segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O fim do fim...



Três meses se passaram desde a separação, e desde ontem estava pensando o que eu iria postar...

Pensei em falar dos meus conflitos, de como estou me sentindo, como foi esse tempo, e tal e tal...

Pensei em falar das dificuldades e das superações...

Da saudade...

De como estou orgulhosa de mim mesma...

Pensei em falar tanta coisa...

Mas hoje recebi a notícia de que ele está em um novo relacionamento... 

Daí ‘petecou’ tudo! Os sentimentos se misturaram, e nem sei o que postar...

“Mas, já Poly?!”
Sim, já...

De certa forma eu já previa, já esperava, já imaginava que aconteceria, mas sei lá por que ainda doeu tanto...

Foram nove anos e dois meses de história até aqui...

Vocês acompanharam boa parte dessa história...

E se alguns ainda apostavam nela, eu afirmo: acabou!

A cada dia que passa, tenho ainda mais a certeza de ter tomado a decisão certa. Talvez não fosse a decisão que o meu coração pedia, mas foi a melhor para mim e para os meus filhos...

Esse ciclo doloroso fez sentido durante muito tempo para mim, mas não faz mais sentido...




Quanto a mim:
Não me entrego à dor. Nunca me entreguei, e agora não será diferente.

Cortei os cabelos hoje. Fiz as unhas. Nesta semana, retornarei ao trabalho, após 30 dias de licença em razão da cirurgia. Aos poucos, o médico está liberando as atividades físicas. Tenho novos projetos profissionais. Quero fazer o meu mestrado de Direitos Humanos. Sobretudo, amar e educar os meus filhos... e ser feliz!

Sigo a cada dia mais apaixonada pelo meu trabalho na luta contra as drogas... Quanto mais elas me tiram, quanto mais as perdas doem, com mais vontade e garra eu trabalho nessa causa!

Parece uma questão de honra, sabe? Não sei se me entendem... Coisa de maluco mesmo!

Querid@s, quando estiverem na dor, não se entreguem, lembrem-se de que as tristezas superadas se transformam em força!

E é isso que desejo a tod@s vocês: força!

Para quem está na metade do caminho, para quem está começando, ou para quem já está quase no finalzinho dele... Força a tod@s nós!!

E digo mais: Eu, Polyanna, sou movida a sonhos, e não vou permitir que isso mude!!

Fiquem bem!
Poly.