quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Em busca dos meus sonhos...


Bom diaaaa!

Tudo bem com vocês?

Comigo tudo bem! Entrei o ano de 2013 bem motivada a mudar algumas coisas na minha vida...
 
Tenho me dedicado aos estudos novamente. Percebi que para obter mais sucesso e realização profissional só depende de mim mesma, do meu esforço, e estou centrada nisso. Afinal, meus objetivos profissionais são trabalhar meio período (para ter mais tempo com minha família e para mim mesma), ir para uma cidade mais tranquila, e obter a estabilidade financeira. Então me perguntei: “o que posso fazer para alcançar meus sonhos?” E é isso o que tenho feito...
 
Consequentemente, o blog ficou um pouquinho de lado, me perdoem. Mas, como sabemos, nossa vida é feita de ciclos. 
 
Após um ano e oito meses de postagens quase diárias, hoje me sinto a vontade para ficar mais ausente, pois já deixei a minha mensagem de amor, seja nas postagens do blog, no livro, nos e-mails respondidos ou nas mensagens de redes sociais.
 
Mas, com certeza, sempre que a vontade (e a necessidade) bater, estarei por aqui...
 
Quanto ao meu esposo, ele também está bem, graças a Deus. Limpo há 92 dias, ele tem lutado por sua recuperação...
 
Se é fácil? Não, não é. O dependente químico tem muitos obstáculos a vencer, até chegar à vida normal. E ele tem tentado.
 
Do meu lado, certamente requer paciência e compreensão. E somente amando ao meu esposo, e percebendo que também tenho os meus próprios defeitos a vencer, consigo aceitá-lo e querê-lo do jeitinho que ele é.
 
Conviver com um dependente químico acomodado em sua doença, para mim, é impossível, pois me devasta emocional, psicológica, física e financeiramente. Entretanto, quando olho para o meu esposo, vejo um guerreiro a lutar contra essa doença tão dolorosa, e isso me enche de forças para exercer o meu papel de apoiar, de entender, de ajudar... de amar.
 
Nesse momento, sinto nós dois em plena sintonia. Cada um ajudando no que lhe cabe para que a família se fortaleça em vários aspectos...
 
Tenho acompanhado a história de algumas companheiras de blog, muitas delas com recaídas ou períodos de ativa de seus amados. Algumas escolheram seguir suas vidas sem os adictos, diante das grandes dificuldades, e sei o quanto é doloroso tanto ir, quanto ficar. Por isso, queridas, saibam que estou aqui, orando por vocês. Se apeguem a Deus!
 
Eu creio que onde termina a Ciência, começa a fé. Eu creio em um Deus que nos faz felizes, mesmo quando as coisas ao redor não são perfeitas. Eu creio em um Deus que restaura famílias e amor. Eu creio em um Deus que liberta e cura. Eu creio que para Deus não há nada impossível! Não sou fanática, não deixo minha vida estagnada em razão da minha fé, e tenho os pés no chão quanto à doença do meu marido. Mas, vivo um dia de cada vez. Sou feliz com o que tenho hoje. Sou feliz pelas conquistas do meu amado hoje. Permito-me sonhar e acreditar em meus sonhos, ainda que quase ninguém dê credibilidade a eles. E, sobretudo, peço para Deus, a cada dia, sabedoria para concretizá-los.
 
Além disso, estou aprendendo a me valorizar e a valorizar as pessoas que estão ao meu lado, independente dos nossos defeitos.
 
Meu esposo é lindo. Me ajuda demais com os filhos, com a casa, e me faz crescer como ser humano. É inteligente. Caridoso. Ele me aceita e ama como sou. Para mim, ele é único e especial. Eu o admiro como homem e como ser humano!
 
E eu estou tão ocupada e feliz com minhas atividades no trabalho, na igreja, nos estudos, na elaboração do livro, curtindo meus três filhos, sendo esposa, enfim, vivendo minha própria vida, que não tem sobrado tempo para viver a vida dele... Acho que isso é a minha própria recuperação!
 
Lembre-se: “nada muda, se eu não mudar”...
 
Fiquem com Deus, queridas(os)!

Beijão!
Poly

6 comentários:

  1. Bom dia Poly ! Fico feliz por vc estar vivendo um novo ciclo na sua vida, tempos de paz, de alegria, dias normais! não é mesmo? Realmente vc deixou muitas mensagens de animo aqui, choramos com vc, rimos com vc, mas é como vc disse, a vida é feita de ciclos, fecha-se um e abre-se outro, assim é a vida ! Sinto muita serenidade nesse post, muita segurança em si mesma, uma mulher mais forte! Torço muito pra que vc realize seus sonhos, nos de noticias sempre que possivel!! bjs no seu ♥!

    ResponderExcluir
  2. Poly,
    Tão bom saber boas notícias...
    Suas palavras são sempre tão confortantes...
    Certamente, nós precisamos mudar para que o mundo ao nosso redor possa mudar tbm!

    E é isso que estou buscando, minha mudança, minhas curas.
    Bj, lindona.
    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Que linda postagem Polly....mto bom saber que vcs estão sintonizados, cada um fazendo sua parte..vcs merecem toda essa tranquilidade e felicidade....
    Eu continuo torcendo por vc aqui...e sempre que puder venha sim nos contar como vc está...sua experiência de vida nos fortalece e à mim ajuda muito....vc nem faz ideia!!
    Meu marido está limpo e em tratamento há 18 dias...sinto um vazio enorme desde o dia que eu o deixei na clínica...deve ser normal esse vazio né?
    Eu vi a kell falar sobre isso ontem e andei refletindo...realmente eu continuo com abstinência dele!! É duro lidar com tantos sentimentos conflitantes...mas estou conseguindo aos poucos me desligar!!
    Te amo, que Deus continue lhes abençoando!! TMJ

    ResponderExcluir
  4. É isso ai, Poly!!
    Bons momentos pra voces!!
    Abração e TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito exemplo de mulher forte!
    Não estou conseguindo lidar com um problema parecido...
    Horas me dá uma força sobrenatural e acredito que tudo voltará a ficar bem, em outras, como hoje, me revolto tentando achar os "porquês" da vida, me enfraqueço, perco a fé...
    Difícil demais ver pessoas que amamos sofrerem por causa de uma outra pessoa...

    ResponderExcluir