terça-feira, 28 de agosto de 2012

Tá difícil? Esse post é pra você!




Boa noite!

Neste fim de semana pude ler os blogs das companheiras, e senti a dor de muitas delas. Também via e-mail, facebook e comentários, percebi o desespero em forma de palavras. Essa dor e esse desespero me são muito familiares.

O medo de acreditar. A vontade de abandonar. O desejo de ficar. A decepção diante da falta de vontade do ser amado. A desilusão...

No livro Amando um Dependente Químico – Dias de Dor, precisei de 261 páginas para relatar esse sofrimento durante o período de ativa do meu amado, ou mesmo em dias em que ele estava limpo, mas não em recuperação. E quando ouço os relatos de vocês, pareço viver tudo novamente.

Gostaria de deixar algumas mensagens para vocês refletirem:

“Se outras pessoas me escravizarem emocionalmente, significa que meus limites ainda não foram definidos.” (CEFE)

Meu marido é um adicto e sempre vai ser. Talvez ele nunca mais use drogas. Ou talvez volte a usá-las. Mas, independente disso, eu também tenho uma vida e é sobre essa vida que devem estar os meus sonhos e os meus desejos de conquista. (Amando um Dependente Químico – Dias de Dor)

“Somos responsáveis por nossas escolhas e comportamentos. Somos responsáveis por iniciar, continuar ou terminar relações. É possível amar sem deixar-se anular emocionalmente pelo objeto do nosso afeto; é possível amar alguém sem deixar de amar a nós mesmos...” (Melody Beattie)

“Quando atravessamos tempestades, nós perguntamos onde Deus está. Eu lhes direi onde Ele está. Ele está nos bastidores preparando um arco íris.” (Dr. Robert Schuler)

Queridas, estamos juntas! Essa tempestade vai passar, acreditem, e virá um lindo arco íris. Enquanto isso, aproveitem para dançar na chuva, o que acham?

Hoje estou realmente cansada, meus filhos me sugaram por inteiro, mas eu precisava vir aqui, dizer para vocês que alguém se importa, e que estamos juntas! Sejam fortes! Amem-se e cuidem-se!

Aqui em casa, graças a Deus, o arco íris ainda está no céu. Maridão limpo há 332 dias (10 meses e 28 dias). Hoje foi sua perícia médica no INSS e chegou a hora de voltar ao trabalho. Amanhã ele passará pelo médico do trabalho da empresa, e provavelmente retomará as suas atividades depois de amanhã. Bate uma pontinha de angústia no peito, um medinho, mas o que posso fazer além de entregar para Deus e acreditar que tudo continuará dando certo? É hora dele dar um passo a mais em sua recuperação...

Boa noite, queridas(os)!

ZZZZZZzzzzzzzzzzzzzzzz

6 comentários:

  1. Bom dia amiga, vc merece toda felicidade do mundo.. tudo que vc esta colhendo um dia vc plantou. Não sei escrever bonito como vc escreve, mas tenha certeza que vc é uma guerreira e que eu te admiro muito. Estou aqui na torcida pra que tudo continue muito bem na sua vida. Forte abraço e obrigada pelas palavras.
    Tamujuntas!!!

    ResponderExcluir
  2. Que a volta ao serviço, seja uma coisa a mais pra ele sentir o quanto é bom poder estar em recuperação!

    Estou sempre torcendo por você Poly!

    Beijo grande querida!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Polly!
    Seu marido esta indo pra proxima etapa da vida dele, o trabalho, e isso significa andar pra frente, é um avanço na sua recuperaçao, sei que deve doer mesmo pra vc, mas logo vc se acostuma com certeza!!!!


    Um grande beijo pra vc !

