuma recaída nesses quase 8 meses, e é o tempo q conheço o blogue, li o seu livro e me identifiquei com muitas coisas. Mas fiquei completamente desapontada com a sua postarem, é a prova de que apesar de todos os esforços não temos valor. É exatamente isso q me deixa chateada. Quero deixar claro a minha admiração por você e sua coragem de desfazer esse laço q na maioria das vezes só nos machuca e prejudica. Por várias vezes pensei em ir embora, porém nunca tive a mesma coragem que você. Que Deus te de muita força e te abençoe sempre. Você merece toda a felicidade do mundo. Muita paz e parabéns pelo seu trabalho, pela sua força e coragem.

    ResponderExcluir
  13. "...Querida você não deve lamentar, se nosso amor te faz sofrer.
    Devemos isso sim agradecer o amor que houve por bem a Deus nos dar.
    Creia, se te magoo é sem querer, quisera eu jamais te magoar.
    Pois quem ama deve recordar, ninguém amou sem mágoas conhecer.
    Pois do que sabemos tudo indica que ainda vale à pena.
    Pois um momento de amor vale uma vida.
    Enquanto a chuva cai lá fora, deves sonhar belezas dessa aurora, dessa aurora feliz de sua vida.
    E eu pobre de mim, estou amargando mais uma noite mal dormida...
    ...quisera nos fantasmas dos seus sonhos, de mim houvesse apenas alguns traços.
    Quisera eu te acordar devagarinho, e na expressão maior do meu carinho...atirar-me nos teus braços..."
    Marido da Polyanna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo! Eu acredito em vocês!

      Excluir
  14. Boa noite!!
    Gente, preciso esclarecer que ele não está em novo relacionamento...
    Tudo foi esclarecido... Bem esclarecido...
    E vamos sim tentar mais uma vez. Isso mesmo! Vejo razões para tentar, e vou seguir o meu coração!
    Entretanto, quero que esses momentos sejam apenas nossos...
    Mas, me vi na obrigação de esclarecer a vocês...
    E preciso também dizer que estou muito, muito feliz!!
    Fiquem com Deus!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Polly,
      Acredito em vcs! Tenha fé! Sejam muito felizes juntos!

      Excluir
    2. Poly, acompanho VC há alguns meses e não desista do seu marido e do seu casamento, tenha fé (acreditar no q não vê) busque mais de Deus e Verás a cura e libertação sua(codependencia) e de seu marido(milagre) acontecer...só o amor de Jesus Cristo cura e libertá, busquem-o! Bjs...admiro VC.

      Excluir
    3. Nossa, estou lendo isso no trabalho e até chorei.
      É muito sofrida essa nossa luta contra adicção do parceiro, me relacionei por anos com um e me separei há alguns meses. Sinceramente no começo fiquei tranquila ("em paz"), mas eu gosto dele e até hoje penso em voltar. Dói só de pensar ele se relacionando com outra. A gente nunca morou junto, mas apesar da distancia sinto falta.

      Felicidades Polly! Desejo de todo o coração!

      - Allana

      Excluir
  15. Poly. Que bom que tudo foi esclarecido. E se você encontrou razões para tentar mais uma vez e está feliz. Vá em frente! Siga seu coração!!!. Estamos aqui para ajudar e apoiar qualquer que seja sua decisão e se você está feliz, nós que te amamos também estamos felizes ( ouvi isso dos meus pais quando depois de quase um ano separada do meu adicto resolvi seguir meu coração) se valeu a pena? Talvez não, talvez sim... só conheço o caminho de estar com ele e o caos que foi os quase 1 ano sem ele. Codependencia pura e total? Talvez.... beijos

    ResponderExcluir
  16. Tenho um relacionamento de quase 4 anos com um dependente químico. No começo do namoro ele passou 1 ano limpo, depois foram só idas e voltas de recaídas e internações. POucas vezes ele me destratou ou me humilhou e é acho que isso que mais dificulta a separação. Hoje ele está no uso, fumando maconha todo dia, só consigo falar com ele de dia, pois a noite ele sai e nunca diz onde foi. Daí não sei o que pensar sabe. Tem horas como hoje que vem no meu coração largar tudo de vez, mas não consigo me ver fazendo isso. Não tenho ninguém com quem me abrir. É com lágrimas nos olhos que escrevo essas palavras. Preciso de coragem para ficar ou seguir em frente! Me ajudem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo é esquisito ele sair toda noite para usar "apenas" maconha. Me desculpa mas verifica isso direito.

      Janete

      Excluir
    2. Realmente é estranho, tens que verificar o comportamento dele diante do uso, se está mais agitado, costume ter euforia... Várias questões.... Mas o tipo de droga não importa, o que realmente importa é o cuidado que temos que ter com nossos dependentes químicos, pois precisam de muita ajuda (Eles precisam querer)

      Excluir
    3. Me mande um email se quiser conversar, tambem estou desesperada :/ jessica_kanieski@hotmail.com

      Excluir
  17. Esta certa Poly seja feliz , tambem fiz o mesmo q voce voltei sem saber porque , apenas porque sou feliz com ele , e nao me vi obrigada a dar satisfação a ninguem , um dos motivos foi um de seus post , das qualudades de seu marido apesar do vicio , lembrei das qualidades do meu pai , marido , amigo e deixei de me sentir fraca por estar com ele e neste mesmo dia eu tinha mandado ele embora e depois de ler no dia seguinte voltei atras , obrigada por sua coragem de expor seu sentimentos , força pra nos . Deus e o amor da familia sao maiores que um pó .

    ResponderExcluir
  18. Esta certa Poly seja feliz , tambem fiz o mesmo q voce voltei sem saber porque , apenas porque sou feliz com ele , e nao me vi obrigada a dar satisfação a ninguem , um dos motivos foi um de seus post , das qualudades de seu marido apesar do vicio , lembrei das qualidades do meu pai , marido , amigo e deixei de me sentir fraca por estar com ele e neste mesmo dia eu tinha mandado ele embora e depois de ler no dia seguinte voltei atras , obrigada por sua coragem de expor seu sentimentos , força pra nos . Deus e o amor da familia sao maiores que um pó .

    ResponderExcluir
  19. Siga seu coração...

    ResponderExcluir
  20. olá , tenho um grupo no whatsapp amando um dependente, apenas para mulheres, para fazer amizades, desabafar, e orar uma pelas outras quem sentir de participar por favor me mande uma msg, 035988122728 (Laudiceia) , Que Deus nos abençoe.abcs

    ResponderExcluir
  21. Cada qual sabe amar a seu modo; o modo, pouco importa; o essencial é que saiba amar.
    Amar é como voar! É sentir a sensação de estar no
    alto, é não ter medo de cair! É fazer dos pesadelos
    sonhos...
    Para mim pouco importa o que falem, que digam, o que pensem… Quero ser feliz, sorrir e fazer sorrir, àqueles que comigo se alegram…
    Porque estou aprendendo que a vida é linda, porém ela é demasiadamente curta para se viver tudo de bom que ela oferece, sendo assim não vou perder tempo com tristeza se ser feliz é meu destino.
    Fica um conselho que eu estou seguindo agora: não importa o quanto você se esforce você NUNCA irá agradar todo mundo, então ignore críticas destrutivas, aprenda com as construtivas e seja feliz da forma como você é. Te admiro muito amiga linda.
    Deus abençoe grandemente você e sua linda família.

    ResponderExcluir
  22. Hj o meu meu namorado dependente químico me disse que precisamos terminar, nos afastar. Ele chegou à conclusão de que o uso se tornou mais frequente depois que descobri essa condição dele. Ele se martiriza por me fazer sofrer, por me preocupar e pelo que ando gastando com as dívidas dele. Ele sente vergonha e culpa. Eu o amo, amo muito, mas também estou desgastado, ferido. Desde que descobri a dependência dele acabei me tornando dependente dessa situação, do querer cuidar, do querer curar. Minha vida parou há mais de seis meses, que foi quando descobri. Meu coração dói nesse momento, mas ao mesmo tempo sei que talvez seja o melhor pra ele. Nosso relacionamento é conturbado, é problemático... todo aquele amor do começo não existe mais, deu lugar a muita dor, angústia, agressões verbais mútuas... nós dois estamos no limite, e ele me diz que pensar nisso faz com que ele consuma mais e mais. Sei que precisamos nos afastar, e peço a Deus que o cure, pois eu não posso fazer muita coisa. A cura dele não está em mim, ela vem de dentro, ela vem com ajuda médica, ela vem com um contexto que não depende da minha pessoa. É isso que me conforma. Espero que Deus o ajude e que ele siga firme nessa luta, que ele consiga se livrar desse vício tão maldito que vem destruindo tantas coisas boas e tantas vidas. Eu precisava desabafar, não tenho com quem contar, minha família não sabe do nosso relacionamento, e por isso carrego essa dor sozinho, guardo tudo isso entalado na garganta. Choro agora de ver a que ponto a droga o levou... tão jovem, tão bonito e tão talentoso, tão cheio de virtudes, mas hj passando por isso. Senhor Jesus, resgata o meu amor! Mesmo que seja longe mim, só quero saber que ele está bem, só quero vê-lo bem!

