segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Lindamente imperfeitos!

 
 
É tão bom quando encontramos alguém "lindamente imperfeito",
assim como nós somos,
que nos tira o ar e faz acelerar o nosso coração...
Aquele que nos ensina a amar e a querer,
apesar de suas imperfeições,
e inclusive com suas imperfeições,
e talvez até por suas imperfeições...
Isso é amor de verdade...
Isso é aceitação...
E é com isso que sonhamos todos os dias:
apenas com alguém que nos aceite como somos,
e que nos ame apesar do que somos...
 
Polyanna P.

 
 

8 comentários:

  1. Lindo Poly, sinto tanto amor em suas palavras, sinto felicidade, realização!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ai que lindo poly! Realmente isso é amor de verdade, amar apesar de seus defeitos... muito lindo, é real.
    Bjus Saudades.

    ResponderExcluir
  3. Lindo Polyyyy, amei!!!

    Tati M. Lopes

    ResponderExcluir
  4. Parabéns mulher,vendo o seu blog que me deu forças pra continuar e fiz um blog também sobre esse assunto,então queria deixar aqui o link pra quem quiser entrar lá pode ficar a vontade,e queria poder trocar e-mails com vocês,quem sabe pra eu poder ler num momento de desespero e ter fé pra continuar,meu e-mail é giovanna.langue@hotmail.com e o blog
    http://sopormaishoje.blogspot.com

    Giovanna Langue

    ResponderExcluir
  5. OI Polly,

    Meu nome é Fabricia e moro em Feira de Santana na Bahia...tenho um irmão dependente quimico a mais ou menos uns 15 anos ele já se internou varias vezes em varias clinicas de recuperação e de 2012 para cá ele tem tido varias recaidas e o nosso (meu, dos meus pais e das minhas irmãs) sofrimento é tamanho que beira o desespero. Já não sabemos o que fazer, quem procurar, como agir, o que falar. Tá sendo muito dificil...e foi em meio a essa angusti que resolvi pesquisar no google alguem que tenha vivido uma situação semelhante e pudesse iluminar meus pensamentos. A minha família frequenta a igreja ele também é convertido...sei que Deus está conosco e ele tem livrado meu irmão...mas a cada dia q ele some é uma dor q parece q n ter fim.

    Desculpa se me estendi no comentário...mas precisava desabafar.
    Será q vc pode me ajudar?

    Desde já te agradeço.

    ResponderExcluir
  6. Olá Poly, no momento me encontro a espera de meu namorado que está internado faz 3 meses e saiu de ressocialização por 6 dias e voltou ontem. 6 dias perfeitos que nunca mais vou esquecer, nós, nosso filho, nossa família.
    Daqui 25 dias ele vai sair de vez, o medo me atormenta desde já, medo de chegar em casa e não encontrá-lo, medo de passar no trabalho dele e ver que ele não está, sofrer tudo de novo.
    Seu blog me ajudou muito nesse tempo todo e sua história é um exemplo.
    Agradeço por cada palavra que me confortou.

    ResponderExcluir
  7. Oi.querida que saudades de suas postagens...bjsJo.

    ResponderExcluir