sexta-feira, 18 de maio de 2012

365 dias!!!

Um ano se passou...

Há exatamente um ano atrás eu sentia uma dor tão grande em meu peito. Depois de onze meses limpo, meu esposo havia recaído, e dois meses de ativa estavam realmente nos consumindo. Ele tentava, mas, não conseguia ficar limpo novamente.

Há tempos eu pensava em criar um blog para tratar desse assunto: o amor por um dependente químico, mas, eu sabia que não seria fácil escrevê-lo, então, sempre adiava.

Mas, naquele dia 18/05/2011, percebi que havia chegado a hora. Talvez ninguém leria o que eu estava a narrar, mas, era a forma que eu havia encontrado de encarar meus sentimentos, de encarar os acontecimentos ao lado do meu esposo, e de colocar na balança com tudo o que eu havia aprendido nos grupos de apoio, livros e terapias...

Logo encontrei a Giulli do blog Valeu a Pena, a Cicie do blog Procura-se, e o Jorge Alberto, do Blog Só por Hoje. Salvo engano, esses foram os meus primeiros parceiros. 

Com o passar dos dias, fui percebendo que os acessos ao blog não eram apenas os meus. E começaram a vir os comentários, os e-mails, as palavras de quem passava pelo mesmo que eu, de quem sentia o mesmo que eu... É, eu não mais estaria sozinha.

Foram 240 postagens.

Por cinco meses descrevi os conflitos que eu sentia ao ver o meu esposo sofrendo, na ativa. Veio uma gravidez inesperada... Meu marido foi internado. Tanta coisa aconteceu em tão pouco tempo, não é mesmo? É, a vida não para...

Os últimos sete meses foram de recuperação. 

Ele voltou para casa... Nosso filho nasceu... E as marcas das dores vividas na época do “tsunami” chamado drogas vão a cada dia ficando mais suaves, e vão caindo no esquecimento, dando lugar aos sonhos e às alegrias diárias...

Sobretudo, durante este um ano, eu falei sobre mim. Sim, sobre a minha doença (codependência); sobre como eu poderia ser feliz, ainda que meu esposo escolhesse a droga; sobre como eu deveria me amar e amar aos outros; sobre a minha própria recuperação... sobre uma vida livre!

E assim originou-se o blog Amando um Dependente Químico.

Quase 60.000 acessos!!! 

Os dez países com mais acessos são Brasil (54.050), Estados Unidos (2.427), Alemanha (936), Holanda (464), Suécia (381), Portugal (242), Rússia (167), Japão (115), Letônia (37) e Reino Unido (34).

Por que tantos acessos? Porque é muito maior do que imaginamos a quantidade de pessoas que sofre com a dependência química, seja como adicto ou como codependente.

E veio a interação. Foram muitos comentários de carinho e de força, e outros de pedido de ajuda. No total, 1.646 comentários. Não consegui responder a todos, mas, li a todos, por vezes orei por alguns, e outros gravei no coração. 

Por aqui recebi até convite para passar férias na casa de uma leitora no Rio de Janeiro. Uma outra leitora quer mandar um presentinho para o nosso bebê. Não, não são simples leitoras. São companheiras! Hoje tenho verdadeiros amigos que aqui conheci.

Quando eu me senti fraca e desanimada, me apoiei nas palavras de vocês, e valeu a pena!

Não tenho e nunca terei uma forma de agradecer!

Hoje, um ano depois, minha vida está diferente. Eu estou diferente. Meu esposo está diferente. E um dos pensamentos que sempre segue comigo é “nada muda se você não mudar”.

Não tenho grandes expectativas em relação ao meu amado, mas, apenas gratidão a Deus por esses 230 dias (7 meses e 17 dias) limpo!

Estou feliz. Sim, estou muito feliz!

Além de tudo, Deus me presenteou com um lindo bebezinho que amanhã fará dois meses. Tenho tanto a agradecer a Deus, e quase nada a pedir...

