quinta-feira, 21 de julho de 2011

Pra baixo!

21 de julho de 2011, quinta-feira, 08h06min.

Vinte e um dias que meu esposo está limpo!

Não estou conseguindo escrever nestes dias. Estou com meus dois filhos em casa, aliás, hoje tenho três crianças em casa, pois, veio uma coleguinha da minha filha para brincar com ela. Os três ainda dormem.

Meu esposo já saiu para o trabalho.

Para eu conseguir escrever, preciso ouvir meu coração, e ele parece estar em silêncio, ou há muito barulho ao redor. Desculpem-me. Mas, semana que vem as coisas voltarão ao seu normal.

Amigos, não estou bem. Após aquela segunda-feira maravilhosa, passei a uma série de programas com meus filhos (shopping, parquinho, karaokê, sorvete e por aí vai), e tem sido uma delícia, mas, não estou bem. Lá dentro, bem no fundo, há algo que não sei descrever. Um aperto.

Tive sonhos ruins. Sonhei com meu pai, com drogas. Sonhei com o velório de um primo nosso que, no sonho, havia morrido de overdose.

Não entendo por que estou me sentindo assim. Está tudo bem. Mas, eu estou com medo. Não adianta negar, fingir que o medo não está aqui, porque ele está.

Será que isso se dá por que não me permito ser feliz quando posso? Ou isso é natural, diante de tantas recaídas vividas ao longo desses cinco anos?

Sei lá.

Eu sou a pessoa mais alérgica que existe no universo. E nestes dias, estou muito atacada. Aliás, há muito tempo não melhoro. Uma amiga me disse que isso são sentimentos reprimidos. Na hora eu sorri, mas, estou começando a acreditar. Quando está tudo tranqüilo por aqui, fico bem. Entretanto, quando o vejo agitado ou irritado, disparo a espirrar sem parar. Ataca minha rinite e todas as outras “ites” na hora. É muito louco!

O fato é que juntando essas crises alérgicas + efeito dos antialérgicos + medo + Psicóloga de férias + TPM, o resultado não é nada agradável. Estou meio pra baixo. Inegável. Desculpem-me.

E o fato de estar de férias há seis dias, e até hoje não ter conseguido tirar nem um minutinho para mim mesma, me irrita. Ainda me vejo no finalzinho da fila da minha lista de prioridades. Isso é horrível.

Gente, melhor eu parar de falar, hoje só estou soltando marimbondos pela boca... Rs. Vou deixar o livro Compartilhando Experiência Força e Esperança – CEFE, falar por mim, é melhor.

“Quando me surpreendo sendo levada por pensamentos negativos, converso a respeito de minhas preocupações para aliviar o medo que sinto. Lembro a mim mesma que não posso ver o futuro, e preocupação nunca evitou que algo acontecesse. Então, me solto e entrego minhas preocupações a Deus, dizendo a mim mesma que seria melhor que vivesse o aqui e o agora. Preciso me desligar do futuro e do resto do mundo.

Tenho que viver um dia de cada vez, como se o amanhã não existisse. Por isso, me preocupar com o amanhã ou com especulações sobre o futuro não vai trazer paz e serenidade para minha vida. Se tomar atitudes que demonstrem minha sinceridade em relação aos outros e cultivar minha confiança em Deus, terei o que quero: uma existência equilibrada, longe dos altos e baixos que sempre acompanham minhas preocupações e medo.” (CEFE, pág. 153)

“Não antecipe problemas ou se preocupe com coisas que talvez nunca aconteçam. Mantenha-se sob a luz do sol.” (Benjamin Franklin)

Beijos.
Serenidade pra nós, só por hoje!

