sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Amando um Dependente Químico!

“A foto que estampava a página inicial do Blog continha nós dois diante das ondas agitadas do mar, esperando e contemplando o nascer do sol, abraçados um ao outro, apoiados um no outro, e é exatamente essa cena que vejo ao olhar para a nossa vida. Muitas ondas agitadas, muito barulho, mas juntos, conseguiremos contemplar o nascer do sol. O mais lindo dos poemas diz que "ainda que eu fale a língua dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine. Ainda que eu tenha fé ao ponto de transportar montes, se não tiver amor nada serei. E ainda que eu distribua todos os meu bens aos pobres, e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará. O amor é paciente, é benigno, o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece. Não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera. Tudo suporta. Jamais acaba." Esse lindo poema está na Bíblia Sagrada. Deus me agraciou com esse amor em meu coração. Um amor sem explicação. Um amor que me pede pra continuar. Um amor que é minha fonte de força e esperança. Só por hoje escolho acreditar na força do amor e em sua capacidade de mudar tudo.” (Amando um Dependente Químico – Dias de Dor, pág. 63)






Gostaram, amigas?

Para votar no livro Amando um Dependente Químico – Dias de Dor, para o 3º Prêmio Clube de Autores de Literatura Contemporânea, clique aqui.

Beijos e uma ótima sexta-feira!

7 comentários:

  1. O Amor...tudo suporta e nos faz acreditar, nos faz arrancar o coração do peito e fazer por alguém como fazemos com nossos filhos quando estão doentes e precisam tomar uma injeção, sabemos que isso ira os fazer sofrer, mais por amor fazemos o necessário, para eles terem mais uma chance, somos capazes de dar a nossa vida...para que eles tenham mais uma chance, mais é dar a vida de verdade, igual vc fez um diz Polly e hoje colhe os frutos...meninas que vivem o que vivemos que partilham a dor que partilhamos, muitas vezes infelizmente temos que ser fortes pra dar a injeção aos nossos amados, temos que aguentar um sofrimento tão temido e adiado por nós esposas de adictos, nós muitas vezes demoramos a soltar a corda pq não queremos eles longe FISICAMENTE de nós, porém em ALGUMAS situações essa é a maior prova de amor que podemos dar a eles...fiquem com Deus

    ResponderExcluir
  2. Te admiro muito,que DEUS continue te abençoando e toda a sua família,eu como mulher não sei se aguentaria,pois aguentei muitoo com meu irmão,mas é sangue,um marido não sei se teria essa força toda q tive e tenho com meu irmão,pois sabemos q mesmo na recuperação a LUTA continua...bjões linda..

    ResponderExcluir
  3. Poly querida, mais uma vez obrigada pelo envio do livro, ja comecei a ler !!!

    Nao consegui entrar no link pra votar, deve ter algo errado aí.


    bjs

    ResponderExcluir
  4. Polly ia votar consegui abrir o link nao..rs
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, meninas! Já arrumei o link. Obrigada! Beijos!

    ResponderExcluir