quinta-feira, 18 de outubro de 2012

A negação.

Bom dia! Tudo bem com vocês?
 
Por aqui, tudo em paz, graças a Deus.
 
Meu esposo segue limpo há onze dias. E, só por hoje, ele está bem, está no trabalho. Aliás, ele tem trabalhado todos os dias (plantões de 12 horas) para não ficar em casa ocioso. Isso o impede de pensar no problema, mas infelizmente não resolve o problema. Em algum momento ele terá que parar e olhar para dentro de si mesmo.
 
Aquele mau humor e apatia passaram. Ele está feliz com suas conquistas, e voltou a ser carinhoso (ainda bem!).
 
Entretanto, hoje, ele desabafou:
 
“Ai, estou cansado dessa história de doença! Preciso tomar é vergonha na cara. Trabalhar. Seguir minha vida!”
 
Quando ele falava isso no passado, eu me alegrava, pois pensava que era um bom sinal. Com o tempo e o aprendizado, descobri que isso nada mais é do que a própria doença da adicção em uma de suas características: a negação.
 
Vocês já devem ter escutado frases do tipo: “Quando eu quiser, eu paro.” “Não preciso de internação, vou conseguir.” “Não é tão grave assim.” “Essa foi a ultima vez.”  
 
Sei que quando o meu esposo diz que quer sair dessa vida, é sincero. Entretanto, por vezes, a doença o faz fechar os olhos para o problema e para o tamanho do problema. O faz ter a sensação que pode conseguir sozinho. O faz pensar que não precisa de tratamento ou de ajuda, que basta levar uma vida normal. Mas, infelizmente, a realidade é diferente. Ele tem uma doença, e precisa sim de tratamento. Esse tratamento por vezes é médico, outras vezes é em grupo de apoio, e em outras vezes na igreja. Seja onde for, tem que ser levado muito a sério. O mesmo empenho que eles têm para conseguir drogas deve ser usado para conseguir a recuperação, só assim dará certo.
 
“Amor, você cuida de doentes todos os dias. Já pensou se um deles arrancar o soro e a sonda e disser: estou cansado dessa história de doença, vou pra casa? Graças a Deus, a sua doença lhe permite levar uma vida normal, mas precisa sim de tratamento, sempre. Mas, isso é com você.” Foi minha resposta.
 
Graças a Deus, parece que ele caiu em si quanto à negação que está tentando cegá-lo mais uma vez.
 
Acho que amanhã ele irá passar o dia no Instituto. Vamos ver. Um dia de cada vez. Só por hoje, está tudo bem. Mas, está faltando tratamento. Ir ao NA de vez em quando não é suficiente para ele, e ele tem ciência disso.
 
Fiz o meu papel de esposa. Agora é com ele. Desligo-me e sigo com minha vida.
 
Para quem não tem facebook, vou deixar a imagem que postei hoje pela manhã... Isso é tudo o que precisamos aprender: VIVER... E deixar que eles vivam a vida deles. Soltá-los de nossas mãos e entregá-los nas mãos de Deus. E assim, livres desse fardo, encontrar o nosso próprio caminho de recuperação e felicidade, a cada dia.
 
 
Beijos no coração!

6 comentários:

  1. OLÁ QUERIDA AMIGA!!
    TENHO CERTEZA QUE DEUS USOU SUA BOCA NAQUELE MOMENTO,PARA DAR AO SEU ESPOSO UMA RESPOSTA TÃO SÁBIA...PARABÉNS... EXCELENTE COMPARAÇÃO!
    REALMENTE ACONTECE EXATAMENTE DA MANEIRA COMO VOCÊ POSTOU AMIGA ,INFELIZMENTE ESSA DOENÇA OS CEGA SIM,E COMO ESTA DOENÇA É TRAIÇOEIRA AMIGA...
    ADOREI O POST E A CADA DIA APRENDO MAIS COM VOCÊ.
    PARABÉNS PELA SUA SERENIDADE!!!
    MUITA PAZ PARA VOCÊ E TODA SUA FAMÍLIA!
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  2. Sabe Polly o q eu acho engraçado em nós codependentes...já reparou que mesmo nos desligando o máximo que conseguimos..o nosso humor...acaba sendo afetado pelo humor deles...rs..assim como vc quando deu essa resposta inteligentissima pro seu marido..e percebeu nele...q ele se mecheu..seu humor deu uma animada...assim tb com quando meu marido da esses sinais...eu tb me animo..isso fica claro na forma com que escrevemos nossos posts...rs..ai já..quando eles acabam tendo atitudes contrarias como a da negação...quando estão cegos..até conseguimos seguir nossas vidas, atividades, sorrimos, brincamos...mais aquele brilho..aquela leveza de viver a vida..não é a mesma né...rs...pq no fundinho...bem no fundinho..ainda misturamos esperança com expectativas...quando eles dão um passo em pro da recuperação...a gente faz como uma torcida empurrando o time...rs..se anima..e ja criamos algumas expectativas..mesmo tentando não criar...quando eles param ou andam pra trás a gente desanima junto e ai sim colocamos somente a esperança sem expectativas...pq aprendemos que não podemos fazer nada...como é dificil encontrar o TAL EQUILIBRIO...ai a gente coloca o Só Por Hoje...rs...e assim vamos seguindo....vivendo..mais pelo menos eu...ainda não consigo desligar totalmente...total total mesmo...e acho que nunca vou conseguir enquanto estiver com ele..vamos ver o futuro a Deus pertence...e que maravilha que seu esposo quiz dar esse passo pra frente...torço muito pra que eles consigam se manter firme caminhando SEMPRE...bjsu e fica com Deus

    ResponderExcluir
  3. Que bom que Deus tem te dado toda serenidade necessária pra enfrentar essa fase minha amiga!!!
    Estarei torcendo pra seu marido ir pro Instituto!
    Vai ser muito bom ele passar nem que seja apenas um dia lá, vai fazer ele se apegar melhor na recuperação dele...

    TamuJuntas!!! Tenha um ótimo dia!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Polyanna! Entre em contato com a ONG Viver para a Vida. Estamos no seu face.

    ResponderExcluir
  5. Que bom ver que você consegue entregar nas mãos de Deus e viver pra você. Nem que seja um pouco.
    Sabe, isso que li me deu forças pra cada vez mais eu conseguir olhar pra dentro de mim. Não perco as esperanças mas sou um ser humano...as vezes fraquejo.
    Como meu namorado ficou quase 1 ano limpo e agora recaiu, me vi novamente em toda aquela angustia que eu achava que havia diminuído... ela apenas estava dormindo. Trabalhamos juntos e não consigo nem sair para ir fazer a unha com medo de que bem neste momento ele saia e perca o controle... preciso mudar isso, colocar nas mãos de Deus TODOS OS DIAS. Minha Fé é forte e sei que vou conseguir!!
    Força pra você também e parabéns pela mulher que é!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. é isso Polly viva e deixe viver...
    Cada um tem direito de fazer suas escolhas,que DEUS ilumine sua família amada,bjos

    ResponderExcluir