Hoje são tantos blogs, tantos relatos de quem ama um dependente químico, tanta ajuda para quem necessita. Eu sofri muito por desconhecer o que era a codependência, por não entender que eu também precisava de ajuda, mas, hoje a informação está muito mais propagada, e saber que de alguma forma eu participei disso, me deixa realizada.

Acho que essa é a minha missão. Quero continuar. Com o livro. Com um projeto junto ao CONEN e SEJUS. Nos grupos de apoio. Nas comunidades... Quero passar adiante o aprendizado que mudou a minha vida!

No dia 03 deste mês, recebi um comentário de uma companheira da qual me recordo desde os primeiros dias do Blog, a Bárbara. Ela foi premiada com o livro CEFE no sorteio de aniversário de um mês do Blog, e me emocionou com suas palavras:

“Poly, feliz por vocês!!! Só por hoje e para sempre!!! Realmente é muito bom viver uma vida normal e na paz.Todos nós precisamos e merecemos.Rumo há 1 ano de blog.Cheguei aqui bem no comecinho, procurando um alívio para meu sofrimento.Estava no meio de uma crise séria com meu adicto. Li partilhas incríveis aqui,verdadeiros bálsamos para minhas feridas da alma. Participei do primeiro concurso e ganhei. Mais uma evidência de que Deus está no controle. Sempre penso que Deus usou você para me mandar aquele livro. Imaginei Deus guiando sua mão,sorteando meu nome. Pois ele sabia que eu estava precisando de uma direção naquele momento triste. Recebi o livro em casa e toda vez que pego nele, volto a ver a cena toda na minha memória, Deus usando as mãos da Poly para me mandar uma tábua de salvação. E eu me agarrei nela. Busquei ajuda profissional, conheci os grupos, comecei a me olhar. Hoje muita coisa mudou, mas o preço da liberdade é a eterna vigilância. Muita paz e luz para nós.Teremos sorteio de 1 ano? Quem sabe eu não ganho novamente... Risos. É muito bom pegar meu livro e saber que é o meu milagre vivo. Um presente exclusivo que Deus mandou pra mim, pra minha casa, com meu nome... é sensacional!!! Obrigada por ser veículo de Deus na minha vida. Oro com todas as minhas forças por vocês. Sempre!!! Beijokas minha irmã em cristo!!! Bárbara”

Lindo demais isso!

Chegou a hora do nosso terceiro sorteio. O sorteio de um ano! Ahhh, como eu gostaria de enviar um presente pra cada um... Mas, como não posso, vamos ao sorteio?

Acesse a postagem Terceiro Sorteio, e veja como participar! Até o final do dia, postarei.

Muito obrigada por esse um ano juntos!


“Eu seguro a minha mão na sua e uno o meu coração ao seu, para que juntos possamos fazer aquilo que sozinha eu não consigo...” Amo vocês!



15 comentários:

  1. Pollyyyyyyyy...cadê a página do 3º sorteio, amore?/ Não encontro! Só achei o 2º!! Ahh eu queria tanto esse CEFE... eu fui pra comprar, mas é muito caro! :/
    Bom...deixando meus desejos de lado, quero muito te agradecer. Eu sou uma dessas pessoas que você ajudou a entender que o que eu fazia pelo meu marido era fruto da minha co-depedência. Eu sei que estou errada em muitas atitudes, continuo errando...mas....ao menos, hoje eu tenho essa consciência... sinto saudades das suas postagens quase que diárias, mas eu sei que cuidar de um neném, fora as coisas boas, é muito cansativo...acaba com a gente!! rsrsr mas é uma delíciaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!! :D
    O meu marido não está em recuperação, ele continua preso...não sei se já comentei aqui, mas por causa da dependência dele pelo crack, ele cometeu furto e foi preso...seu julgamento será em julho...mas ele será condenado pois não é réu primário, já tinha cometido outros furtos antes e ficou preso por alguns dias. Agora ele está preso desde janeiro, e infelizmente é capaz de ficar um ano por lá...
    Mesmo ele sendo dependente químico, a lei está ao lado dele, pois o correto era ele estar em uma clínica se tratando e não dentro de um centro de detenção! Mas, na prática as coisas não funcionam assim...ele será condenado pelo crime do furto, e sua doença não é reconhecida, ou seja, o porquê dele ter furtado, não será levado em consideração. Eu me viro como posso por aqui, com a ajuda dos meus pais, mas não tive coragem de contar a verdade pra eles...disse que meu marido estava internado e não preso...eles já tem uma idade avançada e não quero que eles passem por essa preocupação, esse desgosto... :/
    Estou lutando pra conseguir pagar um advogado pra ir no julgamento dele em julho e fazer de tudo para reduzir sua pena...meu marido está muito chateado dentro da prisão, lá ele tem crises de abstinência, está conhecendo agora de fato o mundo do crime...enfim...quando vou visitá-lo sempre o encontro diferente a cada semana, ora ele está bem, tranquilo, ora está nervoso....e eu vou levando, né?
    Luto também por uma boa qualificação profissional...estou fazendo bicos, e os empregos que me surgem...bom...nem sei o que dizer...os horários são puxados, os salários são baixos...e me sinto muito perdida sem meu marido aqui...muito mesmo!!
    Polly minha linda, o seu blog é meu porto seguro, talvez se eu tivesse seguido todos os conselhos aqui eu teria conseguido ajudar meu marido de outra forma, me ajudado e não estaríamos nessa situação hoje!!
    Parabéns!! Graças à você eu não me sinto tãooo culpada e tento melhorar cada dia um pouquinho mais! ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida, até o final do dia postarei sobre o terceiro sorteio... Aguarde! E boa sorte, flor! Beijos.

      Excluir
  2. Parabénsssss,graças a deus tudo deu certo vc esta bem o nosso bebe esta saudavel e o maridao esta em recuperaçao esse blog q ajuda tanto ja esta fazendo um ano parece q foi ontem q comecei aconpanhar virou um abito ler todas as suas postagens chorar ,sorrir ta ai um blog capaz de despertar em nos codependentes todo tipo de emoçao ,fico muito feliz de coraçao que tudo tenha dado certo .um forte abraço lilian

    ResponderExcluir
  3. Linda!! Muito lindo isso! To aqui a 104 dias, mas nesse tempo já cresci muito, encontrei respostas que procurava desde que entrei no mundo da co-dependencia... Desejo muitos anos de vida a esse blog, que ajuda a devolver a vida a tanta gente..

    ResponderExcluir
  4. Minha mana, que felicidade!!!

    Há um ano atrás eu conheci uma pessoa virtualmente muito triste, totalmente desacreditada, sem esperança e hoje ela esta totalmente diferente esta em recuperação junto com o seu amado e dando enfase
    a sua esperança de dias cada vez melhores, "se eu consegui você também consegue"-lembra que eu escrevi isso para você, olha não e porque a família aumentou, mais o convite ainda esta de pé rsrsrsr, amiga, irmã fiquei muito emocionada com tudo que li hoje, como sempre você sempre nos ensinando, to muito feliz por você, pela sua família, pelo blog, pela nossa recuperação, e SÓ POR HOJE FUNCIONA, você sabe disso. " A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.

    O ser feliz está sempre em nossas mãos. O surgir de cada dia vem sempre com nova mensagem de esperança.

    Amiga, não se esqueça que juntas somos mais forte, bjssssss em todos nas crianças, no esposo e um especialmente em você... Te amo tá...

    ResponderExcluir
  5. Oi Polly, desde o começo de maio acompanho seu blog, e confesso que tudo que você escreve aqui, é o que eu sinto, pois meu esposo está internado em uma clinica de recuperação há três meses, e ontem ele me ligou dizendo que quer vir embora amanhã, eu estou grávida de 5 meses e tenho sofrido muito, mas sei que um dia esse sofrimento será só uma vaga lembrança de uma nuvem negra que passou em nossas vidas.......agradeço por suas palavras aqui postadas, pois elas me dão forças pra continuar e lutar por ele, mas principalmente por mim, não posso me afundar junto com a adicção dele, tenho que estar bem para poder ajudá-lo da melhor forma possível.......fico muito feliz por seu esposo estar limpo, e que Deus abençoe muito vocês e continue dando forças para que só por hoje ele vença mais uma vez....


    Felicidades bjssss

    ResponderExcluir
  6. Oi Polly.
    Queria dizer que foi aqui que encontrei inspiração para fazer o meu blog.
    Já me emocionei mto com seus posts e resolvi contar minha vida como codependente tbm. Isso tem me ajudado e muito.
    Só pelo fato de escrever, desabafar e ver que existem pessoas que passam pelas mesmas situações que nós já é um conforto.

    Hoje meu noivo completa 30 dias limpo. Graças a Deus.
    A paz e a serenidade estão voltando a reinar em nossas vidas, cada dia que passa é um passo a mais longe das drogas.

    Mas concordo com a Barbara: "o preço da liberdade é a eterna vigilância"

    A dependencia não tem cura e merece atenção!

    O meu tem frequentado aos grupos de NA. O que tem ajudado. Não faz uso de medicamentos e nem acompanhamento com psicologo.

    Desejo tudo de bom para vc e sua familia Polly. Que a paz e o amor estejam sempre presentes no seu lar. Nós sabemos o qto isso é valioso!

    bjoos
    Francielle G.P.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog! Aprendi muito e sempre que releio aprendo coisas novas, pra mim esse blog e sempre uma fonte de esperança. Sempre acompanho e me emociono! Muitas vitórias nos aguardam! Tenho certeza e muita fé! Renata

    ResponderExcluir
  8. Oi Polly,
    Já postei aqui algumas vezes há algum tempo, mas sempre estou lendo e buscando inspiração nas suas palavras.

    Fico muito feliz com cada passo dado por seu marido.

    Outro dia postei no facebook:

    "Eu acredito em anjo da guarda!
    Eu acredito em milagres!
    Eu acredito no amor!
    Eu acredito na primavera!
    Eu acretido que nascemos pra sermos bons!
    Enfim... Eu acredito em coisas boas!"

    E é realmente nessas coisas simples que eu mais acredito.

    Muita coisa aconteceu desde que meu bem saiu da clínica em agosto/11.
    Muitas recaídas, muitas desilusões, muitas lágrimas, muitas tentativas, muitas esperas, noites sem dormir, fracassos, enfim...

    Até que no dia 13 de março de 2012 ele ultrapassou todos os limites e fez o que para mim era impossível acontecer.
    Ele teve a pior de todas as recaídas, e envolveu a mim e minha mãe. Foi algo brutal e cruel.
    Eu perguntava a mim mesma "Por que ele fez isso comigo? Justo eu que o apoiei o tempo todo! Por que?"

    Foi então que eu confirmei o que eu me negava a enxergar: o "amor" pela droga é maior que qualquer outro amor, mesmo sendo um amor destrutivo e mortal.

    Uma semana depois eu o internei, numa clínica bem diferente da anterior. Um ambiente leve e harmonioso, com poucos internos e uma vista esplêndida!

    Ele está limpo há 59 dias.
    Estivemos juntos no último fim de semana, e percebi sinais sutis de mudança.
    Percebi que a real possibilidade de me perder definitivamente fez com que ele desejasse lutar para que seu amor por mim tomasse posse do lugar ocupado pela droga.

    A semente foi plantada e ele parece estar dando passos acertados.
    Sua fala está diferente, seu olhar, a calma. Ele está sereno.
    Pela primeira vez me deu um presente: um terço lindo comprado numa convenção dos 12 passos que ele participou junto com outros internos em BH.
    Chorei!

    "Eu quero cuidar de você. Eu tenho tanta certeza de que posso te fazer feliz que vou esperar o tempo que for preciso pra passar essa dor que eu te causei"

    Em paralelo ao tratamento dele, faço terapia com o mesmo terapeuta que o atende na clínica, e isso está sendo ótimo para nós dois.
    Eu ainda estou insegura e com medo, claro, mas aos poucos isso vai passar.

    Ainda é cedo para eu confiar nele.
    Mas confio em Deus mais que nunca.

    Quando se tem fé e amor, tudo é possível. E na hora certa, tudo dá certo!

