quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Reportagem do Jornal SBT Brasília!

Olá, queridos! Bom dia!


Vejam a reportagem exibida no Jornal SBT Brasília de 17/09/2012.

Muito obrigada à leitora e amiga Leiliane que me ajudou a postá-lo!

Um grande abraço!
Mais tarde voltarei para postar...

E a promoção Me Amar de Verdade acaba amanhã, hein?! Participem!

13 comentários:

  1. Não deu de ver o video =/, aqui no serviço é bloqueado rss... amei teu post anterior, tbm sinto esse desejo de continuar ao lado do meu amado, o problema poly é minha família, mas sei que não posso ficar o resto da vida de baixo das asas dos meus pais, uma hora tenho que decidir oq eu quero para minha vida!
    Sucesso sempre amiga
    depois passa lá no meu blog!
    tamujuntas
    Beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jézinha, eu já disse que entendo o que sua família sente, né? E por outro lado, também sei o quanto deve ser difícil para você viver esse dilema. Querida, se apegue a Deus, tenho certeza que Ele iluminará o seu caminho e guiará os seus passos, de forma que seja muito muito feliz, menina! As crianças não me dão folga, mas mais tarde visitarei os blogs... Bjokas!!! Com amor!

      Excluir
  2. Tá famosa rsrsrsrs serenidade e paz brincadeiras a parte!!! bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahaha... Obrigada pelo companheirismo, querida! E naquela tela quem está aparecendo somos todas nós que amamos adictos!!! Bjão!

      Excluir
  3. Polly, parabéns! E não por estar aparecendo na mídia, mas sim por estar levando essa ajuda adianta. Por estar ajudando cada uma de nós de um jeito. Parabéns pelo teu trabalho e dedicação. Sou grata a ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. T.B., muito obrigada por suas palavras de apoio. Te digo com toda sinceridade que é essa a minha intenção! O que eu puder fazer, farei, para que milhares de pessoas que sofrem perdidas na codependência cheguem a este blog, e aos blogs das outras companheiras e se sintam confortadas, e sejam despertadas a olharem para si mesmas!
      Sou grata a todas vocês!
      Bjos.

      Excluir
  4. É Poly, vc está fazendo algo fantástico! Muitas das vezes, os dependentes químicos (não gosto desse nome, prefiro adictos rs) são visto como marginais... E não é sempre o caso... Cada caso é um caso e não podemos julgar nenhum, não é mesmo?
    E vc e o seu esposo estão mostrando que são uma família que é nomeada "normal" pela a sociedade, mesmo o seu esposo sendo um adicto... Muito bom, tirar a má impressão de quem tem a doença da adicção e de quem os acompanha.
    Hoje eu faço 3 meses e 15 dias limpa, mas só por hoje!
    Obrigada Poly, pois vc me ajuda mto com suas postagens (já te falei isso ontem hehe)
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau, parabéns por estar limpa hoje, querida!!! Lembre-se que quem ficou limpa por três meses, pode ficar por mais 24 horas, certo?!
      É verdade, Olívia. Conheço muitas leitoras e seus amados por fotos. São famílias, pessoas do bem, gente bonita, gente inteligente... E não marginais ou bandidos como uma parte da sociedade imagina. A dependência química é uma doença, e quem discrimina, ao ler o blog, o livro, ou ao ver as reportagens, talvez pare para repensar os seus conceitos e julgamentos.
      Você também me ajuda! Obrigada!
      Bjos.

      Excluir
  5. Poly,amei a reportagem! Verdade, as dores são indescritiveis em palavras :( Mas sua iniciativa é muito importante para todas nós. Mesmo porque, depois que conheci sua história na globo, tive a oportunidade de conhecer minha doença e também de conhecer tantos outros blogs! Muito obrigada por ser tão batlhadora e por nos contar um pouco da sua história! Parabéns ao maridão, quase um ano sóbrio!!!! muito bom!!! Que Deus abençoe essa família linda e de forças só por hoje :) Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, Flávia, seu comentário foi muito importante para mim. Eu gosto muito de escrever, mas me sinto tímida para falar e também para me expor, entretanto ao ver relatos como o seu, vejo que vale a pena! Por meio das reportagens, muitas pessoas puderam chegar até aqui, não para conhecer a minha história, mas para descobrir que podemos sim viver e ser felizes, apesar da dor de ter um amado dependente químico. Estamos juntas, querida! Se me vir nas ruas de Brasília, me dá um abraço, viu? hehehe
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Poly,

    realmente, você tem ajudado muita gente, assim como fez comigo, mesmo sem me conhecer...
    Parabéns!

    Deus é contigo, minha linda... Deus os abençoa a cada dia.
    Meu amado deve sair semana que vem e sabemos que não será fácil, mas estamos lutando juntos por nossa recuperação.
    Estamos muito felizes!
    Vou mostrar a ele a entrevista.

    Desejo a você o mesmo que desejo amim!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Flor, minha querida, então é hora dele dar um passo a mais na recuperação dele, não é mesmo? Confiando em Deus, vivendo um dia de cada vez, e fazendo as melhores escolhas, já deu tudo certo! Estou aqui na torcida por esse amor tão lindo como é o de vocês!
    Obrigada por tudo!
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  8. Oi Poly, vi agora a reportagem! Nossa, estou emocionada e chorando... Que mensagem linda vc está passando para todos! Nós que amamos um dependente químico, lutamos dia a dia e sofremos mto e para quem está de fora, é muito fácil e simples julgar... Muito lindo lindo lindo!!!
    Parabéns poly! Continue nos ajudando, por favor!!!!!

    bjsss

    ResponderExcluir