    ResponderExcluir
  4. Bom dia polly! como leio seu blog, acho maravilhoso td que escreve e entendo vc muito bem... Ando passando algumas complicações, gostaria uma hora de poder conversar com vc com mais calma.. Meu namorado precisa de ajuda, só q nem sempre é simples conseguir uma internação porque existem lugares que não são mt confiáveis, fazem muita propaganda mas só se importam com dinheiro, outros associações filantrópicas são complicadas também para entrar pois as filas são grandes e as vezes não é possível atender com urgência, Já não sei mais o que fazer se acredito nele, se não.. tem horas q acho q vou ficar queria sair disso tudo mas não consigo dar as costas.. tenho tentado me cuidar e não me negligenciar mas não consigo andar e bater a poeira... já não sei mais se isso é amor ou loucura. Se fosse possivel gostaria de saber se vc teria alguma indicação de um lugar seguro que não maltata os internos etc.. tenho mt receio disso e ele também, pois ja teve algumas experiencias nada boas com clinica e internação, isso o deixa mais resistente.. mas acho q sozinho é mt dificil, uma luta p gigantes mesmo!! e como vc mesmo disse a DQ é só a ponta do iceberg. um abraço de coração e obrigada por suas palavras elas me ajudam mt e me ajudam a ter fé e esperança... confesso q ultimamente ando perdendo isso td.. mas não consigo me entregar, nem sei mais quando estou certa ou errada, só queria ver ele bem de verdade! as vezes tenho medo de estar sendo egoísta, querer muda-lo para ter uma vida legal com ele mas acredito que em meio a drogas td fica mais difícil mesmo p mim e p ele. E acho também q ele só vai ser livre e feliz o dia q sair dessa, sei que a luta será eterna.. mas penso q pode ser mais leve. ate+ e desculpa a falação. bjs

    ResponderExcluir
  5. QUERIDA POLLY ,MINHA HISTORIA INFELIZMENTE É UM POUCO MAIS LONGA QUE A SUA E EM UM DESTES MOMENTOS DE FRUSTAÇÃO E VAZIO TERRIVEL POR MAIS UMA RECAIDA ,ACHEI SEU BLOG E VI COMO SUA HISTORIA É TÃO PARECIDA COM A MINHA.TENHO 34 ANOS E SOU CASADA A 18 ANOS ,MAS APENAS QUATRO DESTES DEZOITO ANOS FORAM UMA VIDA NORMAL EU PUDE SER MÂE ,ESPOSA,DONA DE CASA,TRABALHAVA ,ENFIM ,TINHA ''MINHA VIDA'' QUANDO FECHO MEUS OLHOS CONSIGO ME LEMBRAR QUE A 14 ANOS ATRAS MEU MARIDO ME CONFESSOU QUE INFELIZMENTE TINHA CONHECIDO O SEU PIOR PESADELO O ''CRACK" NÃO SABIA NADA SOBRE AQUELA MALDITA DROGA MAS NUNCA ,NEM EM MEUS PIORES PESADELOS IMAGINEI O QUE ESTARIA POR VIR EM MINHA VIDA...NO COMEÇO MORAVA COM MINHA SOGRA E CUNHADA E MUITAS VEZES ELAS ME AJUDARAM NOS MOMENTOS DIFICEIS,NOS QUAIS ELE VENDIA TUDO ,TV,VIDEO CASSETE (NA EPÓCA)BUTIJAO DE GAZ ,INCLUSIVE A GELADEIRA DE NOSSA CASA(PASME)HOJE EM DIA MINHA SOGRA JA FALECEU,MAS NÃO TEVE A FELICIDADE DE VER SEU FILHO TÃO AMADO CURADO,VOCE BEM DEVE SABER O PRECONCEITO QUE AS PESSOAS TEM PELOS VICIADOS EM DROGAS ,POR ISSO NÃO TENHO MAIS FAMILIA POIS TODOS VIRARAM AS COSTAS ,NÃO OS CULPO AFINAL SÃO 14 ANOS DE SOFRIMENTO ,MENTIRAS ,FALSAS PROMESSAS ,PERIODOS DE SANIDADE( ESTES QUE NOS FAZEM TER ESPERANÇA E NÃO DESISTIR)MAS ONDE QUERO CHEGAR É QUE DE TANTO SOFRER E PASSAR DESGOSTOS ,MEDOS,DISILUSÕES E PRINCIPALMENTE DIFICULDADES FINANCEIRAS,DECIDI NÃO TER MAIS VIDA E SER UMA SOMBRA DELE 24 HORAS POR DIA ,NA MINHA CABEÇA ERA SÓ DESTA MANEIRA E INFELIZMENTE É VERDADE ,QUE MINHA FILHA E MEU PAI QUE É IDOSO, NÃO ANDA É PORTADOR DE ALZHELMER,NÃO PASSARIAM FOME .COMO TRABALHAMOS COM NOSSO PRÓPRIO NEGÓCIO TODA VEZ QUE ELE RECAI,MINHA VIDA VIRA UM CAOS,POIS INFELIZMENTE DEPENDO DELE PARA TRABALHAR,ALGUNS DIAS QUANDO FICO DOENTE OU QUANDO MEU PAI OU MINHA FILHA QUE TEM APENAS 15 ANOS E JA TENTOU DUAS VEZES O SUICIDIO POR SER DEPRESSIVA EU FICO EM CASA , E NESTAS VEZES QUE ELE SOME .EU JA PROCUREI RELATOS NA INTERNET ,CONVERSEI COM FAMILIARES DE DEPENDENTES E NUNCA VI UM CASO PARECIDO COM O MEU,NÃO HOUVE UM UNICO DIA NESTE TEMPO QUE ELE LUTA PELA RECUPERAÇÃO QUE ELE SAIU SOZINHO E NÃO TEVE UMA RECAIDA ,PARECE MENTIRA MAS NÃO É. TEVE VEZES DELE SE MANTER SOBRIO 6 MESES MAS EU DO SEU LADO 24 HORAS ,QUANDO PENSEI AGORA ACHO QUE ELE PODE SAIR PELO MENOS UM DIA SOZINHO,NUNCA ME ESQUEÇO,ELE SAIU E SÓ VOLTOU 5 DIAS DEPOIS ,TODO SUJO,FEDENDO,LOGO ELE TÃO VAIDOSO TÃO PREOCUPADO COM SUA REPUTAÇÃO,VENDEU ATE A ROUPA E O TENIS!!!!NESTA LONGA TRAGETORIA DE MINHA TRISTE HISTORIA ELE PASSOU POR 8 INTERNAÇÕES,SEMPRE COM PROMESSAS DE VIDA NOVA,MELHORA,VC JA DEVE SABER.ESTOU DESABAFANDO COM VC PORQUE APÓS 14 ANOS DE LUTA E NUNCA PENSEI QUE IRIA DIZER ISSO ESTOU ENTREGANDO OS PONTOS ,NÃO POR DESISTIR,MAS POR NÃO AGUENTAR MAIS SOFRER,POIS HOJE NÃO É SÓ ELE QUE PRECISA DE MIM MAS MEU PAI QUE JA ESTA EM FASE TERMINAL DA DOENÇAE NEM SABE MAIS QUE SOU SUA FILHA ,E TAMBEM TEM MINHA QUERIDA FILHA QUE DESDE QUE APRENDEU A ANDAR E FALAR NÃO CONHECEU O PAI VERDADEIRAMENTE COMO ELE ERA,SÓ TEM ESTA TRISTE IMAGEM DELE ,DA PARTE DOENTE ,EU NÃO SEI COMO VOU FAZER PARA COMEÇAR MINHA VIDA SEM A PESSOA QUEM EU TANTO AMO,MAS SINTO A CADA DIA QUE PASSA QUE ESTOU MORRENDO AOS POUCOS E NÃO POSSO DAR MAIS NADA DE MIM ELE SUGOU TODA MINHA VIDA!
    GOSTARIA MUITO DE LER O SEU LIVRO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Luciana, sinta o meu abraço!!! Você mora em qual cidade? Que tal procurar ajuda em um grupo de apoio? A dependência química nos adoece, precisamos nos cuidar... Olhe pra você mesma! Pense um pouco em si mesma! Isso não é egoísmo, querida, é apenas amar-se, e precisamos disso para ter forças. Um grande beijo!

      Excluir