terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Detalhes...


Olá, queridas (os)!

Tudo bem com vocês?

Já estamos em dezembro! Hoje é dia 04/12, e agora são 00h51min. 

Só por hoje, meu esposo está limpo há 41 dias!

"O coração do homem planeja o seu caminho, mas o SENHOR lhe dirige os passos..." (Pv 16:9).

Gosto muito dessa passagem da Bíblia, porque ela é muito real. Nem tudo sai sempre como planejamos, e quando os nossos planos se frustram, cabe a nós reclamar ou agradecer, acreditando e confiando que há Alguém maior do que nós no comando: Deus!

Como eu havia dito, estava tudo certo para a minha realização de um concurso público no sul de Santa Catarina. De sexta para sábado, fiquei até às duas horas da manhã arrumando as bolsas das crianças e as minhas, acertei com a babá para vir ficar com meu filho do meio, havia estudado bastante, tudo combinadinho com a família lá no sul... Então me lembrei de imprimir os bilhetes eletrônicos que havia recebido por e-mail. Para a minha surpresa, na caixa de entrada havia um comunicado de suspensão das provas, que seriam no domingo. Segunda vez que esse concurso é cancelado.

Confesso que meus primeiros sentimentos foram de decepção e tristeza. Ao meu ver, a nossa ida para lá me ajudaria em muito, e ao meu esposo também. Afinal, não estaríamos mais sozinhos. Entretanto, eu havia orado muito entregando essa questão nas mãos de Deus, e percebi que Ele certamente sabe o que é melhor para mim e para a minha família, bem como a hora certa das coisas acontecerem. Então simplesmente agradeci, e mudei de planos.

Cancelei as passagens, e o legal é que já fiquei com o crédito para a ida a São Paulo, ao nosso I Encontro Laços ADQ, em janeiro!

Então, como era sábado, aproveitei a babá, deixei meus dois filhos mais velhos em casa, e levei apenas o bebezinho comigo para a visita do papai na instituição.

Eu havia ligado para o diretor do instituto avisando que estaria na visita, mas tinha certeza que ele não avisaria ao meu esposo (eles nunca avisam nada). Quando cheguei, vi a surpresa no rosto dele, e um pouco de desapontamento, afinal, ele também gostaria que desse tudo certo para a nossa ida.

“Deus sabe de todas as coisas! Eu orei tanto, que esses voos de ida e volta estão super abençoados.” Ele disse sorrindo.

Após a visita, mais uma mudança de planos. O diretor nos chamou em sua sala, nos deu algumas informações, e disse que meu esposo poderia vir para mais um fim de semana em casa. Imaginem a alegria do casal!!!

Como sabemos, cada um é cada um, e o tratamento da dependência química não segue regras gerais, exatamente porque ainda não se sabe o que é que dá certo pra todo mundo. No caso do meu esposo, as vindas para casa, até então, só têm ajudado em sua recuperação.

Além disso, o Psiquiatra acertou sua medicação, e o percebi bem melhor.

Daí, tivemos um fim de semana muito agradável...

Ele me paparicou tanto! Imaginem que fomos tomar sorvete com as crianças, e o nosso caçulinha, de repente, avançou na minha taça e roubou a minha cerejinha (e eu amo cerejas!). Continuei ali rindo da cena, conversando com minha filha, quando meu esposo se levantou, foi ao balcão, e voltou com uma taça contendo cinco cerejas pra mim... Sabe, esses detalhes fazem toda a diferença!

Fomos juntos à igreja. Cozinhamos juntos. Fomos à reunião aberta do NA. Conversamos muito. Oramos juntos.

A ajuda dele no cuidado das crianças foi fundamental, principalmente com o bebê que está com crise de alguma coisa que se parece com pneumonia.

As três da manhã, com uma mão ele lhe fazia a nebulização, e com a outra me fazia um cafuné, enquanto eu estava “desmaiada” no sofá, exausta por conta do baby...

Detalhes, grandes detalhes...

Uma coisa que eu não esperava, está acontecendo: meu esposo está lendo o livro Amando um Dependente Químico – Dias de Dor. Eu nunca o pedi para ler. Sempre respeitei o seu distanciamento do blog e do livro, e entendia o seu receio de lê-los. Mas, ele decidiu conhecer o meu lado nisso tudo. E já passou da página cem.

“Amor, eu não sabia o que você vivia. Às vezes sinto culpa quando estou lendo, outras vezes tristeza. É engraçado que eu mesmo fico torcendo para que eu volte para casa ao final de cada capítulo! Amor, me perdoe por favor!”

E, pela primeira vez, conversamos sobre vários trechos do livro, vários momentos de dor, e fizemos reparações importantes um com o outro.

Conheço ao meu esposo. As justificativas e o egoísmo mostram quando ele está na fase da contemplação. Graças a Deus, só por hoje, acredito que ele tenha conseguido voltar para o estágio da ação. (Clique aqui e entenda mais sobre esses estágios).

Segunda-feira cedinho ele voltou ao instituto. E eu estou aqui, cuidando da vida aqui fora, enquanto ele luta contra a sua doença. Qual é o lado mais fácil? Sinceramente, eu não sei. Não existe lado fácil. Nem culpados, nem vítimas. Apenas cúmplices, parceiros... Companheiros!

Agradeço a Deus por me dar, a cada dia, um pouco mais de aceitação sobre aquilo que não posso mudar. E também por conseguir viver os meus dias com alegria, e não mais na ansiedade de dias futuros.

Realmente não sei se ele nunca mais usará drogas. Não sei se amanhã ele mudará de estágio novamente. Não sei. Mas, sei que só por hoje, está tudo bem. Só por hoje, amei e fui amada. Só por hoje, ele escolheu a sua recuperação. E, só por hoje, eu sou a mulher mais feliz desse mundo!

Queridas, tenho lido as partilhas de muitas de vocês, via email e facebook. Não nos esqueçamos de que o foco da nossa vida deve estar em nós, e de que precisamos cuidar da nossa própria recuperação. Ao nosso adicto somente podemos amar, afinal nada do que façamos o levará a se “curar”, não temos esse poder, então apenas entreguemos isso nas Mãos de Quem pode, e descansemos!

“Se olhar para mim de forma clara e honesta em relação às minhas circuntâncias presentes, verei que posso ainda escolher ser feliz e grata, não tendo que me tornar uma vítima da autopiedade...” (CEFE, pág. 150)

7 comentários:

  1. Que maravilha que vcs estão bem e os DOIS firme e forte na recuperação...PARABÉÉÉNS
    A acrescentar...Meninas lembrem da oração da serenidade...dessa partezinha..que as vezes nos falta...CORAGEM PARA MUDAR AQUILO QUE POSSO...O QUE VCS PODEM E DEVEM MUDAR HEIM?
    BJU

    ResponderExcluir
  2. Bom dia querida amiga!!

    seu marido está na melhor fase né, a da recuperação, vc está muito mais serena, apesar dos contratempos do dia a dia, percebo sua serenidade a lidar com tudo e sozinha...Isso realmente é aceitar as coisas que não se pode mudar, e viver o só por hj !! Suas postagens me deixam muito animada, pois consigo olhar o lado positivo e encarar a vida com mais alegria...Semana passada eu disse que vc é nossa madrinha, o "nossa" eu disse por minha conta, mas na verdade eu tenho vc como minha madrinha, lendo seu post logo de manhã me deu um gás enorme, pq hj tenho muitas coisas pra resolver ao mesmo tempo, fora os afazeres da casa e os filhos, mas só por hj eu vou dar conta de tudo !!! beijo madrinha !! te amo !

    ResponderExcluir
  3. Ahh por isso que vc andou sumida...rsrs....parabéns pelos bons momentos que vc e sua família estão vivendo....vcs merecem cada um deles!
    O seu marido estará logo na sua casa....prepare-se...rsrs;....o padrinho do meu marido, na segunda internação, ele ficou apenas um mês!
    Polly, viva esse momento gostoso com seu amor!!Fiquei surpresa em saber que ele está lendo seu livro...será positivo pra relação de vcs sim!! Ele vai é rir com o próximo livro....naquele post divertidíssimo que foi pro além, mas eu dou risada até hj quando me lembro...."Polly doidinha" kkkkkk TMJ bjss!!!

    ResponderExcluir
  4. Que alegria amiga ! Estou muito feliz por vocÊs pois vejo que vcs estão muuito bem ! Isso é ótimo , é lindo !!!
    Deus abençoe você e sua familia !!
    tamo juntass, beeijo

    ResponderExcluir
  5. Sua partilha muito me ajuda porque tenho muita dificuldade em lidar com esses momentos de reparação dele em que ele fica lembrando do passado e pedindo desculpas, eu não queria lembrar, mas agora entendo que realmente é necessário!
    Obrigada Poly!

    ResponderExcluir
  6. Felicidades sempre! Amo Vocês! :*

    ResponderExcluir
  7. Passando aqui para te desejar bons momentos...se bem que já estás desfrutando deles...rsrrsrsr
    Abração, minha querida!
    TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir