sábado, 19 de maio de 2012

3º Sorteio!


Bom dia, meus queridos!

Agora são 03 horas da madrugada deste sábado, 19/05/2012. Ufaaa, só agora tive como vir aqui postar sobre o nosso sorteio! Mas, tá valendo! Vamos lá?

Conforme dito na postagem 365 dias, será realizado o nosso terceiro sorteio para comemorarmos o primeiro ano deste blog!

Para participar:

Envie um comentário para este post 3º Sorteio, relatando uma frase ou postagem do blog com a qual você mais tenha se identificado, ou mais tenha te ajudado ou emocionado, e por que. Atenção: para participar não valem comentários em outros posts.

Cada participante poderá enviar, no máximo, 03 (três) comentários. Quanto mais comentários enviar, mais chance terá de ganhar.

Se o seu comentário for enviado como “anônimo” você deve incluir seu nome ou pseudônimo a fim de identificá-lo no sorteio. Não terão validade os comentários não identificados.

O sorteio será realizado no dia 18 de junho de 2012, pela manhã. O seu resultado será divulgado até às 23:59 horas do mesmo dia da realização.

Serão sorteados três nomes, o primeiro ganhador poderá escolher entre os três prêmios abaixo citados, o segundo ganhador escolherá entre os dois prêmios restantes, e o terceiro ganhador ficará com o prêmio não escolhido.

Vamos aos prêmios?

- Assinatura anual da revista Anônimos, da editora Libélula.

- Livro Compartilhando Experiência, Força e Esperança (CEFE).

- Livro Co-dependência Nunca Mais, da Melody Beattie.

Falando um pouquinho sobre os livros e a revista, vocês entenderão o porquê da minha escolha.


A revista Anônimos (http://www.revistaanonimos.com.br/) é uma revista que “usa a informação como ferramenta no auxílio à recuperação do dependente químico e de seu familiar, também afetado pela situação. Ela é destinada a todo o familiar, parente ou amigo, envolvido emocionalmente com um dependente químico, que busca as respostas para o problema. É também para o profissional de saúde e o educador que busca aprimorar os seus conhecimentos para aplicá-los em seu dia-a-dia, oferecendo possibilidades de prevenção e recuperação para seus alunos e pacientes. Por fim, também é para todo indivíduo, profissional ou não, interessado em mergulhar em um tema de relevância inquestionável na sociedade brasileira.”

Aproveito para agradecer à editora da revista que fez questão de presentear um dos sorteados com a assinatura! Essa revista é maravilhosa! Ensina muito e nos faz ver a dependência química por vários pontos de vista, pois é composta de relatos de profissionais e de pessoas envolvidas no problema. Na edição de março foi publicado um artigo meu: Você pode sim escolher


O livro Compartilhando Experiência, Força e Esperança – CEFE, foi o meu primeiro contato com a recuperação, por isso tenho um carinho muito especial por ele. Ele sugere leituras diárias de experiências de membros do Nar-Anon que compartilharam seus aprendizados. Esse livro tem o objetivo de levar a mensagem de recuperação àqueles que sofrem os efeitos da dependência química (adicção) de outras pessoas. Ele simplesmente mudou a minha vida!


E, por fim, o livro Co-dependência Nunca Mais, que me auxilia até hoje em minha recuperação. “As pessoas que convivem com dependentes de drogas ou álcool são, em geral, as mais suscetíveis a sofrer crises de estresse e distúrbios nervosos, na luta diária para livrar amigos e parentes da dependência química. Esse livro vai ajudá-lo a perceber a sua mais importante e, possivelmente, mais negligenciada responsabilidade: cuidar de si.”

Difícil escolher, né?

Os nomes dos ganhadores serão divulgados no Blog e os mesmos deverão encaminhar o título do livro ou da revista escolhido e o seu endereço completo para o e-mail polyp.escritos@gmail.com, após a divulgação do resultado.

O livro será enviado, via correio, por correspondência registrada. E a assinatura será providenciada junto à editora da revista.

Se a pessoa sorteada desejar, ela poderá repassar o prêmio a algum outro participante a quem ela queira presentear.

Participem! Esse Blog é de todos nós!


OBS: Alguns leitores não conseguem postar comentários no blog, então poderão enviar-me via e-mail, com o assunto Terceiro Sorteio, e eu postarei aqui, ok?

Feliz final de semana!!!

35 comentários:

  1. O primeiro foi: “Quer ficar com o amor da sua vida? Mesmo sabendo que ele é um dependente químico? Então o aceite como ele é. E o compreenda. E o ame. Quando você compreender o que ele vive, mais facilmente o aceitará. “
    Do post “Amar é aceitar... Simples assim!”

    Quando descobri esse blog, quando meu namorado recaiu, essa era a ultima postagem, que ficava ali no topo...ela que me assustou de inicio e me fez refletir muito, depois me esclarecendo, que era realmente, o caminho que eu queria escolher.
    Me emocionei muito.. e vi que o caminho não é facil, mas quando se tem força de vontade, e principalmente o amor, vale a pena... e é possível existir muita felicidade, de uma maneira muito mais profunda que a felicidade comum, com um adicto.
    :)
    Jéeh

    ResponderExcluir
  2. Depois desse post, você Polly ficou sumida por dias.. e eu atualizava o blog todo dia, pra ver uma postagem nova... até que um dia, veio, trazendo mais uma resposta...
    ACREDITE!
    “Quando algum tipo de pensamento de medo tenta se aproximar de mim, recordo-me que há um Deus que é muito maior do que eu, e que é Ele quem está cuidando do meu esposo. Assim, me sinto em paz, consigo concentrar-me em minha própria vida, e os dias ficam bem mais fáceis e “saborosos”.”

    Só por hoje, minha fé foi se fortalecendo cada vez mais...Obrigada Polly!

    Jéeh

    ResponderExcluir
  3. E esse do post “Tudo isso é momentâneo e vai valer a pena!”
    “Apesar de sentir sua falta, maior do que isso é a alegria que sinto por saber que está se tratando, aprendendo formas de lutar contra essa enfermidade, se conhecendo, se trabalhando e melhorando a cada dia.

    Fica firme! Eu e as crianças estamos bem, Deus tem cuidado maravilhosamente de nós!”
    É um pedaço de uma carta mandada para seu marido.
    E é como GRAÇAS A DEUS me sinto agora, que só por hoje meu namorado está internado e em recuperação a 41 dias e eu sigo com ele, na minha recuperação!
    Quero muito conseguir ganhar um dos livros ia me ajudar um monteee rsrs
    Mas esse blog aqui já é um presente!
    :D
    Jéeh

    ResponderExcluir
  4. Olá conheci o blog há pouco tempo mais logo de cara me identifiquei totalmente.....li algumas postagens antigas e venho lendo todas desde o inicio....li maio e junho agora estou chegando em julho do ano passado.....além de ter lidos outras aleatoriamente....me identifiquei em boa parte com a sua historia....em 18 de junho deste ano irei fazer 1 ano de casada além de outros tantos anos namorando e nesta luta.....me identifiquei com a parte da internação....logo q neste momento meu esposo eencontra-se internado....e na parte que me emocionei e chorei foi a parte do aborto.....percebi o que fazemos no auge da nossa doença tb.....pude ver e entender kd loucura que fiz.....obviamente sem sucesso.....pude finalmente perceber o q tenho que fazer por mim....e o q meu esposo fará sempre será a escolha dele e nao a minha...independente do premio o seu blog me ajuda demais a forma tranquila e sincera como vc fala as coisas...vc nao tem noção de como nos ajuda...muito obrigada bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi Polly, que legal um ano se passou neh?!
    E graças a seu P.S. você só por hoje, está colhendo os bons frutos por não existir de lutar...

    Bom, eu acompanho seu blog, desde o primeiro post, e mais uma vez quero dizer que você me ajudou muito, assim como a tantas outras...
    Meu MUITO OBBRIGADA!

    Você disse, que pode ser deixado 3 comentarios, então nesse primeiro não vou citar algo que li, e sim uma situação que eu acabei de me lembrar que passamos juntas!!!

    Nosso Ano Novo, que passamos "juntas", se lembra????

    Estou com lágrimas nos olhos de lembrar, foi muito confortante pra mim, saber que estávamos juntas em um momento em que não dava pra estarmos com nossos amor...

    Amiga, estaremos juntas sempre!!!! Um beijo...

    ResponderExcluir
  6. Oi Poly! Conheci o blog entre agosto e setembro do ano passado. Lembro que li todas as postagens nos mesmo dia, e desde então acompanho as postagens quase que diariamente, como uma amiga à espera de notícias...
    Sempre me emociono, choro...
    Acompanhei a entrega da monografia, a gravidez, a busca incessante por respostas que a gente nem sabe se realmente existem, as esperanças, as decepções, a internação e o nascimento do pequeno Victor!
    Nunca comentei nada antes, acho que me falta jeito pra escrever as vezes. E desta vez, além da vontade de participar do sorteio, gostaria de prestigiar o blog, parabenizar por um ano! Agradecer a vc por dividr sua história conosco, pela força, pela organização e seu modo de escrever! Obrigada e Parabéns!
    Ren_AT_a.

    ResponderExcluir
  7. “Posso escolher como reajo aos acontecimentos deste dia. Posso olhar para eles como problemas ou oportunidades.” (CEFE, pág. 148)

    ... Mas, no fundo eu sei que não existem porquês, quem dera houvessem, pois assim ao menos poderíamos achar uma solução lógica...

    As mudanças sempre devem começar por nós mesmos!!!

    Essas entre muitas outras são as postagens que mais me marcaram.
    Hoje compreendo que Deus é maior que tudo e nunca nos abandona. Sei que o sorteio vai beneficiar alguém que realmente precisa. Participo de um grupo de oração e sempre sorteiam livros e a Bíblia. E é coisa de Deus mesmo, sempre quem ganha é uma pessoa que precisa muito!
    Gosto muito do seu blog! Da maneira como vc escreve e dispõe as informações aqui...
    Mais uma vez gostaria de agradecer! E dizer que seu blog me ajudou muito e ainda ajuda!
    Ren_AT_a

    ResponderExcluir
  8. Você pode sim escolher!
    e Deus pode!

    São os posts que eu mais releio, que eu sempre reflito sobre eles.

    Tudo que peço a Deus é que me guie pelo melhor caminho, pois só Ele verdadeiramente sabe o que eu preciso. Rezo pela recuperação de meu esposo, mas rezo também pra que seja sempre feita a vontade Dele!

    Ren_AT_a

    ResponderExcluir
  9. Oi Poly, nossa, desde ontem seu blog tem me ajudado muito. Meu namorado tinha 1 ano e 3 meses limpo. E antes de ontem recaiu. Eu estou péssima, estou na casa dele, pois moro em outro estado, e vim justamente pq ele recaiu depois que foi pra virada cultural, we voltou a recair antes de ontem. Estou sem dormir por dois dias, o coracao apertado. Ontem passei a tarde inteira na cracolandia procurando ele, e nao encontrei. Hoje ele chegou em casa, procurando o cartao do banco que eu havia escondido, nao achou... e nem perguntou por mim (eu estava na igreja). To muito triste, e me sentindo só, as amigas pedem pra que eu desista dele, mas nós sabemos que o amor tudo suporta. Estamos esperando ele aparecer em casa de novo pra interná-lo. Minha historia é muito parecida com a sua. Queria conversar com vc, se possivel por telefone, vc é mais experiente, to meio sem saber o que fazer. Vc pode me responder no email? se puder é suroska@hotmail.com. Estou esperando. queria muito conversar com quem tbm ja passou pelo que estou passando. Obrigada

    ResponderExcluir
  10. Tenho lido e relido o post "amar é aceitar, simples assim! por diversas vezes eu falo e penso o quanto eu amo meu esposo....mais eu nunca aceite-o verdadeiramente....nunca o comprendi.....entao logo naum era um amor saudavel...e sim doentio....agora estou disposta a mudar e aceita-lo como deve ser....muito obrigada novamente

    ResponderExcluir
  11. Olá...Como já escrevi antes, eu achei seu blog quando estava desesperada procurando uma soluçao para meu esposo...esse blog realmente abriu meus olhos e fez eu ver a dependencia por um outro lado o qual realmente eu não conhecia...
    O post que mecheu mto comigo e que parecia real como ja vive igualzinho foi "ACEITAR O QUE NÃO POSSO MUDAR E MUDAR O QUE POSSO" Esse post foi triste e ao mesmo tempo maravilhoso...Esse post mudou a minha historia, e me encorajou que primeiro eu teria que cuidar de mim pois estava me afogando junto com ele...Hj sou diferente e meu esposo tbm graças a Deus...
    Um grande abraço Poly vc é uma bençao em minha vida...

    ResponderExcluir
  12. Oi Polly...
    Faz muito tempo que não entro aqui, e vc não tem idéia do quanto fiquei feliz em ver que vcs estão conseguindo, um dia de cada vez, viver bem!!!
    Estou feliz por vc, pelo seu marido e mais ainda pelo bebê de vcs!!!
    Parabés a todos!!!:)

    ResponderExcluir
  13. Tenho 3 chances neste sorteio e vou usa-las.São tantas frases marcantes e importantes que fica até difícil de escolher.

    “As pessoas são pesadas demais para serem levadas nos ombros. Leve-as no coração.”

    Com essa frase ganhei o primeiro sorteio.Ela é maravilhosa,pois quando começamos a entender que nada pode ser feito além de amar e apoiar,deixamos com os outros a responsabilidade pelo controle de suas vidas.Não causei a doença e não posso curar.Mas posso amar!!!

    ResponderExcluir
  14. 2 Frase:
    "Não continuarei a pular ondas perigosas com ele. Simplesmente o esperarei na praia.”

    Maravilhoso isso.Sou convidada a olhar por mim,cuidar de mim e deixar que os outros façam suas escolhas.A minha é escolha é ficar em segurança e em paz.A dos outros é com eles.Vivendo e deixando viver.

    ResponderExcluir
  15. 3 frase:
    “Eu seguro a minha mão na sua e uno o meu coração ao seu, para que juntos possamos fazer aquilo que sozinha eu não consigo...”

    Essa frase é muito marcante pois nos permite sentir a gratidão e o amor em movimento.Juntos dividimos alegrias e amarguras.Compartilhamos experiências,força e esperança.A força vem da comunhão.Aqui me sinto um elo dessa corrente de amor.

    ResponderExcluir
  16. Como disse a companheira Bárbara são frases muito marcantes e dificílima de escolher, mais essas são as que escolhi.

    1 Frase:
    Aprendi que devo viver um dia de cada vez, sem me lamentar pelo que passou, e sem me descabelar pelo que poderá vir amanhã... Apenas viver o hoje. do post a "Minha Doença"

    2 Frase:
    Infelizmente não existem porções mágicas, e ainda não há cura para a dependência química. Mas, há recuperação. E enquanto meu esposo estiver disposto a trilhar nesse caminho, estarei ao seu lado, segurando firme em sua mão! do post " E preciso doação".

    3 Frase:
    Entretanto, agradeço a Deus, porque hoje vejo mente aberta no meu esposo, e muita boa vontade em relação ao seu tratamento! do post " A dor da recuperação".

    " O AMOR É A RAZÂO MÁGICA QUE TORNA AS PESSOAS CÚMPLICES E FIÉIS, NA DERROTA OU NA VITÓRIA."

    Vou ficar aqui na torcida para que eu ganhe mais uma vez, qualquer um livro ou assinatura vai ser bem vindo, tomara que essas frases me de sorte, bjs

    ResponderExcluir
  17. "Um dia me apaixonei pelas qualidades encantadoras de alguém, sem a noção exata do que seria ter ao meu lado um dependente químico como companheiro. Criei castelos de areia com pensamentos ilusórios do tipo "depois do casamento ele mudará", "comigo ao seu lado tudo será diferente", "o meu amor o curará.”
    ...
    A questão é: você realmente ama esse homem que está ao seu lado? Amor é uma escolha, uma decisão.
    Eu amo o meu esposo, o escolhi, e quero envelhecer ao seu lado. Ele tem uma peculiaridade: é um dependente químico, e terá que lutar pelo resto de sua vida contra o desejo de sentir mais uma vez o prazer proporcionado pela droga. Essa luta, para ele, é muito difícil. Ainda assim eu o amo? Sim."
    - Do Post "Você pode sim escolher" - 16/4/12


    É engraçado, se contarmos às pessoas "normais" como é viver ao lado de um DQ, a resposta é sempre a mesma: "Sai dessa... Você não merece isso... Ele não vai parar... Ele vai fazer pior... Ele só sabe mentir... Ele não que parar de usar... Ele não gosta de você..."
    No dia da recaída que antecedeu sua internação, eu vi meus castelos de areia serem levados por uma tsunami. Vi o quanto a DQ é cruel. Ainda hoje as lembranças teimam em me atormentar... Vê-lo ser levado pela polícia que precisou ser chamada por mim, e ainda ouvir piadinhas do policial...
    Jamais pensei que passaria por tamanha dor.
    Enfim, certamente não foi esse o príncipe encantado que idealizei nos meus contos de fadas!
    "Ainda assim eu o amo? Sim"

    Eu o amo pois tenho real convicção de que há algo sagrado que nos une. É claro que não acho que Deus quer esse sofrimento para mim, de forma alguma. Deus me ama e ama também o meu amado. Mas meu bem fez escolhas erradas ao longo da vida, e está pagando por elas, e infelizmente dessa vez, a escolha errada me atingiu, eu era o alvo mais fácil para ele. Deus não tem participação nenhuma nisso! Ele nos ama tanto que deixa livres para escolher.
    Eu tenho o direito de, simplesmente, virar as costas e seguir minha vida adiante, sem ele. E isso para mim é mais fácil que para outras, pois não somos casados. Mas eu quero estar com ele, eu escolhi estar com ele ("Você pode sim escolher")...

    Acontece que eu jamais vou ajudar o meu bem, se EU não estiver bem e pronta para estabelecer limites. E é isso que estou aprendendo a fazer agora.
    Nós podemos ter uma história linda, e viver o conto de fadas que sonhei, mas as coisas precisam acontecer devagar, no tempo certo, um dia de cada vez.
    Aprendi que meu castelo precisa ser construído em terra muito firme! E será!!!

    ResponderExcluir
  18. "...enquanto nos prendemos na adicção de quem amamos e em seu universo, existe muita vida passando, por favor, vivamos! Ainda que nem tudo seja perfeito e não saia como gostaríamos, a vida continua sendo linda e vale muito a pena!"

    “Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago... Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha. O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:
    - Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.
    Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa...
    ...Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha...
    ...Ninguém na sala falou sobre a folha em branco. Todos centralizaram suas atenções no ponto negro. Assim acontece em nossas vidas. Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros...
    ...insistimos em olhar apenas para o ponto negro! ... Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente."
    Do post "Folha branca ou pontinho negro?" - 11/9/11

    Nesse post você fez uma menção a um comentário meu numa postagem anterior, quando ele teve a primeira recaída após 9 meses internado, e hoje eu releio esta historinha do pontinho negro com mais discernimento.
    Eu estava levando minha vida totalmente em função da adicção dele. Passava todo meu tempo preocupada em saber se ele estava bem ou não; se dormiria em casa ou não; se estava com vontade de usar ou não; se seríamos felizes ou não; e mais outros milhares de "se..."

    Apesar da dor, eu tenho agradecido a Deus, todos os dias, por essa última recaída, pois foi como se a venda fosse retirada dos meus olhos. Estávamos planejando morar juntos a partir de julho. E hoje vejo que isso seria o maior erro da minha vida, pois na situação em que ele se encontrava, era o mesmo que eu dissesse a ele "Vai, se afoga e aproveita para me levar junto!"

    Resolvi dar continuidade aos meus planos. Vou sim, me mudar para o apartamento em julho; vou fazer minha prova de mestrado, que eu estava pensando em adiar; vou continuar trabalhando; fazendo minhas terapias e me preparando para enfrentar a vida pensando nas minhas prioridades e vontades.
    E é assim que estarei pronta para recebê-lo quando ele terminar o tratamento!
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Parabéns pelo aniversário, Polly!
    Deus te ilumine sempre!

    Ainda virão muitos outros aniversários felizes...
    Bjs...

    ResponderExcluir
  20. Hoje procurei pelo primeiro post q li em seu blog e encontrei meu primeiro comentário,q foi em "AONDE VC ESTÁ QUANDO MAIS PRECISO?"... Chorando,te escrevo novamente,sentindo a dor da ausência do meu amor,q outra vez não está aqui... Desde então tenho lido diariamente alguma postagem q ampare minha tristeza,ora revolta ou indignação ou ainda meu sentimento de derrota diante da droga...

    ...naquele dia li q: "nenhuma situação é tão difícil e nenhuma infelicidade é tão grande q não possam ser superadas".

    ...e foi o q me fez querer continuar...
    Bjs,Poly P.. (tua recuperação e de teu marido,junto ao amor q tenho pelo meu amor, me servem como energia,esperança de q os bons tempos ainda virão por aqui também)

    ResponderExcluir
  21. Oiii querida..quero participar tbm rsrsrs
    meu post predileto que já li umas varias vezes é o jogo do contente, aprendi muito com ele, minha vida ta caindo na minha cabeça, mas´coloco o jogo do conte pra agir e continuo levando..na minha familia apenas minha mae sabe do problema do meu ex marido (ele foi embora na quinta) e meus amigos não sabem de nada, então o mundo acabando ta td doendo dentro de mim, mas sebre lembro " o jogo do contete".

    Bom é isso, obrigada por tudo e felicidades sempre

    " Maria Albuquerque" da historia de uma maria...

    ResponderExcluir
  22. Post: Vc pode sim escolher!!

    Tudo que envolve a doença da adicção e da codependencia gera um turbilhão de sensações: tristeza, ilusões, perdas, vitórias, conquistas..são sentimentos que nós que vivemos com tamanha intensidade que tem horas que aprece que nosso coração vai parar de bater seja de alegria ou tristeza, isso em qualquer relação com um dependente, seja qual for: marido, filho, irmão, etc.
    O mais importante que descobri nessa caminhada, é que EU POSSO...escolher o queeu quero pra minha vida, e EU ACEITO, as decisões de cada um, mesmo que essa decisão represente um final não tão feliz.
    Claro todos nascemos e crescemos esperando encontrar a felicidade, e não nos damos conta que a felicidade está no dia a dia, nãoe stá em um futuro próximo ou distante, não está no outro...está dentro de mim...enquanto eu busca-la fora de mim jamais a encontrarei...

    PENSEM NISSO: QUANDO A DOR DE NÃO ESTAR VIVENDO MAIS FOR MAIOR QUE O MEDO DA MUDANÇA, A PESSOA MUDA...

    Rachel ...R.R.

    ResponderExcluir
  23. Poly... eu acompanho o seu blog desde mais ou menos Agosto de 2011, estamos juntas!!
    É difícil escolher apenas um trecho de tudo que você relatou de nós! Sim, se nós, mulheres que amamam seus dependentes... somos muitas... parece que cada dia tem gente nova nos seus comentários... não quero ser injusta na escolha... mas não é fácil.
    Um grande abraço

    Ana Borboleta

    "Sim, eles podem nunca mais usar drogas. E também podem voltar a usar. E escolher ficar com eles, é escolher amá-los inclusive com a dependência química. Enganar-nos não mudará esse quadro. Mas, se o foco estiver em vocês mesmas, serão mais fortes diante disso tudo."

    ResponderExcluir
  24. Co-dependência:

    "Sei que a co-dependência ainda está aqui, mas, quanto mais a conheço, mais me sinto apta a combatê-la. Tudo o que quero é ser responsável, controlar e viver minha própria vida. Me enxergar. Me amar. Me cuidar. E dar um basta a essa eterna expectativa de viver esperando que o que não dou a mim mesma, venha dos outros.."

    Beijo
    Ana Borboleta

    ResponderExcluir
  25. Bom, como o "João" acabou de recair... vou colocar uma parte de um pos't feito 17/6

    "Diante disso, eu tenho duas opções de escolha. Chorar, me descabelar, não cumprir minhas obrigações, me encher de pena, ficar questionando o porquê de tudo isso; ou tomar o meu banho, orar a Deus entregando-o tudo o que não posso controlar, incluindo o meu esposo e sua doença, e simplesmente deixando que a serenidade e a paz fiquem em meu peito, apesar da dor.

    Escolho a segunda opção"


    E é isso... Hoje eu poderia escolher chorar, pois se ele não estivesse recaído nos estaríamos juntinhos... Completando um ano de namoro na segunda...
    mas só por hoje assim como você naquele dia... Eu escolho a segunda opção...
    Escolho cuidar de mim, fazer minhas obrigações, estudar para minha apresentação de TCC, que é semana que vem...

    Beijo grande... Estamos juntas!

    ResponderExcluir
  26. Apesar de vários post's me emocionar e me indentificar...

    O outro que escolhi foi DESLIGAMENTO COM AMOR..

    "A base dessa nova maneira de viver, eu diria que está no desligamento. Mas, afinal, o que é se desligar?

    Não é deixar de se importar, não é deixar de amar, e muito menos de torcer pelo bem do ser amado. Entretanto, é deixar de viver em função do outro, de viver até mesmo a vida do outro, e parar de tentar controlar o outro e suas ações, bem como as conseqüências dessas ações.

    Não posso dizer que já aprendi a me desligar completamente, e nem mesmo sei se um dia atingirei essa plenitude. Mas, vou caminhando dia a dia na minha recuperação, e reconheço os meus progressos.

    Hoje consigo pensar mais em mim, focar mais em meus próprios objetivos e obrigações. Meus pensamentos são mais serenos e menos confusos, uma vez que ao pensar em meu esposo adicto, me lembro dele com carinho e amor, e não mais com aquela obsessão e necessidade de controlá-lo ou de salvá-lo da sua doença."


    E é isso minha amiga... esse trecho escolhido tem bastante haver com o outro neh?!
    Mais é isso que tenho tentado fazer, dia após dia...
    Desligamento emocional, cuidar de mim...

    Agora é torcer, para eu ganhar o sorteio!! rs

    Beijos.. tamo juntas

    ResponderExcluir
  27. É difícil para mim, que vicei em seu blog desde a primeira postagem, comentar algo que mais gostei, ou que mais me tocou, mas, recentemente, chorei muito com uma postagem sua, a Aonde você está quando mais preciso? Tem uma parte: Quantas vezes mais me permitirei sentir essa dor? Essa frase mexeu comigo.

