terça-feira, 6 de janeiro de 2015

O Terceiro Dia!

DIÁRIO DE UM TRATAMENTO COM IBOGAÍNA
TERCEIRO DIA.



17 de dezembro de 2014, 14 horas.

Ontem os sintomas sentidos pelo meu esposo foram mais tranquilos. Na clínica fizeram vários procedimentos, como acupuntura, que realmente aliviaram as náuseas e a tontura.

Acabei de almoçar. Hoje almocei sozinha, pois meu esposo está na clínica fazendo a sessão com ibogaína.

Hoje ele estava muito resistente ao tratamento, pela manhã. Irritado por estar sentindo muito mal, questionando os sintomas, o tratamento, os profissionais... Fiquei apreensiva. Medo dele abandonar o tratamento.

Estou aqui pedindo a Deus que Ele traga o resultado que esperamos.

Ontem e antes de ontem ele tomou 02 cápsulas diárias. Hoje ele tomou 08 (oito!!!) cápsulas. Estou com medo dos sintomas que virão...

Um sinal que tem me deixado bem feliz e otimista é o fato dele estar sem fumar há 3 dias, e afirmar que não sente nenhuma vontade. Isso é bom demais!!

Ele se livrou do vício do álcool, se mantendo limpo há sete anos! Ele conseguia lograr longos períodos limpo da sua droga ilícita de preferência. Mas o tal do cigarro, se atrasasse em uma hora, já vinham os sintomas da fissura. Ou seja, em uma situação normal, ele estaria “subindo nas paredes” de vontade de fumar.

Seguimos acreditando!!!


17 horas

Vi um pouco de TV, dormi, dei uma volta pela cidade, comi um chocolate, passei por uma cadeira de massagem da pousada... Já são 17 horas e ele ainda não voltou...

Uma ansiedade, vontade de vê-lo, de saber se deu tudo certo e se ele está bem. Que Deus abençoe!


20 horas

Por volta de 17h30min, me avisaram que ele já poderia vir. Levei um susto quando o vi! Andando amparado pelo dono da pousada, ele se tremia todo e muito. Veio praticamente carregado para o quarto. E assim que se deitou, vomitou.

Agora são 20 horas. Nesse meio tempo ele não falou quase nada. Pareceu estar chorando. Fica quase o tempo inteiro de olhos fechados, mas acordado.

Acabei de ligar em casa. Nossa, que saudade dos meus pequenos!

“O papai tá bem, mamãe?” Foi a primeira pergunta do nosso filho de cinco anos.

Tudo isso tem que valer a pena... Vai valer a pena!!

♥♥♥♥♥


Reportagem da EBC:

Estudo feito pelo Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) indicou que a ibogaína é pelo menos cinco vezes mais eficiente para interromper a dependência química do que tratamentos convencionais. A substância é extraída da raiz da iboga, planta encontrada em alguns países africanos. “Ela é usada desde a pré-história em rituais por tribos no Gabão, na África, que professam uma religião que se chama bwiti. Eles usam essa planta em rituais de entrada na vida adulta”, explicou o médico Bruno Chaves, um dos responsáveis pela pesquisa, em entrevista à Agência Brasil.

O estudo foi feito com 75 pacientes, entre usuários de crack, cocaína e álcool, entre janeiro de 2005 e março de 2013. Dos 67 pacientes homens, 55% ficaram livres do vício por, pelo menos, um ano. Entre as oito mulheres, a taxa foi 100%. Os tratamentos convencionais interrompem o vício em um índice que varia de 5% a 10% dos casos. Os resultados do trabalho inédito foram publicados no The Journal of Psychopharmacology, da Inglaterra, uma importante publicação na área de psicofarmacologia.

CLIQUEAQUI, e leia a matéria na íntegra.





Bom dia, queridas(os)!

São, sem dúvida, animadores os relatos que ouvimos sobre a ibogaína.

Daí fico observando o meu esposo e me pergunto: estaria ele realmente curado?!!

Vou fazer uma comparação boba para que vocês entendam minha forma de pensar...

Um gordinho que faz uma plástica e lipoaspiração, deixará de ser gordinho? A resposta é sim. Ele estará magro após a cirurgia.

Entretanto, os problemas emocionais que o levaram a engordar continuarão nele, e ele precisa cuidar disso. Cuidar da sua ansiedade, dos seus traumas, dos seus desafios emocionais a superar, caso contrário, os maus hábitos de uma alimentação compulsiva o farão engordar novamente, com o tempo.

Posso estar errada, mas acho que é isso o que a ibogaína faz. Sim, ele não é um dependente químico mais. Ele não sente fissura em relação às substâncias que o aprisionavam (e isso é maravilhoso!). Mas, ele continua com seus traumas, com suas dificuldades em encarar frustrações, com seus medos, com sua tendência em buscar “atalhos” para resolver ou fugir dos problemas... Então, ele precisa sim continuar se tratando e se cuidando, para que os maus hábitos e comportamentos saiam da sua vida, e não o levem de volta ao caminho do vício.

Agradeço muito a Deus pelos seus sete anos limpo do álcool! Pelos seus 50 dias limpo da droga ilícita de sua preferência. E pelos 21 dias limpo do cigarro!

Isso ficou pra trás.

Agora é hora de cuidar dos nossos problemas emocionais do presente, e focar no futuro! Digo nossos porque eu não posso me esquecer de mim, e dos meus próprios desafios. 

Lembrando que uma família saudável é fundamental nesse processo de recuperação.

Bom, queridas(os), estamos muito felizes e acreditando!

Grande beijo!

Fiquem com Deus!


PS: Criei um e-mail exclusivo para informações sobre ibogaína: ibogaina.adq@gmail.com.


3 comentários:

  1. Querida Polly, se eu estivesse aí em Brasília eu daria todo o tratamento com hipnose. A hipnose ZERA qualquer vício. Por favor, contate um hipnoterapeuta aí (já lhe indiquei uma de minha confiança algum tempo atrás). Não conte com a sorte. A ibogaína tira só a fissura, o vício não. A hipnose trata a razão do vício, e a ibogaína enterra a fissura por algum tempo.
    Desejo o melhor a você! Sucesso! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual hipnoterapeuta vc indica para a libertação do vício de drogas, aqui em Brasília? Grata

      Excluir
  2. Poly mandei um email pra vc...queria mt q me respondesse
    Que Deus abençoe vcs aí!Força e fé

    ResponderExcluir