    Desejo muitas alegrias a você e sua família.
    Deus os abençoe, sempre!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Erica. Fico impressionada de como as histórias são parecidas. Qto tempo estão juntos?
      Lendo seu comentario aqui parecia eu escrevendo rs
      Espero que seu amor continue assim, serenidade é mto importante.
      Sempre achei que o amor dele por mim deveria ser maior q pela droga, mas infelizmente não é bem assim, quebrei mto a cara pensando dessa maneira e sofri mto tbm. Pois não se trata bem de uma escolha (eu ou a droga.)
      Tenho certeza que ele te ama e se está se tratando é pq ele quer vida nova ao seu lado.
      Boa sorte para vcs.
      Paz e amor!

      Me passe seu face se quizer para eu te add ou me siga por aqui msm para conversarmos mais.

      bjos querida

      Excluir
    2. Ei,

      sua resposta encheu meus olhos de lágrimas...
      Obrigada pelas palavras.

      Nos conhecemos desde 2000, tivemos um "lance" nessa época, mas nada sério.
      Nos encontramos algumas vezes nos anos seguintes, e só!

      Estamos juntos de verdade desde fevereiro/11.
      Foi um reencontro lindo, depois de 6 anos sem sabermos um do outro. E como eu não acredito em coincidências, apenas em providências, estamos juntos!

      Olha, sou meio caloura nesse lance de blogs, sempre tive minhas reservas sobre isso, então não sei fazer as coisas direito, rsrs, tipo "te seguir por aqui".
      A única coisa que aprendi por enquanto foi postar comentários!
      rsrs

      Me add no face Érica Rezende (Vitória - ES), sou professora, então tem várias publicações para meus alunos, é fácil achar.
      (ericaperini@gmail.com)
      bjs

      (depois tem como remover esse contato daqui?? rsrs)

      Excluir
    3. Oi flor, já vou te add pelo face.
      Para vc remover seu contato daqui tem que excluir o comentario inteiro.

      Aqui nos blogs encontramos mta força! Descobrimos que existem pessoas que passam pelas mesmas situações que a gente, encontram as mesmas dificuldades e trocando experiencias, aprendemos como lidar com isso.
      Se vc for até meu blog e ver o post: Tristeza e Desilusão verá o relato da ultima recaida que o meu amor teve, foi realmente a pior de todas e mto triste.
      Mas seguiamos adiante, de cabeça erguida.. a vida continua, a luta tbm.

      Eu tbm acredito no amor, em Deus, na vida!
      E que com fé e força de vontade tudo é possível.

      Se escolhemos ficar ao lado deles, tbm aceitamos suas condições!Dando apoio q eles precisam (qdo querem se recuperar) tudo fica mais facil.

      Boa sorte

      bjos

      Excluir
  9. Ai Ai....assim vc me mata!!!Poly,vc é uma fofa.Uma mulher corajosa e guerreira.Além das inúmeras qualidades,tem o dom da palavra.Através delas nos desperta emoções e sentimentos.
    Gratidão é um sentimento muito bom,e eu não me canso de te agradecer,de agradecer a Deus...obrigada!!!Bjks.

    ResponderExcluir
  10. Poly, fico tão feliz por você!
    Por poder ler uma postagem linda dessas... e por olhar pra trás também... e ver que há um ano atras, eu estava começando a me relacionar com meu namorado...
    Lembro de toda a tempestade, e hoje! SÓ POR HOJE!!
    Eu também só tem que agradecer, pois Hoje meu Amor está bem, só por hoje ele não usou... E isso já é uma grande vitoria.

    "E tudo estará bem, enquanto os laços que nos unem, forem maiores do que aqueles que nos afastariam!"

    Tamo junto sempre minha amiga!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Amada Poly, acompanho o seu blog desde as primeiras postagens, lembro-me que todos os dias você escrevia, no auge do sofrimento e todos os dias eu estava aqui lendo, chorando e me emocionando.
    Amo você de montão, estou feliz por você estar feliz!!!

    Beijos

    ResponderExcluir