segunda-feira, 20 de junho de 2011

Nada de ruim!



"Amor é fogo que arde sem se ver;
 É ferida que dói e não se sente;
 É um contentamento descontente;
 É dor que desatina sem doer.

 É um não querer mais que bem querer;
 É um andar solitário entre a gente;
 É nunca contentar-se de contente;
 É um cuidar que se ganha em se perder.

 É querer estar preso por vontade
 É servir a quem vence o vencedor,
 É ter com quem nos mata lealdade.

 Mas como causar pode seu favor
 Nos corações humanos amizade;
 Se tão contrário a si é o mesmo amor?"

Como vocês já devem ter percebido, eu amo poesia. Desde a infância, eu as escrevo e admiro. Essa citada acima, de Luís de Camões é muito conhecida, e uma das minhas preferidas.

Ela relata exatamente a arbitrariedade do amar. Será que Camões era um co-dependente? Risos. Ele conseguiu descrever muito bem o que sinto, e acredito que você também sinta o mesmo. "Ferida que dói e não se sente", "um cuidar que se ganha em se perder", "querer estar preso por vontade", e por aí vai.

Bom, agora é 01:32h da madrugada desta segunda-feira, 20 de junho de 2011. Quinto dia que meu esposo está limpo. Só por hoje!

O fim de semana passei curtindo os filhotes. Entre conversas adolescentes com minha princesinha, e organizando as bagunças do meu pucuxinho. Brincamos muito ontem. Fiz pipoca doce. Foi divertido e prazeroso.

Meu marido trabalhou na noite de sábado para domingo, e ontem até às 19 horas.

Ele havia me pedido para ir com as crianças, buscá-lo ontem a noite no trabalho. Entretanto, à tarde ele me ligou perguntando se eu queria ir. Não, eu não queria. Estava com crise de rinite, tomando anti-alérgicos, o que me deixa bem indisposta. Fui sincera com ele.

No passado eu não seria capaz de fazer isso. Com certeza, diria que sim, que eu queria ir. E heróicamente, sairía de casa, com as duas crianças, de ônibus, doente, apenas para garantir que ele viria direto para casa. Como se a responsabilidade fosse minha, e como se ele fosse um incapaz.

Perceberam a co-dependência? Que coisa boa é estar em recuperação!

"Não, amor, não precisa vir. Pode me esperar em casa. Te dou minha palavra. Hoje você não escreverá nada de ruim a meu respeito no seu Blog." Foram suas palavras ao telefone, sorrindo.

Lembrei-me do que eu havia escrito a pouco aqui: Viva e deixe viver! Não fui.

Antes das 20 horas ele já estava em casa. Vi sua cara de felicidade como quem queria dizer: "Só por hoje venci, consegui!"

Não tenho nada de ruim para escrever sobre ele hoje (risos), apenas que o amo, com toda a minha alma e coração! E que estou grata a Deus, e muito feliz por ele estar naquela cama quentinha, dormindo tranquilamente.

Nossa casa hoje está em paz. Obrigada, meu Deus!

3 comentários:

  1. Bom dia!
    Boa semana!
    Felicidades, paz e equilibrio para ti e para sua linda família.

    Abs!

    ResponderExcluir
  2. Querida Poly,

    Estou muito feliz por saber que você passou um final de semana maravilhoso, desejo do fundo da minha alma que você tenha uma semana de tranquilidade, boa semana.

    Meditação...
    "Para alguns, oração é pedir ajuda de Deus; meditação á escutar a resposta de Deus.(...)Acalmar a mente, através da meditação, traz uma paz interior que nos põe em contato com o Deus Dentro de Nós."

    SÓ POR HOJE: Eu praticarei "escutar" para conhecer a vontade de Deus a meu respeito, mesmo que ainda não saiba o que escutar.

    mil beijos

    ResponderExcluir
  3. Queridos Bruno Cidade e Tininha, parceiros de sempre, muita serenidade nas próximas 24 horas, e obrigada, de coração!

    ResponderExcluir