    ResponderExcluir
  23. Dependentes químicos são sedutores e manipuladores, os artigos científicos são desanimadores .. Ainda não tive força para sair desse relacionamento de 1 ano e 8 meses ... Tenho medo de passar 7 , 8 , 10, 20 anos tentando.... Porque eu só vejo tentativas e fracassos , mentiras , ,manipulações .... Doença pior que o câncer, no qual eu acredito mais na cura do que isso ... Desculpe o desabafo, terminei e voltei 3 x , e me sinto um lixo humano por não conseguir me amar a ponto de simplesmente viver sem um problemão " desses desnecessário a vida de qualquer mulher...Desejo do fundo meu coração que Deus , a Força maior livre cada uma de nós dessa situação.... Que pensemos além da prevenção do uso de drogas possamos trabalhar na prevenção de termos relacionamentos com esses doentes, que podem levar mais de 20 anos pra se curarem e jogarmos nossa vida no lixo.
    Força, só por hoje.... Liberdade a todas nós!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida anônima, a vida é feita de escolhas... Vc é uma mulher esclarecida, faça as suas. Se ame e seja feliz!

      Excluir
  24. Amo este blog. Puxa como sofremos como co dependentes. Tem sempre alguem para julgar, se estamos casadas cpmo eu estou somos burras ou loucas, se queremos separar somos malvadas e desumanas, se temos filhos c o adicto dizem q loucura q deveriamos ter pensado antes de engrqvidar( ouco isto pq to gravida) e se nao temos filhos vem gente dizer que somos egoistas e que um filho iria cura lo da adiccao. Ai meu Deus como somos julgadas! Ja nao basta a luta q temos com nosso familiar adicto ainda temos que viver dando satisfacao a amigos, parentes e por vzs ate desconhecidos q parecem ter a formula magica da nossa felicidade. Se soubessem de fato a dor, a luta, o cansaco, as batalhas q enfretamos dentro e fora de nos penso que se calariam e rezariam por nos ao inves de nos criticarem. Desculpem o desabafo, cansada bjos em todas tamo junto Rakel

    ResponderExcluir
  25. Oi..adoro seu blog,mas a muito tempo não passava por aqui.
    Confesso q fiquei surpresa e " feliz " de VC ter se livrado dessa mala velha na sua vida( me desculpe p termo, mas é o q sinto).
    Aposto q ele já encontrou a próxima vítima afffff.
    VC é linda por dentro e por fora não deixe qualquer porcaria entrar na sua vida!

    ResponderExcluir
  26. Oi gente.... São 3:36 da madruga e eum vasculhando a Internet procurando força para a decisão de deixar "vooar" meu marido.
    Já tentei tanta coisa
    Ele está na ativa neste exato momento está dormindo do meu lado mas na noite anterior chegou em casa
    Por volta desse mesmo horário.
    Deixei ele na cidade que morávamos em setembro do ano passado voltei pra casa dos meus pais destruída
    Só que ele veio atrás de mim
    Resolvi dar outra chance
    Mas em vão por que nada mudou.
    Ainda pior um pouco por.estarmos dependendo da minha família. A razão sabe o que fazer mas o coração não tem força
    Ele não quer internar não quer tomar remédio não quer frequentar o NA ele
    Se sente no controle
    Eu espero que eu não mude de idéia mais uma vez.
    Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  27. Boa noite Poly,

    To amando o blog, ta me ajudando muito.Sou casada com um adicto a pouco mais de 1 ano, desde então ele sempre estava recaindo e tentando levar uma vida normal, mas não conseguia mais executar suas tarefas e cumprir com os seus compromissos, ele nunca saiu de casa para usar cocaína, sempre usou dentro de casa, e sempre doía muito ao ve-lo frustrado por ter recaído e recaído.Nos amamos muito, um amor muito intenso e verdadeiro, mais muito marcado por tristezas das recaídas.Enfim, atualmente ele está internado, cheio de esperanças de uma nova vida, estou grávida de 5 meses e tenho fé que ele vai sair e vai conseguir ficar bem!
    To aqui, esperando por ele, e estou feliz com a certeza de que tudo dará certo, e se ele recair, vou continuar do lado dele o ajudando, porque ele me respeita, ele me ama assim como o amo, alem de ser um ser humano incrível, e digo isso, não porque sou louca e apaixonada, mas sim, porque acredito e admiro o homem com quem sou casada!


    Sou muito, mas muito feliz com a escolha que fiz, apesar de não ser nada fácil!

    ResponderExcluir