sábado, 2 de agosto de 2014

Bem-vindos ao 5º Curso de Multiplicadores!



Bom dia!

Tudo bem com vocês?

Por aqui, tudo em paz, graças a Deus!

Ontem concluímos a quinta edição do Curso de Multiplicadores de Ações de Apoio às Famílias, da SEJUS/DF. Foi uma semana de muito trabalho, mas é muito gratificante ver o resultado obtido.

Clique aqui, e veja a reportagem da rede Globo sobre o curso.

Nesta edição, foram mais de 200 novos multiplicadores formados.

E ontem, ao final, receber aqueles abraços apertados e ouvir frases como “esse curso mudou a minha vida”, não tem preço!

Agradeço a Deus por essa oportunidade de levar a outros o que um dia chegou até mim, e fez a diferença em minha vida: informação e acolhimento.

E quero dividir com vocês um pouco desses momentos que partilhamos juntos nesta semana.

Na segunda-feira, tivemos a abertura do curso com a presença da Secretária Adjunta de Justiça, Amanda Wanderley e do Dr. Leonardo Moreira, Subsecretário de Políticas sobre Drogas do DF.






Uma pausa para o coffee-break, preparado com muito carinho!




E, em seguida, ministrei a palestra sobre “A codependência em familiares de dependentes químicos”.








Ahhh, gente, preciso contar para vocês que, quando entrei no auditório, com a mão cheia de materiais, me esborrachei no chão... Isso mesmo, caí feito uma jaca!! Ainda bem que não tinha ninguém no local, pois ainda estava cedo!! Somente a minha equipe estava lá, e sei que eles vão me zuar pelos próximos 10 anos!! Risos.

Imaginem, eu com 1,73m de altura rolando degraus abaixo... E pra piorar, assim que me levantei, descabelada, descalço e com a meia-calça rasgada, a responsável pelo local chegou e perguntou: “Quem é a coordenadora do curso?” Me deu vontade de sumir, né?! “Sou eu, muito prazer.” Respondi, tentando arrumar os cabelos, e calçando os sapatos. Hilário!!


Meu joelhinho!

E o estranho é que no mesmo dia, quando estava saindo de casa, meu caçula caiu na escada, e foi um baita susto... Como me disseram: “acho que a força do mal não queria que esse curso acontecesse”.

Mas, deu tudo certo, graças a Deus! Um curativo no joelho, uma meia-calça nova, e 2 horas depois eu estava lá, levando a mensagem às famílias e aos profissionais que atuam com essas famílias.

Na sequência, o Márcio, ex-usuário de crack, limpo há cinco anos, contou sua linda história de recuperação.




Na terça-feira, a primeira palestra foi dada por Antonia Nery, Pós-graduada em Psicologia Transpessoal. Ela falou sobre como a família deve atuar para ser um fator de proteção contra o uso de drogas, e não um fator de risco. Foi uma palestra de prevenção. Aliás, uma excelente palestra!






Em seguida, o Dr. Álvaro Ciarlini, Juiz, palestrou sobre internação compulsória e involuntária, e realmente nos fez refletir sobre o assunto, e entender como se dá esse processo.






Na quarta-feira, a aula iniciou-se com a participação do Psicólogo Fernando José Wanderley, um carioca que nos fez rir muito, e nos mostrou um panorama sobre a codependência.






O segundo palestrante do dia foi o Dr. Evandro Faganello, Psiquiatra Especialista em Dependência Química, e que nos mostrou o que acontece no cérebro do dependente químico, e todo o processo dessa doença. Palestra show!






Na quinta-feira, o grupo NAR-ANON apresentou o que é esse grupo de família, e todos juntos (mais de 200 pessoas), de mãos dadas, fizemos a oração da serenidade. Lindo!




Na sequência, o CAPS AD do Guará, representado pela Assistente Social Érika Suzana e pela Psicóloga Lilian Shuller falou sobre o trabalho do CAPS com os familiares de dependentes químicos.






E, pra fechar, o Coordenador Roberto Cavalcanti nos trouxe a mensagem do Amor-Exigente, e nos falou sobre a história e dinâmica desse grupo.


Essa foto ficou ruim, né? Depois coloco uma mais nítida, tá?


No último dia, ontem, a primeira palestra foi dada pelo Dr. José Theodoro, Promotor de Justiça, que nos falou de forma muito clara e didática sobre os aspectos legais do uso e do tráfico de drogas. A palestra dele foi muito enriquecedora!






E pra fechar, o Dr. Leonardo Moreira, Psiquiatra Especialista em Dependência Química, Subsecretário de Políticas sobre Drogas e Presidente do Conselho de Políticas sobre Drogas no DF, nos levou a refletir sobre as políticas públicas sobre drogas.








E assim concluímos mais essa etapa!

No total já são mais de 540 multiplicadores formados. Aos poucos, vamos chegando mais longe, e alcançando mais famílias que estão sofrendo com a dependência química de alguém amado, e principalmente com as angústias geradas pela codependência.

Muitos perguntam por que esse projeto não está em outros estados. Calma... Esse projeto nasceu em novembro do ano passado aqui no DF, mas tenho certeza que ideias como essa se espalharão rapidamente, afinal, essa carência de orientação das famílias que convivem com a dependência química é enorme!

Você, familiar, faça propostas como essa aos seus governantes! Acredite! Sei que nem sempre temos a sorte de encontrar alguém sensível a essa causa no nosso caminho, mas não podemos desistir.

Se tudo der certo, sairá uma reportagem hoje, às 08:30h no jornal da Record (de âmbito nacional) sobre esse projeto. Assistam!


Secretária Adjunta de Justiça, Amanda Wanderley, falando sobre a necessidade de cuidar das famílias.


“A gratidão é o melhor retorno das boas sementes que plantamos... Em cada fruto, um pouco de nós retorna para alimentar as necessidades de outros e de nós mesmos."

Obrigada, meu Deus!








E obrigada aos que trabalharam juntamente comigo para que esse sonho se realizasse, e obrigada às autoridades que acreditaram nesse sonho, e apostaram nele!

Bom fim de semana!!


Agora vamos descansar, né?! Ufaa! Rs.

6 comentários:

  1. Polly você é uma graça e linda e parabéns pelo trabalho encantador menina!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Você ta linda querida!!!!
    Projeto maravilhoso, parabéns! Deus cuide de você e dos seus... Bjs no coração
    Cris

    ResponderExcluir
  3. Parabéns...Sucesso é pra quem merece .É DIVINO como você fez da sua dor um objeto de ajuda ao próximo. Te admiro muito... Bj pra Vc e todos envolvidos nesse belíssimo trabalho .

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo trabalho que ele continue a alcançar os familiares que ainda sofrem pela adicção de seus familiares ...TMJ <3

    ResponderExcluir
  5. Excelente trabalho!!!! Parabéns Polly!!!!!
    Alguem sabe me informar o email da Polly?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir