terça-feira, 27 de novembro de 2012

Nossa Querida Bia!


Prestem muita atenção nessa história.
 
Em 13 de janeiro deste ano, recebi um e-mail que tocou muito o meu coração, por ver quantos obstáculos uma jovem menina de apenas 17 anos estava enfrentando. Tive muita vontade de abraçá-la.
 
“Oi Poly, meu nome é Bia e tenho apenas 17 anos. Meu namorado é um adicto. Descobri isso há quase um ano. Quando soube foi muito difícil para mim. Eu não sabia o que fazer. Com medo de perdê-lo, no começo eu aceitei, depois comecei a ficar contra porque via que aquilo não era bom para ele nem pra mim. Eu sofria muito com a situação. Ele me enganou muito quando ainda estava na ativa. Eu só chorava e me culpava por não saber como ajudá-lo, por não saber o que era certo a se fazer. Graças a Deus hoje ele está internado e limpo há 59 dias. Quando descobri a internação dele fiquei muito mal, pois sabia que ia ficar longe dele, mas eu sabia que era a melhor coisa a se fazer. Ele já usava de tudo e por muito pouco não entrou no crack. No primeiro mês de internação eu sofri demais com a distância, eu não tinha notícia nenhuma e ficava muito aflita. Acabei descobrindo que ele me traia também e foi aí que eu tomei a decisão de terminar com ele, eu não aceitava traição. Eu já era obrigada a aceitar tudo o que ele tinha feito para mim, e agora ter que suportar a distância, mas traição não. Foi quando minha mãe decidiu me levar no médico porque eu estava com depressão. Fiz alguns exames e acabei descobrindo que estava com Leucemia. Além de passar por tudo isso com meu namorado, ainda tinha que aceitar que eu estava doente também. Quando meu namorado ficou sabendo da minha doença e que eu estava internada, pediu autorização para o pai dele e para o dono da clínica onde está internado para que pudesse ir me visitar no hospital. Eu ainda estava decidida a terminar com ele, agora eu tinha a minha doença para tratar, e não podia mais ficar correndo atrás dele. Mas quando ele chegou no hospital, lágrimas escorrendo pelos seus olhos, me pedindo mil desculpas por ter feito tudo aquilo comigo, e por agora, na fase mais difícil da minha vida, ele não estar ali do meu lado, eu não resisti. Eu o perdoei. Hoje por conta da minha doença ele foi autorizado pelo dono da clínica para me ver uma vez por semana, se isso não fizer mal para ele. Mas pelo contrário, a cada dia de visita ele diz que as forças dele se renovam e dá mais vontade de se tratar para poder ficar comigo e cuidar de mim. A parte ruim é que eu não posso desabafar com ele como eu fazia antes, não posso contar como anda o meu tratamento porque qualquer coisa que eu falar, poderá fazê-lo desistir da internação para ficar comigo, e eu não posso fazer isso com ele, ele precisa se cuidar. No finalzinho de 2011 ele me pediu em casamento, mas com uma condição, que eu espere ele se firmar aqui fora, esperar para ver se ele não vai ter nenhuma recaída. Quando ele fez o pedido e colocou essa condição eu fiquei mega feliz, era tudo o que eu queria, eu o amo demais e com certeza eu quero ficar com ele. Mas aí eu encontrei seu blog, li suas histórias e de outras mulheres, e vi que a recaída é o pior pesadelo de todos nós, e é um pesadelo que pode se tornar realidade, não é impossível. Agora eu estou com muito medo, o que eu faço Poly? Eu estou doente, não posso deixar meu problema de lado, mas eu não sei como seria se ele tivesse uma recaída. Eu quero viver o só por hoje com ele, mas eu me sinto 'obrigada' a pensar no meu futuro. Hoje ele está super bem na clínica, está super confiante, mas eu imagino que todos que estão internados se sentem assim e pode acontecer de terem uma recaída quando vierem para o mundo real. Eu não quero e não posso terminar com ele, mas eu preciso de um companheiro que fique do meu lado porque agora eu também sou uma doente que precisa de cuidados, eu tenho muito medo que ele recaia e me deixe sozinha. Poly, eu vi toda a sua superação, todas as suas lições de vida para uma codependente, por favor tente me ajudar também. Talvez o meu caso seja um pouco diferente do que você já viu até hoje, mas eu preciso de uma ajuda. Não posso ir aos grupos do Nar-Anon por conta da minha doença que me restringe a algumas coisas, e às vezes, sem estar programada preciso internar para as sessões de quimioterapia... Obrigada, só por desabafar já é um grande alívio. Você e seu blog têm me ajudado muito, o blog já faz parte da minha rotina. Eu desejo toda felicidade do mundo para sua família, já inclui você e seu marido nas minhas orações e se Deus quiser um dia tudo isso vai acabar. Assim espero que seja comigo também. Um grande beijo. Bia.”
 
Em resposta, fiz a postagem O Fantasma da Recaída, em 14 de janeiro, cujo finalzinho dizia: “... saibam que podem fazer escolhas sobre suas vidas, mas, que essas escolhas nem sempre te oferecerão um termo de garantia. Portanto, escolham aquilo que lhes faça felizes, e só...”
 
Depois disso nos falamos mais uma vez por e-mail. Ela sempre preocupada com a recuperação do seu namorado. De fato, era muito amor.
 
Em 22 de setembro, foi divulgado o resultado da Promoção Me Amar de Verdade, do Blog, se lembram? Eu nem imaginava que a Bia que havia sido sorteada, era a mesma daquele e-mail do início do ano. Somente hoje, checando os e-mails dela para fazer esse post em sua homenagem, descobri que era a mesma pessoa. Vejam como Deus faz as coisas!
 
A Bia havia me enviado um e-mail para participação na promoção no dia 10 de setembro, e no dia 22 do mesmo mês informei que ela havia sido a ganhadora, e solicitei o seu endereço para o envio do prêmio.
 
Em resposta, ela me enviou as seguintes palavras:
 
“Poly, não acredito! Eu ganhei mesmo?? Obrigada de verdade. Você não tem noção de como eu estava realmente precisando de um presente assim. Muitas vezes deixo de pensar em mim para pensar no meu adicto, mas agora vou ter muito tempo na frente do espelho pensando só em mim... kkkkk”
 
Minha resposta foi: “hahaha... Sortuda! Ganhou sim, de verdade! Tentarei postar o seu prêmio amanhã. Com essa greve dos correios não sei se a agência está funcionando, mas assim que eu enviar, te passarei o código de rastreamento. Parabéns! E fique ainda mais linda! Bjão!”
 
A Bia em nenhum momento mencionou sua doença ou sua história para se beneficiar. Tenho certeza que o Poder Superior a escolheu naquele sorteio... Eu realmente não tinha a menor idéia do que ela estava vivendo naquele momento.
 
No dia 11 de outubro, lhe enviei um e-mail perguntando se ela havia recebido a maquiagem e se havia gostado. Somente ontem fiquei sabendo que ela faleceu no dia 09 de outubro.
 
Fico feliz por ter proporcionado à Bia alguns momentos felizes, com a maquiagem, com o blog e com o livro.
 
Fiquei sabendo do seu falecimento por meio do seu namorado, que me enviou um e-mail, antes de ontem.
 
“Oi, Poly. Gostaria muito da sua ajuda... Sou um dependente químico e minha namorada seguia o seu blog e você até postou a história dela. A Bia tinha leucemia e faleceu no dia 09/10/2012. Eu estava internado por causa de uma recaída. Fiquei quarenta dias na clinica. Quando a visitei no hospital, ela estava internada, muito inchada e entubada, inconsciente, mas mesmo assim eu fiquei o dia todo falando no ouvido dela, mesmo sem resposta. Uma hora da manhã, eu estava dormindo na clínica, quando o monitor me acordou. Era meu pai com a notícia. Meu mundo acabou. Amo ela demais! Só por hoje estou limpo há 02 meses e 27 dias. Ela comprou seu livro, leu metade, e nas cartas me disse que estava se identificando demais... Hoje está muito difícil, mas não usei só por hoje...” L.B.
 
Queridas, que a Bia deixe o seu exemplo para nós. Ela foi amor até o fim. E ela fez a escolha que considerou ser a melhor para a sua vida, e a que a faria mais feliz.
 
“Obrigada, Poly! As palavras do post O Fantasma da Recaída me fizeram tomar uma decisão. Assim como meu namorado decidiu ficar ao meu lado nesse momento difícil da minha vida, eu decido ficar ao lado dele também. Não somos casados (ainda), mas eu acredito que quando se ama de verdade, tem que viver juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Não é mesmo? Então eu tomei a decisão de viver com ele o só por hoje, sem pensar no amanhã! O nosso futuro a Deus pertence, Ele sabe de todas as coisas. Sabe também o tamanho do fardo que podemos carregar, os nossos limites. Não vou ficar sofrendo antecipadamente por uma coisa que eu nem sei se vai acontecer mesmo. Graças a Deus meu namorado está limpo, só por hoje, e eu vou me alegrar com isso! Beijos. Bia.”
 
Sem palavras...
 
Muito obrigada, Bia, por me mostrar que o mais importante é viver no “só por hoje”, afinal, isso é tudo o que temos realmente. Obrigada por me dar uma lição de superação, de perdão, de amor e de fé! Sua história ficará aqui registrada, e em nossos corações também!
 
 

17 comentários:

  1. Sem palavras mesmo! Um grande exemplo para nós! Obrigada meu Deus por mais esse dia! Só tenho a agradecer, apesar de tantas coisas! SPH!

    ResponderExcluir
  2. História triste e linda ao mesmo tempo. Uma história pra aprendermos a dar valor pra nossa vida, pensarmos mais antes de reclamar de coisas pequenas. Ela fez a escolha que acho melhor para ela, e foi o que deixou ela feliz naquele momento. Não devemos ficar nos preocupando no amanhã, no que pode vir, e sim no que estamos vivendo HOJE.

    ResponderExcluir
  3. Uma lição de vida....que a Bia possa descansar em paz e que seu tão amado namorado continue firme em sua recuperçao...

    ResponderExcluir
  4. Nha que exemplo pra gente né? =( Puxão de orelha fator máximo! Vamos viver o só por hoje... Vai com Deus Linda Bia!

    ResponderExcluir
  5. Ao mesmo tempo que é uma história que me deixou com lágrimas no olhos e um aperto no coração...
    Não deixa de ser uma história linda!
    Hoje a Bia é um anjinho, e com certeza está lá no céu olhando e cuidando do seu amado!!!

    ResponderExcluir
  6. estou me descabelando de tanto chorar!!
    Desejo do fundo do meu coração que o amor da vida dela continue com o programa do só por hoje, que realmente funciona!!
    Sem mais palavras, TMJ

    ResponderExcluir
  7. Não consigo parar de chorar... que este anjo guie seu amado e que ele sinto o quanto foi amado pela Bia!
    Sem palavras...

    ResponderExcluir
  8. Ai Polly, tô chorando muito aqui... Agora, vamos orar pela recuperação dele, ela merece isso!!!

    ResponderExcluir
  9. Força ao namorado da Bia que agora tem um exemplo grande de que devemos viver com amor e coragem dia após dia, pois realmente não sabemos o dia de amanhã!
    Muitas lágrimas...

    ResponderExcluir
  10. Mensagens via facebook:

    “Linda história....triste, angustiante.... Fazia meses que eu não chorava assim!! Eu me lembro do post dela, do primeiro...mas graças ao PS o amado dela está em recuperação e ela está cuidando de todas nós aonde estiver!! Obrigada por partilhar esse tesouro com a gente!!” TMJ – L.D. ♥

    “Nossa, sem palavras aqui!” J.S. ♥

    “Um dos posts mais difíceis de escrever...” Poly P. ♥

    “Q história linda!! Sem palavas... Me emocionei... Ela foi só amor!!” Su ♥

    “Linda história, um grande exemplo!!!” M.L. ♥

    “Sem palavras Poly, uma verdadeira lição de vida! Tava precisando disso...” C.T. ♥

    “Chorei... Que história né...” S.M. ♥

    “Lição de vida, realmente!!” T.W. ♥

    “Chorei até e eu precisava muito ouvir tudo aquilo, ela foi um exemplo pra todas nós. Obrigada. Bj.” Ju. ♥

    “Sem palavras...” A.M. ♥

    “E pra quem reclama da vida... Tenho certeza que o Universo está mais belo querida Bia, você o está iluminando e conte conosco aqui, não vamos desistir da recuperação do LB...” ♥

    ResponderExcluir
  11. L.B.

    Conzerteza a bia sempre foi forte mesmo nos dias mais difíceis mais nunca perdeu sua fé em deus nunca desanimou bia obrigado por ter me ensinado tanto e esta conzertesa ajudando muita gente com a sua historia te e sempre vou te amarr!! noivo da bia..

    ResponderExcluir
  12. Chorei aqui,linda,emocionante e comovente essa história que o DEUS da vida a abençoe aonde ele estiver e que seu namorado possa continuar lutando por sua vida sempre seguindo o exemplo da sua amada um dia de cada vez!!Bjos Poly fica com DEUS!

    ResponderExcluir
  13. Chorei......
    Eu estou começando nesse mundo...
    Meu esposo foi internado no dia 13/12/13....estou completamente perdida, mas esperando no senhor, afinal ele sempre foi meu pilar.
    Sou soropositiva e ele negativo.
    Devido a sua doença ele expôs a minha para todo mundo que podia, traindo a minha confiança..pois esse era um segredo que nós tínhamos jurado levar para o tumulo.
    Eu sofri muito na mão dele, por que ele sempre ameaçava contar para todos, apanhei e o pior de tudo, depois que ele foi internado descobri que ele me traiu.
    Fico lendo esse blog e pensando, será que vale a pena esse amor ? eu o amo demais e quero vê-lo bem, mas fico preocupada até onde vou aguentar...Até agora não tinha encontrado ninguém que falasse que tinha sido traída, por isso fiquei muito preocupada se o meu caso era diferente....sei lá, tentando descobrir o que Deus me preparou

    ResponderExcluir