8 comentários:

  1. Polly... Amor!!!!
    É normal anjo... e também não é...rsrsrsrsrs
    Digo isso por que tb já passei por isso.... È uma sensação estranha... do tipo Camêra Lenta... parece aquele silêncio que antecede as cenas de "extase" dos filmes de terror né? Mas olha... é a nossa doença querendo reagir... do mesmo modo que nós temos um instinto de sobrevivencia nato do ser humano, nosso ego co-dependente tb o tem... o ego pensa: "ué... sem crise como eu vou sobreviver" e dai cria crises, mesmo que imaginarias ou subconscientes... Já ouviu falar que alguns adictos depois de um tempo de abstinencia tem sonhos com a droga e que as vezes chegam até a sentir o gosto da "marvada"? Pois então...com a gente acontece o mesmo... Uma vez tive um sonho terrivel, acordei tremendo suando....e com uma baita raiva do meu familiar dep quimico.. fiquei quase uma semana sem falar com ele, alias sem falar com ninguém, só abria minha boca nas reuniões do grupo, porque lá eu sabia que as pessoas entendiam que eu não era louca, Em outras vezes, infelismente me deixei envolver pelo ego da co-dep. e causei brigas absurdas em casa... Deixe passar Polly, é só mais uma corrente de energia passando por vc... não reprima seus sentimentos apenas deixe que eles passem pelo seu corpo e vão embora... Como vc falou dedicar um tempo pra si mesma é importante... Não precisa ser um dia todo, mas precisa ser...nem que seja aqueles 30minutos para um chá no quintal...ou 20minutos de banho com aquele oleo que vc adora... Se acarinhar, se cuidar ajuda fortalecer a alma e a colocar o ego no lugar dele...
    rsrsrs.... Vai passar....
    Tb já tive momentos de "pouca amorosidade"...
    cicie

    ResponderExcluir
  2. Poly, não alimenta esses sentimentos amiga, não esqueça que você não tem controle de nada, apenas de você mesma e dos teus pensamentos. Mas que seus pensamentos, podem modificar tudo, então mantenha eles sempre elevados e positivos, sem medo!
    Positividade sempre...
    Não esqueça de olhar ao seu redor, e ver as coisas boas que você tem, não as negativas, pois isso é a maldade querendo entrar no seu coração... "A maldade" não gosta de nos ver bem e felizes, ela quer nos derrubar, e como ela faz isso? Através da nossa mente, nos colocando pensamentos destrutivos e de derrota. Assim ela faz como nossos amores também para que recaiam.
    Mas nós somos mais fortes do que a maldade, e não dê espaço pra ela não, manda ela embora já...na sua mente só alegria e coisas boas.
    Olha só que coisa boa, você está de férias, curtindo seus pimpolhos,seu amor está limpo, e tantas outras coisas boas que devem estar acontecendo e que você não está enxergando!
    Não se deixa cegar pela maldade Poly!!!
    Estamos juntas!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  3. Querida Poly,
    semana retrasada fiquei assim lembra, mais como você fez comigo vou fazer o mesmo por você, vou orar bastante e Deus vai fazer o resto vai colocar tudo em ordem pode crer, o que a nossa amiga Cicie descreveu ai em cima e pura verdade.
    tamujuntas tá.
    Juntas comseguimos ser mais forte.
    te amo amiga.
    Força, Fé e Alegria.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Poly, para que serve o seu blog além de ajudar as outras pessoas? Para ajudar a você mesmo certo? Pois então, não se preocupe se está soltando marimbondos pela boca, quem te segue e acompanha o seu blog o faz por se identificar com o que você escreve, por isso, se tiver que escrever para falar que não está bem, simplesmente faça, estamos aqui para ler e te apoiar.
    Concordo com a Cicie, eu por exemplo, quando meu ex estava internado e a minha vida havia voltado a normalidade, ou seja, não tinha mais preocupações a noite e td mais, parecia que td havia perdido o sentido e eu ficava procurando algo para me preocupar, claro inconscientemente.
    Não tenha medo da calmaria, não tenha medo de ser feliz!
    Estamos aqui para ler suas palavras bonitas e nos motivar, mas, estamos aqui tb para ler seus desabafos e angustias, nos idenficamos com eles tb...
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Poly acredito que sonhos não possam dizer nada, algo só acontece se a gente acreditar, por exemplo se acredito em magias, sonhos ela é possível acontecer sim mais se caso você acreditar, não se apega a esses sonhos não. Talvez você esteja se sentindo assim por causa do sonho que você teve ou por que ainda você não teve o seu momento, o seu tempo, um minutinho pra você, isso tudo mexe com a gente e não acredita nesses sonhos não ta?.
    Pelo seu relato tudo isso parece sentimentos de angústia. Então, te peço uma coisa, não deixe esse sentimento tomar conta de você, não se apega a esse sentimento não, tenha um tempo só para você, vai te fazer bem, faz isso ta bom?
    Isso vai passar, tá tudo bem com seu esposo,com seus filhos, você tem muitos motivos para estar feliz! Pensa nisso, e não esquece de ter o seu momento um tempo só pra você.
    Fica bem e estamos juntas!
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. É isso aí, Polly!
    TAMUJUNTU, amiga!
    Todas as suas (nossas) amigas aí tão firme contigo nessa parada, minha irmã!
    Lembre-se que dias piores já passaram...lembre-se que, por pior que seja seu momento, ele é apenas um momento...que momentos passam...aliás, acho até mesmo que ao ler estes comentários, já não se sinta do mesmo jeito que estava quando postou aqui seu sentimento.
    Olha, amiga! A Cicie fez um comentário aí que peço permissão para enfatizá-lo. Ela disse: "Já ouviu falar que alguns adictos depois de um tempo de abstinencia tem sonhos com a droga e que as vezes chegam até a sentir o gosto da "marvada"?". Realmente isso acontece e eu, mesmo tempos que estou em Recuperação, ainda tenho sonhos (pesadelos) desta naatureza. Então, não é diferente com contigo, nem com qualquer pessoa.
    Sentir-se assim como você está sentindo-se, pode acontecer com qualquer pessoa, independente de ser ou não um familiar de um DQ.
    Entretanto, como suas amaigas já disseram, é bom que você dê um tempo pra si mesma, aproveitando suas férias para uma boa parática de meditação, de um minucioso e destemido inventário moral de si mesma. Busque olhar mais para "o lado bom da coisa", sempre lembrando que estamos vivendo um momento que chama-se presente...o hoje...o agora.
    Por mais difícil que seja a situação, logo estaremos num outro momento. Mas para que este momento futuro seja alegre, vai depender muito de como vocÊ o encara. Aliás, até este momento presente pode ser alegre, pois a alegria está dentro de nós e não nas coisas, nas pessoas, nas circustâncias ou situações. A felicidade é um estado de espírito, no qual você se sente de bem consigo mesmo e realizado com a vida. As vezes pensamos que uma pessoa feliz não tem sofrimento...mas não é bem assim. A diferença está em funcionar positivamente e entender que problemas são temporários e superáveis. Isso faz toda uma diferença.
    Então, resumindo, a Felicidade se encontra dentro de um coração humano que se entregou ao seu criador. O homem veio de Deus e somente será feliz se viver na presença deste Deus.
    Espero que seu dia seja repleto de Paz, Serenidade e Sabedoria para reconhecer, aceitar e realizar a Vontade Do PODER SUPERIOR em todas as suas épocas e lugares, para que só assim, possas continuar desfrutando destas Dádivas de renovados dias Limpos de crescimento espiritual.
    Só Por Hoje - Funciona!
    Abraços e TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  7. Olá amada!
    Vejo que esse coração não anda muito bem!
    Concordo com as meninas, a falta de preocupações está mexendo com sua co dependência!
    mantenha se serena e vai ver que logo esse mar se acalma!
    Abraços com amor de sua miga Má!

    ResponderExcluir
  8. Cicie, Gaby, Tininha, Giulli, P, Junior e Mari, obrigada de coração. Acho que não saberia mais viver sem vocês! Olha a co-dependência aí. Rs.
    Mas, é sério, sou muito grata e estou refletindo em cada vírgula aqui deixada. Vocês tem razão em tudo o que disseram.
    Beijos, queridos!
    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir