sexta-feira, 10 de maio de 2013

Meu nome é codependente!



Passo as noites em claro
Choro todos os dias
Meus sentimentos mais comuns são o medo e a ansiedade
A incerteza também está sempre por aqui

Meus sorrisos são superficiais
E minha alegria se baseia na alegria do outro
Sinto-me cansada de ter o mundo em minhas costas
Mas, pareço necessitar disso para sentir-me útil

Não penso em mim
Não sei do que gosto ou preciso
Vivo em nome do amor ao próximo
Mesmo quando esse próximo me faz mal

Não tenho tempo nem vontade de cuidar de mim
Acho-me sem graça
Não gosto da minha companhia
Não dou importância aos meus assuntos

Prefiro solucionar os problemas alheios
Tentar curar coisas incuráveis
Salvar o mundo
Lutar pela paz mundial

Sou capaz de tudo
Cuido de todos à minha volta
Nunca digo 'não' a ninguém
Tenho o controle de suas vidas amarrado ao meu pulso

Mas, não me peça para fazer algo por mim mesma
Isso não consigo

Dói me olhar
Dói ficar a sós comigo
Encarar minhas falhas
Meus traumas
O meu 'eu'...

Um dia aprendi que não mereço amor
E acreditei nisso
Não consigo me dar um abraço
Nem me fazer um cafuné

Minha vida está desgovernada
Sinto-me perdida
Fraca
Exausta
Sem esperança...

Meu nome é CODEPENDENTE!

(Polyanna P.)


Se você se identificou com o texto acima, saiba que codependência tem recuperação! O fato de termos um familiar dependente químico não quer dizer que precisamos ser infelizes. 

Busque ajuda: Nar-Anon, Al-Anon, Amor Exigente, MADA, CODA.

Cuide-se bem! Você merece!

6 comentários:

  1. Oi Poly!
    Tenho andado sumida... Reta final de gravidez, sabe como é. Mas tenho orado bastante por vc e sua família, e pedido muita a força pra continuar.
    Tenho ótimas notícias: consegui levar meu esposo ao NA. Ele está limpo há 3 dias. É pouquinho, eu sei, mas já me enche de esperança. Ainda mais que desde que ele começou a ir às reuniões tem sido mais carinhoso e atencioso comigo. E está gostando de ir, o que é mais legal ainda.
    Estamos quase decidindo o nome do bebê, acho que ele vai ceder! rsrs
    Torço muito pela nossa vitória (minha, sua e das nossas companheiras de blog.

    Beijos a todas.

    ResponderExcluir
  2. Olha tive a nítida sensação de que vc me conhece e escreveu isso pra mim...
    Enfim quero dizer que me identifiquei com sua postagem porque estou passando por tudo isso e assim me reconheço nesse momento: Uma CODEPENDENTE.
    Fica com Deus e que ele te abençoe cada dia mais e mais.

    ResponderExcluir
  3. Oi Polly, sou esposa de um DPQ e é uma barra as nossas histórias,mas sei q Deus e nossa fé é muito para conquistarmos o impossível meu esposa está a quase três meses limpo,está em uma clínica e a saudade é muito grande,mas sabemos q assim é o melhor, abraços e bjs e muita paz e amor para sua família, Deus a abençoe.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Polly...È bem assim qu me sinto mesmo, hoje estou mto triste pois meu marido está longe de mim depois de uma recaida ele resolveu passar uns dias na casa da mãe dele...não sei se isso é bom mas ele quer tentar. Não sei o que pensar mas estou com medo dessa distancia...que Deus nos abençõe e nos de forças para lutas.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Plly... Mim identifiquei muito com tudo isso eu encontrei seu blog por acaso já ate mandei um email pra você contando mais o menos minha historia estou pensando em ir com meu marido no NA mais tenho medo que alguém de minha família descubra pois só minha Irma que sabe que meu marido é um DQ iremos marcar e vou procurar ajuda pra mim também mais no momento ta um pouco difícil pois estou grávida e na minha cidade não tem nenhum local que eu possa freqüentar pra procurar ajuda mais como to nos últimos meses assim que de vou tirar um tempo pra mim vou continuar acompanhando seu blog pois tem mim ajudado muito tenho Fe que no fim tudo vai acabar bem ta nossa vida.

    ResponderExcluir
  6. Me identifiquei, mas graças a Deus tomei consciência do meu problema e busco não responsabilizar mais as pessoas pelo meu sucesso.
    Obrigada por repassar os ensinamentos que aprendeu.
    Paz e Harmonia.

    ResponderExcluir