    ResponderExcluir
  28. Hoje faz uma semana que me casei com um dependente de álcool. Dois dias após o casamento, saí de casa porque ele ficou extremamente agressivo, chegando ao fundo do poço. Após a minha saída, ele foi encontrado desmaiado na rua e foi levado para a casa dos pais pelo corpo de bombeiros. Depois disso ele finalmente reconheceu a doença e resolveu lutar contra ela. Ontem ele foi procurar o AA e eu o Al-anon. É tudo muito recente e eu decidi que vou lutar ao lado dele. Foi ele que descobriu esse blog e me indicou. Estou fora da nossa casa e com fé que poderei voltar quando ele começar a fazer progressos em sua recuperação. Uma coisa que li aqui e que me tocou bem lá no fundo foi o seguinte: "Com o passar do tempo limpo, parece que eles vão se esquecendo de que a dependência química é sim uma doença, e uma doença muito traiçoeira e sorrateira." Esse é o meu maior medo. Não quero perde-lo para o vício e também não quero me decepcionar se ele fracassar. Acredito que esse blog vai me ajudar muito a passar por isso. Ele é o amor da minha vida.

    Ass. Macêdo. M. O.

    ResponderExcluir
  29. Entre vários posts que li aqui, me identifiquei com, se não, todos, muitos deles. As histórias são realmente mto parecidas. Estou grávida do meu DQ, de 7 meses e ele está limpo há pouco mais de um mês, 54 dias.
    Escolhi uma frase que acabei de ler no último post: Sim, eu o aceito! "Ele tem que matar um leão por dia, eu sei, e isso não é nada fácil, mas, graças a Deus, ele está conseguindo"
    É exatamente isso. Pode passar o tempo que for a luta é diária, mas a colheita é certa!

    Obrigada pela oportunidade

    bjos Polly
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  30. Recebido via e-mail:

    começei a ler o blog em abri. Meu companheiro está internado há 1 mês e o tratamento é de 120 até 160 dias.

    Os trechos que mais me chamaram atenção foram:

    " Uma vez foi dito no grupo familiar Nar-Anon o seguinte: faça um círculo ao redor dos seus pés. O que está dentro do círculo é tudo o que você pode controlar e mudar. O que está fora do círculo deixe nas mãos de Deus e aceite! Estou aprendendo..."

    "Um dia vi um depoimento de um dependente químico em recuperação que dizia que se pedissem para ele voltar a usar drogas pelas vidas de seus filhos, ele iria ao velório dos filhos. Parece loucura, mas, essa deve ser a convicção mantida pelo adicto, senão não dá certo. Um outro uma vez disse que entre ganhar na mega sena e nunca mais usar drogas, ele nem pensaria duas vezes, escolheria nunca mais usar drogas."

    " Vou adaptar um conhecido ditado: se meu marido quiser usar drogas, o problema será dele, mas, se ele não quiser mais usá-las, o problema é nosso!"

    Todos esses trechos eu copie e enviei para ele!

    Quero compartilhar contigo o que mais importante vive nesse processo, o poder do Espírito Santo:


    Ó ESPÍRITO SANTO, AMOR DE PAI E DO FILHO:

    INSPIRAI-ME O QUE DEVO PENSAR, O QUE DEVO DIZER, COMO O DEVO DIZER, O QUE DEVO ESCREVER, COMO DEVO AGIR, O QUE DEVO FAZER PARA OBTER A VOSSA GLÓRIA, O BEM DAS PESSOAS E MINHA PRÓPRIA SANTIFICAÇÃO.

    AMÉM.

    Muito obrigada por tudo.
    Beijos
    Naty

    ResponderExcluir
  31. Oi Poly querida !
    Qdo conheci seu blog, eu havia recentemente descoberto a adicçao do meu marido e atraves do seu blog que houvi falar sobre codependencia, aí conheci outrso blogs atraves do seu, troquei muita experiencia e aprendo muito.
    Mas a postagem que me marcou e nunca esqueço é "Coloque primeiro sua mascara", post no mes de Dezembro/2011, no post vc conta sua experiencia e que antes de ajudar o adicito primeiro temos que fazer algo por nós mesma, pq como poderemos ajuda-los se estivermos doentes, temos que nos cuidar, nos recompor, nos manter saudaveis pra podermos fazer algo por eles, se assim queizerem, nunca devemos nos descuidar por eles, temos que estar bem em primeiro lugar !

    Obrigada por esse blog Poly !!

    serenidade !

    bjs

    ResponderExcluir
  32. Olá Poly, felicidades.....

    ResponderExcluir
  33. Querida Poly,

    conheci o seu blog quando estava pesquisando sobre "Drogas" para fazer um trabalho do meu curso Técnico de Enfermagem. E logo no inicio o que mais me chamou a atençao foi o nome dele:" AMANDO UM DEPENDENTE QUÍMICO ".

