terça-feira, 4 de setembro de 2012

Você tem medo de quê?



Bom dia!

Seis horas da manhã deste 04 de setembro, terça-feira.

Meus pucuxos ainda dormem, e o maridão já foi para o trabalho.

Ontem tivemos um dia feliz e triste ao mesmo tempo. Feliz porque minha princesinha fez treze anos, e juntos comemoramos e agradecemos a Deus. Ela é um presente! Tranquila, meninona, alegre... Linda, linda!... 


Apresentação de Ginástica Rítmica da minha princesa! Parabéns, filha!


E triste porque logo pela manhã recebemos a notícia da recaída de um companheiro que estava limpo há mais de um ano e meio. Um jovem de mais ou menos vinte anos. Ele estava tão bem da ultima vez que o vi, vai entender essa doença!

Meu esposo ficou assustado e triste com a notícia. O medo é inevitável nessas horas...

Medo, medo, medo...

A maioria das mensagens que recebo das leitoras fala dele: medo dele um dia recair, medo dele não voltar para casa, medo dele sair da internação, medo dele perder o emprego, medo dele morrer, medo dele ser preso, medo de não aguentar, medo do que os outros vão pensar, e por aí vai.

O interessante é que esse sentimento perturbador que nos tira o bem-estar, na maioria das vezes está fundamentado na antecipação de coisas que talvez possam acontecer ou não, ou seja, apenas na nossa imaginação (se, se, se...).

Quando relembro meus momentos de pânico diante da adicção do meu esposo, percebo que o medo do que poderia acontecer me assombrava muito mais do que o que realmente acontecia.

Então o que fazer para nos livrar disso?

Vamos viver no SÓ POR HOJE! Desligue-se do que poderá vir amanhã. Não pense demais no que poderá acontecer. Deixe o depois para depois. Viva o agora! Agradeça pelo agora! Seja feliz agora!

E se em algum momento esse medo começar a inundar o seu coração e mente, pare tudo, respire fundo, concentre-se e eleve o seu pensamento a Deus. Entregue para Ele os seus temores, e confie. Saiba que Ele cuida de você e do seu amado dependente químico também.

Ontem, e em várias outras situações é isso o que eu faço. E assim, minha força e minha fé podem ser renovadas.

Realmente somos impotentes e pequenos diante da adicção de quem amamos. E isso dói e assusta. Só nos resta admitir nossa impotência, entregar o problema a Deus, e nos desligarmos dele. Gente, não tem outra forma de viver ao lado de um dependente químico. É praticar o desligamento ou viver na insanidade, temos esses dois caminhos.

“É isso que nos leva a fazer a maioria das coisas que nos prejudicam; é a substância da qual a preocupação e a obsessão se alimentam. É o medo em sua pior forma...” (Co-dependência nunca mais)

“Não posso decidir por ele. Não posso carregá-lo no colo. Não posso fazer nada. Apenas confiar em Deus. Amanhã deixemos para amanhã, não é mesmo? Só por hoje, quero viver bem e serenamente, sem os fantasmas do medo e da angústia a me rodearem.” (Amando um Dependente Químico – Dias de Dor)

“Embora a minha vida esteja longe de ser perfeita, hoje ela é muito mais controlável. Não sei o que acontecerá, sei apenas que há um poder amoroso no qual posso confiar para cuidar de mim. Quando começar a ter pensamentos insanos lembrarei de me soltar dos meus medos e ser livre.” (Compartilhando Experiência, Força e Esperança)

Só por hoje meu esposo está limpo há 11 meses e 05 dias! Obrigada, Deus!

Feliz terça-feira, amigos!

5 comentários:

  1. Nao tem nada melhor que Deus pra cuidar de nossa familia, tem coisas que foge de nossas maos e aí temos que por nas maos do Senhor, confiar e descansar!

    Um bom dia pra vc Poly!

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Emily! Tenha um excelente dia, querida!
    Bjo no seu coração!

    ResponderExcluir
  3. É verdade, o medo das coisas que podem vir a acontecer é o que mais nos deixa na paranóia, pois a partir desse medo começamos a arquitetar situações que algumas vezes acontecem somente em nossa cabeça, despertando sentimentos de raiva, rancor e tristeza.
    A fé em Deus é o mais importante, Ele é o único que nos dá certeza da sua eterna companhia, da sua eterna confiança. É Ele, mais do que ninguém que NUNCA desistirá nem dos nossos companheiros e nem mesmo de nós.

    ResponderExcluir
  4. Nhai... todas sâo lindas, fiquei tentando advinhar qual era sua gatinha! =)
    Tomara que o amigo de vc's reencontre o caminho da recuperação
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. primeira x que visito seu blog e me encontrei muito aqui...hoje meu esposo está a 111 dias limpo, graças a Deus, mais ja estou tomada pelo medo, pois vejo a adicção se manifestando aos poucos...Deus nos ajude.

    ResponderExcluir