    Eu comecei a ler, o que jamais imaginei, que alguem poderia se abri e se expressar tao bem, como vc.
    E confesso despois desse dia, passei a ser leitora,viciada e "Dependente do seu Blog.

    Voçe nao tem noçao, do quanto vc é "Querida" e nos ajudam...o quanto vc esclarece e sabe passar de uma forma natural e sempre com "Amor".
    Sao varios post e frases maravilhosas, que valem ouro...

    Sempre leio suas postagens e aprendo muito com elas.

    Uma das frases que eu gosto muito é a do Post: AMAR É ACEITAR...SIMPLES ASSIM! FEVEREIRO 2012.

    "Quando pensei em um título para este Blog, muito antes dele ser criado, o único que me veio à cabeça foi esse: Amando um dependente químico. Porque é esse sentimento, o amor, que me faz superar tantas coisas, e querer amar o homem da minha vida cada vez mais, apesar das adversidades".

    Acho que apartir do momento que vc começou a aceitar e compreender seu esposo,junto com o amor que vc sente por ele, as coisas ficaram mas facies de ser resolvidas e por muitas vezes amenizaram...

    Poly, vc é uma mulher abençoada por Deus..inteligente e por isso merece ser feliz.
    Quem acompanha e se identifica com seu blog, sente um pouco o que vc sente e vibra com suas conquistas....

    Quero muito ganhar nesse sorteio, mas o maior presente ja tenho que é : O blog.

    Felicidades para voçe e sua familia.....

    ResponderExcluir
  34. Outras frases do POST: "AMAR É ACEITAR...SIMPLES ASSIM", que me chamaram a atençao foram essas abaixo...pq dizem exatamente como deveriamos pensar e agir com outras pessoas em varias situaçes.

    Frase: "Quando falamos em amor, estamos falando em doação, compreensão, aceitação... Se você ama alguém saudável, talvez seja mais fácil, mas, se o ser amado é alguém portador de um câncer, ou de uma deficiência física, ou da dependência química, isso vai requerer mais de você, é fato."


    Frase: "Já que não tenho o dom de modificar uma pessoa, vou modificar aquilo que eu posso: O meu jeito de olhar para ela!" (Pe. Fábio de Melo)


    Frase:...”O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
    Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
    O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
    Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
    O amor nunca perece...” (1 Coríntios 13)

    ResponderExcluir
  35. Poly,

    Esqueci de dizer, que hoje seu Blog tem uma grande importancia na minha vida. Por eu ser dependente emocionalmente do meu marido,pela minha profissao( tec. de enfermagem),e gsoto de atuar na area da saude mental, como em caps...inclusive esse ano realizei um pedaço de um dos sonhos, que é trabalhar nessa area que disse e sendo concursada,estou so aguardando ser chamada para trabalhar em um caps.

    Outra coisa que tb me deixa ate um pouco triste e sem jeito de falar, é que tenho na familia uma prima muito querida, que tem 2 filhos e é dependente quimico, as vezes vejo as agonias dela, muito triste isso....um dia desses peguei ela conversando com a filha mais velha de 10 anos assim: filha vou te ensinar o que for preciso, para caso aconteça algo comigo, um dia vc pode cuidar de vc e seu irmao sem mim....muito triste isso....

    Entao Poly, por tudo isso amo seu blog desde do 1 dia que eu encontrei, ele so nos ajudam, e vc como sempre cheia de luz e nergia positivas...

    Frases que sempre leio e gosto:

    É importante perceber que qualquer um pode cair nas garras das drogas. Não há escolhas por classe social, religião, escolaridade ou beleza. Nem mesmo entre bons e maus. Uns entram nesse mundo por busca do prazer, outros para reprimir sentimentos, outros por curiosidade, e outros apenas para seguirem os colegas. E quando percebem, já não controlam mais o uso das drogas, mas sim, são controlados por elas. E, a partir de então, passam para o “lado de lá”, onde qualquer um de nós ou de pessoas amadas por nós podem também chegar.


    É preciso desmistificar o usuário de drogas. Ele não é um criminoso, um fraco e sem vontade, ou um perverso. Quando enxergamos que o uso de drogas pode acontecer com qualquer um, ficamos mais alerta às necessidades de prevenção, papel dedicado fundamentalmente à família.


    POLY,
    PARABENS PELO 1 ANO DE SEU BLOG, QUE DEUS TE ABENÇOE SEMPRE E SUA FAMILIA TB.

    ResponderExcluir